Aos filhos de Foucault

Autores

  • Luiz Mello Universidade Federal do Ceará

Resumo

O livro aqui resenhado foi originalmente apresentado como tese de doutorado, por Antonio Crístian Saraiva Paiva1 , no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará, sob orientação de Daniel Lins, em setembro de 2004. Ao longo de suas 368 páginas, somos conduzidos pelo autor aos meandros do intensivo, microscópico, molecular, artesanal e marginal mundo dos experimentos relacionais clandestinos do amor entre homens. Com forte inspiração foucaultiana, o olhar de Paiva, que também é analista lacaniano experimentado na clínica, propõe uma sociologia das tempestades e dos interstícios para descortinar as vidas de dez casais de “homens infames”, moradores de Fortaleza, vinculados amorosa e sexualmente por relacionamentos de longo prazo. A proposta do autor é fazer uma escrita proximal e intensiva, que concede a palavra a seres invisíveis e escreve as biografias de humanos anônimos, assumindo os riscos de um fazer etnográfico que está na fronteira entre organizar confidências e arregimentar confissões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-04-07

Como Citar

Mello, L. (2016). Aos filhos de Foucault. Cadernos Pagu, (30), 427–435. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644863

Edição

Seção

Resenhas