Banner Portal
Beijos, atos, orgasmos e telas: o sexo em exibição*

Como Citar

PARREIRAS, Carolina. Beijos, atos, orgasmos e telas: o sexo em exibição*. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 35, p. 371–378, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644976. Acesso em: 17 jun. 2024.

Resumo

Se há um tema recorrente nos escritos de Linda Williams, este certamente é o sexo. Já em 1989, ano da publicação de seu mais conhecido livro – Hard Core. Power, pleasure, and the “frenzy of the visible” –, ela traça como objetivo entender as diferentes configurações do gênero pornográfico, especificamente as produções cinematográficas heterossexuais hard-core1 (comerciais ou não, como é o caso dos stag movies2 ) e desse modo contribuir para a escrita de um viés da história desse que é considerado por muitos uma parte menor ou menos importante do cinema. Sob a influência do pensamento de Foucault, ela acredita que os filmes pornográficos seriam mais um exemplo dos intricados mecanis

Referências

WILLIAMS, Linda. Hard Core. Power, pleasure, and the “frenzy of the

visible”. Berkeley/Los Angeles/London, University of California Press,

Downloads

Não há dados estatísticos.