Banner Portal
“As mulheres são más” : pessoa, gênero e doença no sul de Moçambique

Palavras-chave

Moçambique. Gênero. Parentesco. Feitiçaria. Doença

Como Citar

PASSADOR, Luiz Henrique. “As mulheres são más” : pessoa, gênero e doença no sul de Moçambique. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 35, p. 177–210, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644986. Acesso em: 16 jun. 2024.

Resumo

Partindo de um caso de doença e morte atribuídas à feitiçaria, o artigo analisa as articulações entre pessoa, gênero e doença que operam no Sul de Moçambique, onde as mulheres são tradicionalmente temidas e acusadas de produzirem malefícios através de feitiços

Abstract

Taking a case of illness and death attributed to sorcery, the article examines the connections between personhood, gender and disease in Southern Mozambique, where women are traditionally feared and accused of producing evil through spells.

Key Words: Mozambique, Gender, Kinship, Witchcraft, Illness

Referências

BAGNOL, Brigitte. Gender, Self, Multiple Identities, Violence and Magical Interpretations in Lovolo Practices in Southern Mozambique. Thesis for Ph.D. Degree in Social Anthropology. Department of Social Anthropology, University of Cape Town, 2006.

BUTLER, Judith. Gender Trouble: Feminism and the Subversion of Identity. New York, London, Routledge, 1990.

COMAROFF, John L. & COMAROFF, Jean. On Personhood: an Anthropological Perspective from Africa. Social Identities, 7(2), 2001, pp.267-283.

DELEUZE, Gilles & GUATTARI, Félix. Mille Plateaux: Capitalisme et Schizophrenie. Paris, Editions de Minuit, 1980.

DOUGLAS, Mary. Powers and Dangers. In: Purity and Danger: An analysis of the Concepts of Pollution and Taboo. London, Routledge, 2002 [1966], pp.117-140.

FAUSTO, Carlos. Inimigos fiéis: história, guerra e xamanismo na Amazônia. São Paulo, EDUSP, 2001.

GEFFRAY, Christian. La cause des armes au Mozambique: anthropologie d'une guerre civile. Paris/Nairobi, Karthala/ CREDU, 1990.

GOODMAN, Nelson. Ways of Worldmaking. Indianapolis, Hackett, 1978.

HELGESSON, Alf. The Tswa Response to Christianity. Dissertation for Master Degree, Faculty of Arts, University of Witwatersrand, Johannesburg, 1971.

HONWANA, Alcinda Manuel. Espíritos vivos, tradições modernas: Possessão de espíritos e reintegração social pós-guerra no Sul de Moçambique. Maputo, Promédia, 2002.

JARDIM, Marta. De sogra para nora para sogra: Redes de comércio e de família em Moçambique. Cadernos Pagu (29), Campinas-SP, Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, 2007, pp.139-170.

JUNOD, Henri A. The Life of a South African Tribe. vols. I and II.

Montana, Kessinger Publishing, 2003 [1926].

MENESES, Maria Paula. “Quando não há problemas, estamos de boa saúde, sem azar nem nada”: para uma concepção emancipatória da saúde e das medicinas. In: SANTOS, Boaventura de Sousa & CRUZ E SILVA, Teresa. Moçambique e a reinvenção da emancipação social.

Maputo, Centro de Formação Jurídica e Judiciária, 2004, pp.77-110.

__________; FUMO, Joaquim; MBILANA, Guilherme & GOMES, Conceição.

As autoridades tradicionais no contexto do pluralismo jurídico. In: SANTOS, Boaventura de Sousa & TRINDADE, João Carlos. (eds.) Conflito e transformação social: Uma paisagem das justiças em Moçambique, 1° Volume. Porto, Edições Afrontamento, 2003, pp.341-425.

PASSADOR, Luiz Henrique. “Tradition”, Person, Gender and STD/HIV/AIDS in Southern Mozambique. Cadernos de Saúde Pública, 25(3), 2009a, pp.687-693.

__________. “Eating Alone” or When Modernity Feeds Tradition: Money and Magic in Southern Mozambique. VIBRANT, 5(2), 2009b, pp.100- 129 [http://www.vibrant.org.br].

_________. & THOMAZ, Omar Ribeiro. Raça, sexualidade e doença em Moçambique. Revista Estudos Feministas, 14(1), 2006, pp.263-286.

STRATHERN, Marylin. The Gender of the Gift: Problems with Women and Problems with Society in Melanesia. Berkeley, University of California, 1988.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A inconstância da alma selvagem – e outros ensaios de antropologia. São Paulo, Cossac & Naify, 2002.

WEBSTER, David J. Agnation, Alternative Structures, and the Individual in Chopi Society. Dissertation for Doctor Degree of Philosophy, Faculty of Arts, Rhodes University, Grahamstown, 1976

Downloads

Não há dados estatísticos.