Homens e mulheres com H(GH)1 : gênero, masculinidades e anabolizantes em jornais e revistas de 2010

  • Patricia Silveira Farias Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Gênero. Masculinidade. Mídia. Esteroides Anabolizantes

Resumo

Este artigo discute as representações de corpo e gênero articuladas ao uso de substâncias anabolizantes nos meios de comunicação. Para isso, tomou-se como objeto o material jornalístico publicado no ano de 2010, disponível no acervo institucional da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. O material analisado indicou que o imperativo do corpo forte se faz presente como o mote para o uso de anabolizantes, tanto para homens como para mulheres, e que, nesse movimento, os jornais e revistas desempenham papel significativo na disseminação de uma corporalidade hiperviril.

Abstract

The present paper discusses body and gender representations in the media connected to the use of steroids. We took as our subject the content of news and magazines published in 2010, available at the Oswaldo Cruz Foundation collection in Rio de Janeiro, Brazil. Our analysis allows us to indicate that the emphasis in the paradigm of a strong body is directed to both men and women and that news and magazines feature a significant role in the dissemination of a hypervirile corporality.

Key Words: Gender, Masculinity, Media, Steroids.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Silveira Farias, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Possui graduação em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1985), mestrado em Teoria da Cultura pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994), doutorado em Antropologia Cultural pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999) e pós-doutorado pelo Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC/UFRJ, 2012). Ganhadora do Prêmio Carioca de Pesquisa da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, com sua tese de doutorado "Pegando uma cor na praia: relações raciais e classificação de cor na cidade do Rio de Janeiro".

Referências

A ESPERA de um milagre. Rio de Janeiro, O Globo. s/n, 21 de novembro de 2010, p.52.

A UM clique do crime. Brasília, Correio Brasiliense, 20/10/2010, p. 9.

AGÊNCIA Fiocruz de notícias. Disponível em: <http://www.fiocruz.br/ccs/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?tpl=home>.

Acessado em: 2 de set. de 2011.

ANTIDOPING flagra pela primeira vez hormônio do crescimento humano.

Rio de Janeiro, O Globo, 23 de fevereiro de 2010, p. 28.

ATESTADO para esportes será mais exigente. São Paulo, Folha de S.

Paulo, 11 de maio de 2010, p. C5.

BAUER, Jairo. Músculos que vêm fácil têm um preço alto. São Paulo, Coluna Sexo e Saúde, Folha de S. Paulo, 18 de outubro de 2010.

BECKER, Howard S. Outsiders: estudos de sociologia do desvio. Rio de Janeiro, Editora Zahar, 2008.

BOMBAS de verdade. São Paulo, Folha de S. Paulo, 23 de março de 2010, pp.6-8.

BOURDIEU, Pierre. Os usos sociais da ciência. Por uma sociologia clínica do campo científico. São Paulo, Editora da Unesp, 2004.

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero: Feminismo e subversão. Rio de Janeiro, Editora Civilização Brasileira, 2010.

CARLINI, Elisardo A, et al. II Levantamento Domiciliar sobre o Uso de Drogas Psicotrópicas no Brasil: estudo envolvendo as 108 maiores cidades do país, 2005. São Paulo, Editora CEBRID/UNIFESP, 2007.

CECCHETTO, Fátima R. A sina de ser forte. Corpo, sexualidade e saúde entre lutadores de jiu-jítsu no Rio de Janeiro. In: HEILBORN, Maria Luiza et al. (org.). Sexualidade, Reprodução e Saúde. Rio de Janeiro, Editora FGV, 2009, pp.509-534 CECCHETTO, Fátima R. et al. Onde os fracos não têm vez: discursos sobre anabolizantes, corpo e masculinidades em uma revista especializada.

Physis, Revista de Saúde Coletiva 22 (3), Rio de Janeiro, 2012, pp.873-893.

CONNELL, Robert. W. Masculinities. Berkeley, University of California Press, 1995.

DROGAS são um perigo para atletas. São Paulo, Folha de S. Paulo, 21 de julho de 2010, p. 24.

ESCOHOTADO Antonio. O livro das drogas. Usos e abusos, preconceitos e desafios. São Paulo, Dynamis Editorial, 1997.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro, Editora Guanabara, 1989.

GOFFMAN, Erving. Gender Advertisements. New York, Harper and Row, 1979.

GOLDENBERG, Mirian. Nu & Vestido: 10 Antropólogos revelam a cultura do corpo carioca. Rio de Janeiro, Editora Record, 2002.

GRAHAM, M.R. et al. Homocysteine induced cardiovascular events: a consequence of long term anabolic‐androgenic steroid (AAS) abuse.

Br J Sports Med. 40(7), jul 2006, pp.644–648.

HALL, Stuart. Representation: cultural representation and signifying practices. London/New York, Sage, 1997.

HEILBORN, Maria Luiza e CARRARA, Sérgio. Em cena, os Homens...

Revista Estudos Feministas vol. 6, nº2, Florianópolis-SC, 1998, pp.371-374.

HEILBORN, Maria Luiza et al. (Org.). Sexualidade, Reprodução e Saúde.

