Problemas com os homens e problemas com a inveja do pênis: lendo Lacan na Melanésia

Autores

  • Mariza Corrêa Universidade Estadual de Campinas

Resumo

Num livro fascinante sobre a relação da poeta H.D. (Hilda Doolittle) com Freud – com quem ela fez análise em 1933 e 1934 – a crítica literária Susan Stanford Friedman (2002:237) registra as trocas de presentes entre eles. Insistindo numa carta para que a família aceitasse a oferta de Freud de mandar um filhote de Chow-Chow para sua filha, Perdita, H.D. expressa sua expectativa de que a contrapartida dessa aceitação fosse a publicação, por Freud, da sua “nova teoria”: “Sua idéia é de que todas as mulheres, e não apenas as lésbicas ou bissexuais, têm inveja do pênis.” Sentindo-se parte do grupo de mulheres pacientes que “instigavam” Freud a produzir suas teorias, e vendo nessa teoria não apenas sua participação, mas também uma grande descoberta – que ao mesmo tempo tirava as lésbicas, como ela, do gueto, e as punha no mesmo patamar das outras mulheres – H.D. queria demonstrar simpatia pelo cachorrinho, achando que uma recusa poderia, quem sabe, indispor Freud contra as lésbicas, e talvez levá-lo a repensar sua teoria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariza Corrêa, Universidade Estadual de Campinas

Num livro fascinante sobre a relação da poeta H.D. (Hilda Doolittle) com Freud – com quem ela fez análise em 1933 e 1934 – a crítica literária Susan Stanford Friedman (2002:237) registra as trocas de presentes entre eles. Insistindo numa carta para que a família aceitasse a oferta de Freud de mandar um filhote de Chow-Chow para sua filha, Perdita, H.D. expressa sua expectativa de que a contrapartida dessa aceitação fosse a publicação, por Freud, da sua “nova teoria”: “Sua idéia é de que todas as mulheres, e não apenas as lésbicas ou bissexuais, têm inveja do pênis.” Sentindo-se parte do grupo de mulheres pacientes que “instigavam” Freud a produzir suas teorias, e vendo nessa teoria não apenas sua participação, mas também uma grande descoberta – que ao mesmo tempo tirava as lésbicas, como ela, do gueto, e as punha no mesmo patamar das outras mulheres – H.D. queria demonstrar simpatia pelo cachorrinho, achando que uma recusa poderia, quem sabe, indispor Freud contra as lésbicas, e talvez levá-lo a repensar sua teoria. Apesar de, finalmente, a família de H.D. não ter aceitado o filhote, Freud não repensou sua teoria.

Referências

BERTIN, Célia. A última Bonaparte. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1989.

BLOCH, Maurice. How we think they think. Anthropological approaches to cognition, memory and literacy. Boulder, Colorado, Westview Press, 1998.

__________ From blessing to violence. History and ideology in the circumcision ritual of the Merina of Madagascar. New York, Cambridge University Press, 1996.

BORCH-JACOBSEN, Mikkel e SHAMDASANI, Sonu. Le dossier Freud.

Enquête sur l’histoire de la psychanalise. Paris, Les empêcheurs de penser en ronde/Le Seuil, 2006.

DELEUZE, G. e GUATTARI, F. O Anti-Édipo:capitalismo e psicanálise. Rio de Janeiro, Imago, 1976.

FRIEDMAN, Susan Stanford (ed.) Analyzing Freud. Letters of H.D., Bryher, and their circle. New York, New Directions, 2002.

GALLOP, Jane. Além do falo. Cadernos pagu (16), Campinas-SP, Núcleo de Estudos de Gênero-Pagu/Unicamp, 2001, pp. -.

GELLNER, E. O movimento psicanalítico ou os ardis da não- razão, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 1988.

HERDT, Gilbert. Sambia sexual culture:essays from the field. Chicago, University of Chicago Press, 1999.

__________. Guardians of the flutes. New York, McGraw-Hill, 1981.

HERDT, Gilbert e STOLLER, Robert,.Intimate communications: erotics and the study of culture. New York, Columbia University Press, 1990.

LAPLANCHE, Jean e PONTALIS, J.B. Fantasia originária, fantasia das origens, origens da fantasia. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 1988.

MOORE, Henrietta L, The subject of Anthropology. Cambrige, Polity Press, 2007.

STRATHERN, Marilyn. O gênero da dádiva. Problemas com as mulheres e problemas com a sociedade na Melanésia. Campinas, Editora da Unicamp, 2006.

TUZIN, Donald. The cassowary’s revenge: the life and death of masculinity in a New Guinea society. Chicago:University of Chicago Press, 1997.

WALLACE, Edwin. Freud and Anthropology. A history and reappraisal.

New York, International Universities Press, Inc., 1983.

Downloads

Publicado

2016-04-07

Como Citar

CORRÊA, M. Problemas com os homens e problemas com a inveja do pênis: lendo Lacan na Melanésia. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 30, p. 415–425, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644862. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Resenhas