Virando “branca” e subvertendo a ordem? Gênero e transformação no Alto Rio Negro

  • Carolina Branco de Castro Ferreira Universidade Estadual de Campinas

Resumo

O livro De Volta ao Lago de Leite: gênero e transformação no Alto Rio Negro foi originalmente apresentado como tese de doutorado por Cristiane Lasmar no Programa de Pós Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, sob a orientação de Bruna Franchetto. Ao longo de suas 285 páginas somos levados pela autora a refletir sobre as transformações que ocorrem no modo de vida quando os/as indígenas deixam suas comunidades, situadas ao longo da faixa ribeirinha dos rios Uaupés e Negro, e passam a residir na cidade amazônica de São Gabriel da Cachoeira.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Branco de Castro Ferreira, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Mestrado em Ciências Sociais pela UEL, Doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com pesquisa financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e Pós-Doutorado pela Universitat Rovira - Virgili (Catalunya/Espanha) com pesquisa financiada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Referências

BOURDIEU, Pierre. O camponês e seu corpo. Revista de Sociologia e Política, número 26, UFPR, 2006.

CARNEIRO DA CUNHA, Manuela. Os mortos e os outros: uma análise do sistema funerário e da noção de pessoa entre os índios Krahó. São Paulo, Hucitec, 1978.

OVERING, Joana Kaplan. Endogamy and the marriage alliance: a note on continuity in kindred-based groups. Man, vol. 8, nº 4, dec. 1973.

RIVIÈRE, Peter. The amerindianization of descent and affinity. L’Homme, avril-décembre-XXXIII, 1993.

SCHNEIDER, David M. American kinship. A cultural account. 2ª ed.

Chicago/Londres, The University of Chicago Press, 1980.

SEEGER, Antony; DAMATTA, Roberto; VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A construção da pessoa nas sociedades indígenas brasileiras. In: OLIVEIRA FILHO, João Pacheco de. (org.) Sociedades indígenas e indigenismo no Brasil. Rio de Janeiro, Marco Zero, 1987.

STRATHERN, Marilyn. After Nature. English Kinship in the late Twentieth Century. Cambridge, Cambridge University Press, 1992.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. O problema da afinidade na Amazônia.

In: A inconstância da alma selvagem. São Paulo, Cosac Naify, 2002a.

__________. Atualização e contra-efetuação virtual: o processo do parentesco. In: A inconstância da alma selvagem. São Paulo, Cosac Naify, 2002b.

Publicado
2016-04-11
Como Citar
Ferreira, C. B. de C. (2016). Virando “branca” e subvertendo a ordem? Gênero e transformação no Alto Rio Negro. Cadernos Pagu, (33), 379-391. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644933
Seção
Resenhas