“Não somos um simples conjunto de letrinhas” : disputas internas e (re)arranjos da política “LGBT”

  • Silvia Aguião
Palavras-chave: Sexualidade. Gênero. Estado. Políticas e direitos. Movimentos sociais

Resumo

O artigo explora a relação mutuamente constitutiva entre sujeitos e direitos, por meio da análise de alguns dos desafios, disputas e negociações internas à “coletividade LGBT”, envolvendo o acionamento de uma multiplicidade de marcadores sociais de diferença. A partir das estratégias políticas dos atores envolvidos nos debates em torno dos “direitos LGBT”, investe-se na reflexão sobre processos de criação e recriação de morfologias de Estado, mantendo-se como pano de fundo a questão de como certos “direitos” corporificam certas “identidades” e vice-versa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Aguião
Pesquisadora associada do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/UERJ) e do Laboratório Integrado em Diversidade Sexual e de Gênero, Políticas e Direitos (LIDIS/UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Referências

ABRAMS, Philip. Notes on the Difficulty of Studying the State (1977). Journal of Historical Sociology vol.1, nº1, 1988, pp.58-89.

AGUIÃO, Silvia. “Fazer-se no Estado”: uma etnografia sobre o processo de constituição dos ‘LGBT’ como sujeitos de direitos no Brasil contemporâneo. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 2014.

ALMEIDA, Guilherme S. de. Da invisibilidade à vulnerabilidade: percursos do “corpo lésbico” na cena brasileira face à possibilidade de infecção por DST e Aids. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) do Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005. ALMEIDA, G.; HEILBORN, M. L. Não somos mulheres gays: identidade lésbica na visão de ativistas brasileiras. Revista Gênero, vol.9, nº1, Niterói, UFF, 2o sem. 2008, pp.225-249.

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas. Reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo, Companhia das Letras, 2008 [1983].

AUSTIN, John Langshaw. How to do things with words. Oxford University Press, 1962.

AVRITZER, Leonardo. Um balanço da participação social no Brasil pósconstituição de 1988. In __________. Experiência democrática, sistema político e participação popular. São Paulo, Editora Fundação Perseu Abramo, 2013, pp.11-20.

BLÁZQUEZ, Gustavo. Celebraciones escolares y poéticas patrióticas: la dimensión performativa del Estado-Nación”. Revista de Antropologia vol.55, nº 2, São Paulo, USP, 2012, pp.703-746.

BOURDIEU, Pierre. O Poder simbólico. Lisboa, Difel. Rio de Janeiro, Ed. Bertrand Brasil, 1989.

______. Razões Práticas: sobre a teoria da ação. Campinas, SP, Papirus, 1996.

______. A Delegação e o Fetichismo Político. In _______. Coisas ditas. São Paulo, Ed. Brasiliense, 2004, pp.188-206.

BRASIL. Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de LGBT. Programa Brasil Sem Homofobia, Brasília – DF, 2009.

BUTLER, Judith. Excitable speech: a politics of the performative. New York, Routledge, 1997.

______. Problemas de Gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2ªed., 2008.

CARDOSO, Ruth C. L. Movimentos Sociais na América Latina. Revista Brasileira de. Ciências Sociais, vol.3, (1). São Paulo, 1987, pp.27-37.

CARRARA, Sergio; RAMOS, Silvia; CAETANO, Marcio. Política, direitos, violência e homossexualidade. 8ª Parada do orgulho GLBT. Rio de Janeiro, Pallas, 2003 ______; ______; SIMÕES, Julio A.; FACCHINI, Regina. Política, direitos, violência e homossexualidade. Rio de Janeiro, CEPESC, 2006.

COMERFORD, John. Fazendo a luta: sociabilidade, falas e rituais na construção de organizações camponesas. Rio de Janeiro, Relume Dumará, Núcleo de Antropologia da Política, 1999.

DURHAM, Eunice. Movimentos sociais: a construção da cidadania. In: ______. A dinâmica da cultura: ensaios de antropologia. São Paulo, Cosac Naify, 2004, pp 281-294, ELIAS, Norbert. Processos de formação do Estado e construção de nações. In:______. Escritos e Ensaios: Estado, Processo, Civilização. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2006, pp.153-165.

FACHINNI, Regina. Sopa de letrinhas? Movimento homossexual e produção de identidades coletivas nos anos 90. Rio de Janeiro, Garamond – Seção Garamond Universitária, 2005.

GREGORI, Maria Filomena. Prazeres Perigosos. Erotismo, gênero e limites da sexualidade. Tese (Livre Docência) – Departamento de Antropologia, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2011.

LAVALLE, Adrian G. Após a participação: nota introdutória. Lua Nova (84), São Paulo, 2011, pp.13-23.

LEITE LOPES, José Sergio; HEREDIA, Beatriz (orgs.). Movimentos sociais e esfera pública – o mundo da participação: burocracias, confrontos, aprendizados inesperados. Rio de Janeiro, CBAE, 2014, pp.211-235.

