Mulher e família no Programa Bolsa-Escola: maternidades veiculadas e instituídas pelos anúncios televisivos

Autores

  • Carin Klein Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Programa Nacional Bolsa-Escola. Maternidade. Relações de Gênero

Resumo

Este artigo problematiza alguns processos de produção e veiculação de representações de maternidade, tomando como referência o Programa Nacional Bolsa-Escola, e insere-se no campo da teorização cultural, principalmente na perspectiva dos Estudos Culturais e dos Estudos Feministas, nas vertentes que têm proposto uma aproximação crítica com a análise pós-estruturalista. Para a operacionalização do trabalho, selecionei um conjunto de anúncios televisivos que divulgaram o Programa à população no primeiro ano de sua implantação. Exploro os anúncios com o intuito de analisar os diferentes modos de representar e significar a maternidade. Discuto como se organiza e divulga, no âmbito do Programa, um conjunto de ensinamentos e propostas a serem desenvolvidas, principalmente na família, a fim de buscar (re)colocar, sobretudo, as mulheres-mães e a educação das crianças no centro desses debates.

Abstract

This work discusses and questions some processes of production and propagation of maternity representations, having the National Bolsa-Escola Program as its starting point, and localized in the field of cultural theory, mainly from the perspectives of both Cultural Studies and Feminist Studies, with a critical approximation to the post-structuralist analysis. In order to carry out the work, I have selected a series of television advertisements used to publicize the Program in its first year of implementation. I have explored these advertisements in order to analyze the different ways through which maternity has been represented and meant. I have discussed how a set of teachings and proposals was publicized in the Program so as to be mainly developed by the families, thus relocating women/mothers and children’s education into the center of those debates.

Key Words: Programa Nacional Bolsa-Escola, Maternity, Gender Relations.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carin Klein, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Carin Klein é licenciada em Pedagogia com habilitação em Orientação Educacional. Doutora em Educação/UFRGS, onde defendeu, em 2010, a tese intitulada: Biopolíticas de Inclusão Social e Produção de Maternidades e Paternidades para uma "Infância Melhor", integra o Grupo de Estudos de Educação, Sexualidade e Relações de Gênero (GEERGE-UFRGS). Integra o projeto de pesquisa "Vulnerabilidade, programas de inclusão social e práticas educativas: uma abordagem na perspectiva dos Estudos de Gênero e Culturais", sob coordenação da professora Dagmar Elisabeth Estermann Meyer. Trabalha como técnica no Programa Primeira Infância Melhor, em Canoas-RS, e possui experiência na função de Orientação Educacional e Formação de Professores/as de Ensino Fundamental, investindo nas discussões sobre Infância, Currículo, Relações de Gênero e Sexualidade, a partir dos campos teóricos dos Estudos Culturais e Feministas

Referências

ABREU, Ana Rosa et al. Educar é uma tarefa de todos nós: um guia para a família participar no dia-a-dia, da educação de nossas crianças. Dia Nacional da Família na Escola. Brasília, Ministério da Educação, 2002 [Publicação enviada às escolas brasileiras].

BUARQUE, Cristovam. 100 perguntas e respostas que você precisa saber sobre a Bolsa-Escola. 2ª ed., Brasília, 2000a.

__________. Onze ações para Você Cuidar das Crianças do seu Município. Brasília, 2000b (http:// www.missaocriança.org.br).

ENGEL, Wanda. Combater a desigualdade: um desafio de todos nós.

Social Democracia Brasileira, nº 2, Brasília, Instituto Teotônio Vilela, março, 2002, pp.55-57.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. Foucault e a análise do discurso em educação. Cadernos de Pesquisa, nº 114, São Paulo, Fundação Carlos Chagas, Editora Autores Associados, novembro, 2001a, pp.197-223.

__________. Televisão e Educação: Fruir e pensar a TV. Belo Horizonte, Autêntica, 2001.

FONSECA, Ana Maria Medeiros da. Família e política de renda mínima.

São Paulo, Cortez, 2001.

FONSECA, Claudia. Família, fofoca e honra: etnografia de relações de gênero e violência em grupos populares. Porto Alegre, Ed.

Universidade/UFRGS, 2000.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. 6ª ed. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 2000.

__________. Microfísica do Poder. 11ª ed. Rio de Janeiro, Graal, 1993.

KLEIN, Carin. “...Um cartão [que] mudou nossa vida”? Maternidades veiculadas/instituídas pelo Programa Nacional de Bolsa-Escola.

Dissertação de Mestrado, PPGEDU/UFRGS, 2003.

__________. A Educação de mulheres como mães e professoras no Programa Nacional Bolsa-Escola. Educação e Realidade, vol. 30, nº 2, Porto Alegre, UFRGS, 2006, pp.221-252.

__________. A produção da maternidade no Programa Bolsa-Escola.

Estudos Feministas, vol 13, nº 1, Florianópolis, CFH/CCE/UFSC, 2005, pp.31-52.

MEYER, Dagmar. Gênero e Educação: teoria e política. In: LOURO, Guacira Lopes et alii. (orgs.) Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis, Vozes, 2003a.

__________ et alii. Mulher sem vergonha e traidor responsável: problematizando representações de gênero em anúncios televisivos oficiais de prevenção ao HIV/AIDS. Relatório de Pesquisa “Educação, saúde, gênero e mídia: um estudo sobre HIV/AIDS-DSTs com Agentes Comunitários/as de Saúde da Família em Porto Alegre, RS”, Faculdade de Educação, UFRGS, Porto Alegre, mimeo., 2003b.

__________. As mamas como constituintes da maternidade: Uma história do passado? Educação e Realidade, vol. 25, nº 2, Porto Alegre, FACED/UFRGS, jul/dez, 2000a, pp.117-133.

__________. Identidades Traduzidas. Cultura e docência teuto-brasileiroevangélica no Rio Grande do Sul. Santa Cruz/RS, EDUNISC; Sinodal, 2000b.

NICHOLSON, Linda. Interpretando o gênero. Estudos Feministas, nº 2, 2000, pp.9-41.

PRÁ, Jussara Reis. Cidadania de gênero, capital social, empoderamento e políticas públicas no Brasil. In: BAQUERO, Marcello. (org.) Reinventando a sociedade na América Latina: Cultura política, gênero, exclusão e capital social. Porto Alegre/Brasília, Ed.

Universidade/UFRGS/Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM), 2001, pp.173-208.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade, vol. 20, nº 2, julho/dezembro, 1995, pp. 71-99.

SILVA, Tomaz Tadeu da. (org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis-RJ, Vozes, 2000.

TUBERT, Silvia. Introduccion. In: TUBERT, Silvia. (ed.) Figuras de la madre. Madrid, Ediciones Cátedra, 1996, pp.7- 37.

Downloads

Publicado

2016-04-07

Como Citar

KLEIN, C. Mulher e família no Programa Bolsa-Escola: maternidades veiculadas e instituídas pelos anúncios televisivos. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 29, p. 339–364, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644830. Acesso em: 8 dez. 2021.