Banner Portal
Jeitos de corpo: cor/raça, gênero, sexualidade e sociabilidade juvenil no centro de São Paulo

Palavras-chave

Diferença. Cor/Raça. Gênero. Sexualidade. Estilo

Como Citar

SIMÕES, Júlio Assis. Jeitos de corpo: cor/raça, gênero, sexualidade e sociabilidade juvenil no centro de São Paulo. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 35, p. 37–78, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644966. Acesso em: 27 maio. 2024.

Resumo

Neste texto discutimos resultados de partes da pesquisa realizada em São Paulo entre 2006 e 2008, dentro do projeto mais amplo, “Relations among ‘race’, sexuality and gender in different local and national contexts”. Comparamos espaços de sociabilidade juvenil reconhecidos como homo e heterossexuais na região do centro histórico da cidade, tendo por fio condutor os modos como marcadores de diferença referidos a cor/raça, classe, gênero e sexualidade operam para classificar frequentadores, numa lógica de produção de sujeitos desejáveis (ou não) e de preferências de parcerias afetivo-sexuais; assim como para ordenar padrões de interação Refletimos sobre os modos e condições em que essas diferenças – que informam e constroem representações de hierarquia e discriminação – são agenciadas por determinados sujeitos em campos específicos de relações, tendo em vista suas trajetórias sociais.

Abstract

In this article, we discuss the results of ethnographic research undertaken in areas with concentrated recreational venues frequented by diverse youth groups (homo- and heterosexual) in the Historic Downtown of São Paulo. This material is part of the larger “Relationships between race, gender and sexuality in different national and local contexts” research initiative. We consider how markers of difference associated with color/race, class, gender and sexuality operate not only to classify the young men and women who engage in erotic sociability in the places we investigated – producing (un)desirable subjects and indicating affective-sexual preferences – but also work to order patterns of social interaction. We reflect on what ways and under what conditions differences (which can, of course, inform and construct hierarchical and discriminatory relationships) are employed by certain subjects in specific relational fields, given certain social trajectories.

Key Words: Difference, Color/Race, Gender, Sexuality, Style

Downloads

Não há dados estatísticos.