LOPES, Paulo Victor Leite. Sexualidade e construção de si em uma favela carioca: pertencimentos, identidades, movimento. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.

LUGONES, Maria Gabriela. Obrando em autos, obrando em vidas: formas e fórmulas de Proteção Judicial dos tribunais Prevencionais de Menores de Córdoba, Argentina, no começo do século XXI. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2009.

MACRAE, Edward. A construção da igualdade: identidade sexual e política no Brasil da abertura. Campinas, Editora da Unicamp, 1990. MITCHELL, Timothy. Society, Economy and the State Effect. In: SHARMA, Aradhana; GUPTA, Akhil (orgs.). The Anthropology of the State: a reader. MA, USA, Blackwell Publishing, 2006, pp.169-186.

MOUTINHO, Laura. Razão, cor e desejo: uma análise comparativa sobre relacionamentos afetivo-sexuais “inter-raciais” no Brasil e África do Sul. São Paulo, Editora da UNESP, 2004.

______. Negociando com a adversidade: reflexões sobre ‘raça’, (homos)sexualidade e desigualdade social no Rio de Janeiro. Revista Estudos Feministas 14(1), Florianópolis, UFSC, janeiro-abril, 2006, pp.103-116.

PEIRANO Mariza. Rituais como Estratégia Analítica e Abordagem Etnográfica. In: PEIRANO, M. (org.) O Dito e o Feito: Ensaios de Antropologia dos Rituais. Rio de Janeiro, Relume Dumará, 2002, pp.7-14.

PIRES, Roberto; VAZ, Alexander. Participação social como método de governo? um mapeamento das “interfaces socioestatais” nos programas federais. Rio de Janeiro: IPEA, 2012.

POLIS/INESC. Relatório final do Projeto de Pesquisa Governança Democrática no Brasil Contemporâneo. Estado e sociedade na construção de políticas públicas: a arquitetura da participação no Brasil: avanços e desafios. Polis/Inesc, São Paulo, 2011.

[<http://www.inesc.org.br/noticias/biblioteca/textos/relatorioarquitetura-da-participacao-social-no-brasil> – último acesso em: dez. 2015].

RIOS, Roger Raupp. Desenvolver os direitos sexuais – desafios e tendências na América Latina. In: CORNWALL, Andrea; JOLLY, Susie (orgs). Questões de sexualidade: ensaios transculturais. Rio de Janeiro, ABIA, 2008, pp.101-109.

ROCHA, Enid. A Constituição cidadã e a institucionalização dos espaços de participação social: avanços e desafios. In: VAZ, Flavio Tonelli; MUSSE, Juliano Sander; SANTOS, Rodolfo Fonseca (Coords.). 20 anos da constituição cidadã: avaliação e desafios da seguridade social. Brasília, ANFIP, 2008, pp. 131-148.

SOUTO, Anna Luiza Salles; PAZ, Rosangela Dias O. Novas lentes sobre a participação: utopias, agendas e desafios. São Paulo, Instituto Pólis, 2012. SOUZA LIMA, Antônio Carlos de (org.). Gestar e Gerir: estudos para uma antropologia da administração pública no Brasil. Rio de Janeiro, Relume Dumará, 2002.

SOUZA LIMA, Antonio C.; CASTRO, João P. M. Política(s) Pública(s). In: SANSONE, Livio; PINHO, Osmundo (eds.). Raça: Novas Perspectivas Antropológicas. Brasília, ABA; Salvador, EDUFBA, 2008, pp.351- 392.

SOUZA LIMA, Antonio Carlos de. Apresentação. Dossiê Fazendo Estado. Revista de Antropologia vol.55, no 2, São Paulo, USP, 2012, pp.559- 564.

TEIXEIRA, Ana Claudia. (Org.) Os Sentidos da democracia e da participação. São Paulo, Polis, 2005.

VIANNA, Adriana. Limites da Menoridade: tutela, família e autoridade em julgamento. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2002.

______. Atos, sujeitos e enunciados dissonantes: algumas notas sobre a construção dos direitos sexuais. In MISKOLCI, Richard; PELUCIO, Larissa (Org.). Discursos fora da Ordem: sexualidades, saberes e direitos. São Paulo, FAPESP/Anablume, 2012, pp.227-244.

______. Introdução: fazendo e desfazendo inquietudes no mundo dos direitos. In: VIANNA, Adriana (org). O Fazer e o Desfazer dos Direitos: experiências etnográficas sobre política, administração e moralidades. Rio de Janeiro, Epapers/Laced, 2013, pp.16-35.

Publicado
2016-06-01
Como Citar
Aguião, S. (2016). “Não somos um simples conjunto de letrinhas” : disputas internas e (re)arranjos da política “LGBT”. Cadernos Pagu, (46), 279-310. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8645824