Rio de Janeiro, Editora FGV, 2009.

INTERNATIONAL OLYMPIC COMMITTEE. Analysis of Non-Hormonal Nutritional Supplements for Anabolic-Androgenic Steroids – An International Study – An investigation of the IOC accredited doping laboratory Cologne, Germany. The investigation was funded by the IOC. Disponível em: <http://www.olympic.org/Documents/Reports/EN/en_report_324.p df>. Acesso em: 10 jun de 2012 IRIART, JAB; ANDRADE, T. M. Musculação, uso de esteroides anabolizantes e percepção de risco entre jovens fisiculturistas de um bairro popular de Salvador, Bahia, Brasil. Cadernos de Saúde Pública. Rio de Janeiro, 2002, pp.1379-1387.

KIMMEL, Michael, S. A produção simultânea de masculinidades hegemônicas e subalternas. Horizontes Antropológicos, ano 4, nº 9, Porto Alegre - RS, 1998, pp.103-117.

LE BRETON, David. Adeus ao corpo: antropologia e sociedade. CampinasSP, Papirus, 2003.

LISE ML, et al. O abuso de esteroides anabólicos androgênicos em atletismo. Revista Associação Médica Brasileira, vol. 45, nº 4, São Paulo, 1999, pp.364-70.

MALYSSE, Stéphane. Em busca dos (H)alteres-ego: olhares franceses nos bastidores da corpolatria carioca. In: Goldenberg, Mirian (org.). Nu & vestido: 10 antropólogos revelam a cultura do corpo carioca. Rio de Janeiro, Editora Record, 2002, pp.79-138.

MIGUEL BISPO A. et al. Anabolic steroid-induced cardiomyopathy underlying acute liver failure in a young bodybuilder. World Journal Gastroenterology, vol.15, nº23, 2009, pp.2920–2922.

MINAYO, Maria Cecília. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo, Editora Hucitech, 2008.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/legis/portarias/344_98.htm>. Acesso em: 23 set. 2012.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria Executiva Coordenação Nacional de DST e AIDS. A política do Ministério da Saúde para a atenção integral a usuários de álcool e outras drogas. Brasília - DF, 2003. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pns_alcool_drogas.pdf>.

Acesso em: 20 dez. 2010.

NOTO, A. R, et al. Drogas e Saúde na Imprensa Brasileira. Cadernos de Saúde Pública. Rio de Janeiro, vol. 19, nº1, 2003, pp. 69-79.

O ABUSO de hormônios causa danos graves. Rio de Janeiro, O Globo, 21 de novembro de 2010, p. 54.

PERIGO.com. Revista veja, 10 de março de 2010, pp.124-128.

POLÍCIA prende cinco suspeitos por venda ilegal de remédios. Rio de Janeiro, Extra, 20 de outubro de 2010, p. 15.

ROSSI, Clóvis. O que é jornalismo? São Paulo-SP, Editora Brasiliense, 1980.

SABINO, C. Anabolizantes: Drogas de Apolo. In: GOLDENBERG, M. et tal.

Nu & Vestido: dez antropólogos revelam a cultura do corpo carioca.

Rio de Janeiro, Editora Record, 2002, pp.139-188.

SAMAHA, AA et al. Multi-organ damage induced by anabolic steroid supplements: a case report and literature review. Journal Medical Case Reports, vol.2, nº340, 2008. Disponível em: <http://www.jmedicalcasereports.com/content/2/1/340>. Acesso em: 16 set. 2011. http://dx.doi.org/10.1186/1752-1947-2-340.

SEGREDO Íntimo. O Dia, Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 2010, p. 24.

SILVA, P.R.P.; DANIELSKI, R.; CZEPIELEWSKI, M, A. Esteroides anabolizantes no esporte. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, vol. 8, nº 6, Niterói-RJ, 2002, pp.235-243.

SOCAS, L. et al. Hepatocellular adenomas associated with anabolic androgenic steroid abuse in bodybuilders: a report of two cases and a review of the literature. British Journal of Sports Medicine, vol.39, nº5, e27, 2005. Disponível em: <http://bjsm.bmj.com/content/39/5/e27>. Acesso em: 16 set. 2011.

SUPLEMENTOS contêm substâncias proibidas. Rio de Janeiro, O Globo, 9 de setembro de 2010, p.3.

TRAVANCAS, Isabel Siqueira. O Mundo dos Jornalistas. Summus Editorial.

São Paulo, 1993.

VELHO, G. Nobres e anjos: um estudo sobre tóxicos e hierarquia. Rio de Janeiro, Editora FGV, 1998.

VÍCIO em remédio supera abuso de drogas ilícitas. São Paulo, Folha de S. Paulo, 25 de fevereiro de 2010, p.9.

ZALUAR, Alba (org.). Drogas e cidadania: repressão ou redução de riscos.

São Paulo, Editora Brasiliense, 1994

Publicado
2016-04-15
Como Citar
Farias, P. S. (2016). Homens e mulheres com H(GH)1 : gênero, masculinidades e anabolizantes em jornais e revistas de 2010. Cadernos Pagu, (42), 417-446. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8645128