Banner Portal
Sujeitos e objetos do sucesso: antropologia do Brasil emergente

Como Citar

POLAZ, Karen. Sujeitos e objetos do sucesso: antropologia do Brasil emergente. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 35, p. 389–398, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644978. Acesso em: 16 jul. 2024.

Resumo

O emergente é hoje um símbolo do sucesso. Não importa de onde você veio – de Cascadura ou de Bonsucesso, importa onde você está. Não adianta vir da Suíça e ir sabe Deus aonde – melhor nem citar o nome do lugar. O importante é estar bem com seu sucesso. Os conceitos sobre emergência mudaram muito. O importante agora é ser qualificado como „produtivo‟, seja você tradicional ou emergente. Se você é tradicional e não produz, não será nada. Da mesma forma, se você é emergente, não pode parar de emergir!

Referências

DOUGLAS, Mary & ISHERWOOD, Baron. O Mundo dos Bens: para uma antropologia do Consumo. Rio de Janeiro, Editora UFRJ, 2009.

ELIAS, Norbert & SCOTSON, John L. Os estabelecidos e os outsiders. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2000.

LIMA, Diana N. O. Ethos “emergente”: as pessoas, as palavras e as coisas. Horizontes antropológicos, vol. 13, nº 28, Porto Alegre, jul./dez., 2007, pp.175-202.

Downloads

Não há dados estatísticos.