Cecília Meireles: imagens femininas

Autores

  • Maria Lúcia Dal Farra Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

Mulheres Poetas. Literatura. Poesia. Cecília Meireles

Resumo

Ao traçar a trajetória da poeta Cecília Meireles, este artigo evidencia sua capacidade de perscrutar as coisas existentes para surpreender nelas o rasgo imperecível. Ao longo de sua obra, a autora convulsiona a lógica discursiva, renomeia os seres, transmuta-lhes os atributos, confundindo-os e encaminhando-os a um caos que pede urgência na reordenação do que seria um novo mundo.

Abstract

Drawing the way of poet Cecilia Meireles, this article shows her ability to scrutinize existing things in order to discover in them the imperishable trait. Along her work, the poet revolutionizes discursive logic, renames beings, changes their attributes, confounding them and leading them to a chaos that demands urgency in the reordering of what would be a new world.

Key Words: Women Poets, Literature, Brazilian Poetry, Cecília Meireles

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Mário de. Sobre Viagem. In: O empalhador de passarinho.

São Paulo, Livraria Martins Editora, s/d [26 de novembro de 1939].

AUBERT, Jean-Marie. La femme. Antiféminisme et christianisme. Paris, Cerf/Desclée, 1975.

BANDEIRA, Manuel. Apresentação da poesia brasileira. Rio de Janeiro, Ediouro, s/d.

BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. 2a Ed. São Paulo, Cultrix, 1978.

________. O pré-modernismo. São Paulo, Cultrix, 1973.

CANDIDO, Antonio. Na sala de aula. São Paulo, Ática, 1985.

CARPEAUX, Otto Maria. Poesia intemporal. Livros na mesa. Rio de Janeiro, 1960, pp.203-209.

COELHO, Nelly Novaes. (org.) Dicionário Crítico de Escritoras Brasileiras.

São Paulo, Escrituras, 2002.

CORREIA, Natália. Prefácio. In: ESPANCA, Florbela. Diário do último ano.

Lisboa, Bertrand, 1981.

DAL FARRA, Maria Lúcia. Seis mulheres em verso. Cadernos Pagu (14), Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, 2000, pp.251-276.

________. Poemas de Florbela Espanca. São Paulo, Martins Fontes, 1996.

DAMASCENO, Darcy. Poesia do sensível e do imaginário. In: Obra poética de Cecília Meireles. Rio de Janeiro, Nova Aguilar S.A., 1983, pp. 13-36.

DEL PICCHIA, Menotti. Sobre Vaga música. A Manhã, Rio de Janeiro, 01 de agosto de 1942.

FONSECA, José Paulo Moreira da. Canções de Cecília Meireles. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 06 de abril de 1957.

MEIRELES, Cecília. Inéditos. Rio de Janeiro, Bloch, 1967.

________. O menino atrasado (auto de Natal musicado). Rio de Janeiro, Livros de Portugal, 1966.

________. Ou isto ou aquilo. São Paulo, Editora Giroflê, 1964.

________. Escolha o seu sonho. Rio de Janeiro, Record, 1964a.

________. Eternidade de Israel. Rio de Janeiro, Centro Cultural BrasilIsrael, 1959.

________. Expressão feminina da poesia na América. In: Três conferências sobre cultura hispano-americana. Rio de Janeiro, MEC/Serviço de Documentação, 1959a, pp.61-104.

________. O folclore na literatura brasileira. Porto Alegre, 1957.

________. Giroflê, Giroflá. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1956.

________. Problemas da literatura infantil. Belo Horizonte, Imprensa Oficial, 1951.

________. Evocação lírica de Lisboa. Lisboa, 1948, separata de Atlântico.

________. Rute e Alberto. Boston, D.C. Heath, 1945.

________. Poetas novos de Portugal. Prefácio e seleção de Cecília, Rio de Janeiro, Edições Dois Mundos, 1944.

________. Rute e Alberto resolveram ser turistas. Porto Alegre, Globo, 1939.

________. Notícia da poesia brasileira. Coimbra, Biblioteca Geral da Universidade, 1935.

________. Criança, meu amor. Rio de Janeiro, Anuário do Brasil, 1924 [Ilustrações: Correia Dias].

________. A Bíblia na poesia brasileira. Rio de Janeiro, Centro Cultural Brasil-Israel, s/d.

MENEZES, Fagundes de. Silêncio e solidão – dois fatores positivos na vida da poetisa. Revista Manchete, Rio de Janeiro, 3 de outubro de 1953.

OLIVEIRA, Ana Maria Domingues de. Representações do feminino na lírica de Cecília Meireles. X Seminário Nacional Mulher & Literatura, Belo Horizonte, Universidade Federal de Minas Gerais, 2001.

PAES, José Paulo. Os perigos da poesia. Rio de Janeiro, Topbooks, 1997.

PIMENTEL, Osmar. Cecília e a Poesia. Diário de São Paulo, São Paulo, 06 de novembro de 1943.

RÓNAI, Paulo. Mar absoluto. Perspectiva. Belo Horizonte, s/d [fevereiro de 1947].

SAMPAIO, Nuno de. O purismo lírico de Cecília Meireles. O Comércio do Porto. Porto, 16 de agosto de 1949.

SANCHES NETO, Miguel. Cecília Meireles e o tempo inteiriço. In: SECCHIN, Antonio Carlos. (org.) Poesia Completa de Cecília Meireles. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 2001, vol. 1.

SECCHIN, Antonio Carlos. (org.) Poesia Completa de Cecília Meireles.

Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 2001, vol. 1.

ZAGURY, Eliane. Cecília Meireles. São Paulo, Vozes, 1973.

Downloads

Publicado

2016-04-05

Como Citar

FARRA, M. L. D. Cecília Meireles: imagens femininas. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 27, p. 333–371, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644778. Acesso em: 19 abr. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)