Estranhos no paraíso: notas sobre os usos de aplicativos de busca de parceiros sexuais em San Francisco

  • Richard Miskolci Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Aplicativos de busca de parceiros. Gentrificação. Cruising. Sexo sem compromisso. Aids. Serosorting

Resumo

A partir de uma etnografia desenvolvida em San Francisco, entre janeiro e agosto de 2013, este artigo explora o uso que homens gays adultos fazem de aplicativos para busca de parceiros amorosos e sexuais. A cidade passou da contracultura à gentrificação em um processo que também transformou as formas de sociabilidade. No que se refere à busca de parceiros, passou-se do cruising ao hookup, ou seja, o uso de aplicativos reitera uma progressiva seleção de parceiros a partir de critérios morais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Richard Miskolci, Universidade Estadual de Campinas
Doutor em Sociologia pela USP, é Professor Associado de Sociologia da UFSCar e Coordenador Adjunto da Área de Sociologia/Ciências Sociais na CAPES. Miskolci é Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq e Pesquisador Colaborador do Núcleo de Estudos de Gênero Pagu da UNICAMP.

Referências

BERNSTEIN, Elizabeth. Temporarily Yours: intimacy, authenticity, and the commerce of sex. Chicago, The University of Chicago Press, 2010.

BÉRUBÉ, Alan. Coming out under fire: the history of gay men and women in world war II. Chapel Hill, University of North Carolina Press, 2010.

DÍAS-BENÍTEZ, María Elvira. Nas redes do sexo: os bastidores do pornô brasileiro. Rio de Janeiro, Zahar, 2010.

Eng, David L. The feeling of kinship: queer liberalism and the ratialization of intimacy. Durham, Duke University Press, 2010.

GAMSON, Joshua. The Fabulous Sylvester: San Francisco in the seventies. New York, Picador, 2005.

HALPERIN, David M. How to be gay. Cambridge, University of Harvard Press, 2012.

HEMMELGARN, Seth. Townhall addresses suicide, solutions. Bay Area Reporter, 06 jun. 2013

[http://www.ebar.com/news/article.php?sec=news&article=68819 - acesso em: 26 jun. 2013].

KIMMEL, Michael. Guyland: the perilous world where boys become men. New York, HarperCollins ebooks, 2008.

MCQUIRE, Scott. The media city: media, architecture and urban space. London, Sage, 2008.

MISKOLCI, Richard. Networks of Desire: the specter of aids in the secret search for same sex partners in São Paulo. Vibrant – Virtual Brazilian Anthropology, vol. 10, n. 1, Florianópolis, ABA, 2013, pp.40-70.

MISKOLCI, Richard. San Francisco e a Nova Economia do Desejo. Lua Nova –Revista de Cultura e Política, nº 91, São Paulo, CEDEC, 2014a, pp.269-295.

MISKOLCI, Richard. Negociando Visibilidades. Bagoas, vol.8, Natal, UFRN, 2014b, pp.51-78.

PUAR, Jasbir K. Terrorist Assemblages: homonationalism in queer times. Durham, Duke University Press, 2007.

RACE, Kane. Engaging in a culture of barebacking: gay men and the risk of HIV prevention. In: K. HANNAH-MOFFAT; O’MALLEY, P. (eds.) Gendered Risks. London, Glasshouse Press, 2007.

SOLNIT, Rebbeca; SCHWARZENBERG, Susan. Hollow City: the siege of San Francisco and the crisis of American urbanism. London, Verso, 2000.

Publicado
2016-11-17
Como Citar
Miskolci, R. (2016). Estranhos no paraíso: notas sobre os usos de aplicativos de busca de parceiros sexuais em San Francisco. Cadernos Pagu, (47), 270-300. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8647263