Apresentação

Autores

  • Editorial Comitê Universidade Estadual de Campinas

Resumo

Ao apresentar sua pesquisa etnográfica a respeito das novas convenções que começam a ter vigência nas relações entre prostitutas e seus clientes, Elisabeth Bernstein usa a expressão “teatro erótico” para se referir a um dos locais das transações que analisa. Teatros eróticos, agora num sentido figurado, poderia bem ser a descrição de vários dos textos desta edição dos cadernos pagu, a começar pelo dossiê sobre tráfico de pessoas e concluindo com as resenhas aqui publicadas. Ainda que girando em torno de intrincadas manobras legais, policiais e políticas, ou de poderes privados, nos limites nacionais ou nas fronteiras internacionais, responsáveis, afinal, pelo destino de pessoas de carne e osso, é sempre ao “negócio do desejo” (Júlio Simões) que as variadas transações aqui analisadas se referem. O dossiê, que conta com a competente apresentação de Adriana Piscitelli e Marcia Vasconcelos, não só nos mostra as muitas facetas de um problema bem mais complexo do que a novela das oito nos faz crer, como vai apresentando os deslocamentos das pessoas por entre as malhas dessas redes tramadas bem longe delas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-04-11

Como Citar

COMITÊ, E. Apresentação. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 31, p. 7–8, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644870. Acesso em: 17 jan. 2021.

Edição

Seção

Apresentação