Entre parteiras e buchudas: a vida social do cuidado no Melgaço, Pará

  • Rosamaria Carneiro Universidade de Brasília

Resumo

Para aqueles que têm por áreas de interesse o vasto campo da antropologia da saúde e a, consequente, pluralidade de expressões do cuidado e de bem-estar, bem como os estudos de gênero e as discussões caras à teoria antropológica – como a questão da dádiva e a problematização de pares analíticos como tradicional/cientifico –, o livro de Soraya Fleischer é uma grande oportunidade de reflexão e de atualização de indagações e possibilidades interpretativas. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosamaria Carneiro, Universidade de Brasília
Professora Adjunta do Curso de Saúde Coletiva da Universidade de Brasília, UnB e do Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde da FCE/UnB. É Doutora em Ciências Sociais pelo IFCH da UNICAMP (2011), com concentração em antropologia, e Mestre pela linha de pesquisa "Direito achado na rua" da UnB (2005). Possui Especialização em Gênero e Teoria Psicanalítica, no Brasil (UnB-2005) e no exterior (UCES/USM - Argentina/2006). Fez estágio doutoral na Universidad de Barcelona (2010). É sócia da ABA (Associação Brasileira de Antropologia), da APA (Associação Portuguesa de Antropologia), da LASA (Latin American Studies Association) e da ABRASCO (Associação Brasileira de Saúde Coletiva), tendo por áreas de interesse de pesquisa e campo de atuação: antropologia da saúde, antropologia urbana e teoria antropológica, com destaque para gênero, raça, sexualidade, reprodução e saúde coletiva.

Referências

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. São Paulo, Graal, 1993.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. São Paulo, LTR, 1989.

MAFFESOLI, Michel. Elogio à razão sensível. Rio de Janeiro, Editora Vozes, 2001.

SHOSTAK, Marjorie. Nisa. The life and words of a !kung woman. USA, Harvard, 2000.

WAGNER, Roy. A invenção da cultura. São Paulo, Cosac & Naify, 2010

Publicado
2016-04-15
Como Citar
Carneiro, R. (2016). Entre parteiras e buchudas: a vida social do cuidado no Melgaço, Pará. Cadernos Pagu, (42), 531-538. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8645133