Os textos da cientista Marta Vannucci sobre o plâncton no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (1946-1969

Autores

  • Alex Gonçalves Varela Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Marta Vannucci. Gênero. Ciências. Oceanografia. Plâncton.

Resumo

Seguindo a linha de pesquisa que estuda as relações ciências e gênero, este artigo visa realizar uma reflexão sobre os estudos científicos desenvolvidos pela cientista Marta Vannucci no âmbito do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (IOUSP). Pesquisadora reconhecida à sua época, ainda não foi privilegiada pela literatura, fato que impossibilita a divulgação dos seus trabalhos. A cientista se dedicou a estudar o plâncton. Realizou viagens e excursões e, fruto dessas atividades, publicou diversos artigos no Boletim do IO-USP, que comprovam o seu empenho para a produção de conhecimento e deixam transparecer a sua ativa participação para conquistar espaço e reconhecimento no meio universitário brasileiro

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alex Gonçalves Varela, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Professor do Departamento de História da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Referências

AZEVEDO, Nara; FERREIRA, Luiz Otávio. Modernização, políticas públicas e sistema de gênero no Brasil: educação e profissionalização feminina entre as décadas de 1920 e 1940.cadernos pagu (27), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero-Pagu/Unicamp, 2006, pp.213-254.

CARVALHO, João Paiva de. Relatório da Seção de Oceanografia Biológica do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, no exercício de 1955. São Paulo, 04 de janeiro de 1956.

CHIAPPORI, Mirella Vannucci. Trajetória de Érico Vannucci Mendes, 09 de setembro de 2008 [http://evmendes.blogspot.com.br/– acessado em: 20 jul. 2015].

CORREA, Mariza. Dona Heloisa e a pesquisa de campo. Revista de Antropologia,vol.40,no1,São Paulo,1997, pp.11-54 [http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034- 77011997000100002&lng=en&nrm=iso – acessado em: 04 fev. 2016]. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-77011997000100002.

CUDISCHEVITCH, Clarice. A mulher que navegou nos “mares do mundo”. 20 de março de 2015 [http: http://www.abc.org.br/article.php3?id_article=4057 – acessado em: 20 jul 2015].

FIGUEIRÔA, Silvia F. de Mendonça. Ciência na Busca do Eldorado: A Institucionalização das Ciências Geológicas no Brasil, 1808-1907. São Paulo,Hucitec, 1997.

GARRISON, T. Fundamentos de Oceanografia. São Paulo,Cengage Learning, 2010.

LOPES, Maria Margaret. O Brasil descobre a pesquisa científica: as Ciências Naturais e os Museus no Brasil no Século XIX. São Paulo, Ed. HUCITEC, 1997.

LOPES, Maria Margaret. Sobre convenções em torno de argumentos de autoridade. cadernos pagu (27), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero-Pagu/Unicamp, 2006, pp.35-61.

LOPES, Maria Margaret;SOUSA, L. G. P. de. Mulheres nas ciências naturais: produção científica de Bertha Maria Júlia Lutz (1894-1976) a partir da década de 1940. In: SILVA, C.B. da; ASSIS, G. de O.; KAMITA, R.C. (Org.). Gênero em movimento: novos olhares, muitos lugares. Florianópolis, Ed. Mulheres, 2007, pp.59-72.

LOPES, Maria Margaret. Proeminência na mídia, reputação em ciências: aconstrução de uma feminista paradigmática e cientista normal no Museu Nacional do Rio de Janeiro.História, Ciências, Saúde – Manguinhos,vol. 15,supl.,Rio de Janeiro, 2008, pp.73-95 [http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104- 59702008000500004&lng=en&nrm=iso – acessado em: 26 jan. 2016]. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702008000500004.

LOPES, Maria Margaretet alii. Intersecções e Interações: Gênero em Ciências e Tecnologias na América Latina. In: KREIMER, P.et alii (Org.). Perspectivas latinoamericanas en el estudio social de La ciencia, la tecnología y el conocimiento. Ciudad de Mexico, Siglo XXI, 2014, pp.233-243.

MELO, Hildete Pereira de; RODRIGUES, L. M. C. S. Pioneiras da Ciência no Brasil. Rio de Janeiro, Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência, 2006.

MENDES, Erasmo Garcia;MARCUS, Ernest.Estudos Avançados,vol. 8,no22,São Paulo, 1994, pp.209-213[http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-0141994000300022&lng=en&nrm=iso – acessado em: 24 out. 2015].

SARAIVA, Elisabete Braga. A água do mar e a oceanografia. Revista USP,n° 70,São Paulo, agosto de 2006, pp.64-77.

SOMBRIO, Mariana Moraes de Oliveira;LOPES, Maria Margaret. Expedições científicas na América do Sul: a experiência de Wanda Hanke (1933-1958). Cadernos de História da Ciência – Instituto Butantan, vol. VII, n° 2, São Paulo, jul./dez. 2011.

VANNUCCI, M. Resultados científicos do cruzeiro do “Baependi” e do “Veja” à Ilha da Trindade. Boletim do Instituto Paulista de Oceanografia, vol. 1, nº 1, São Paulo, junho de 1950.

VANNUCCI, M. Hydrozoa e Scyphozoa existentes no Instituto Paulista de Oceanografia. Boletim do Instituto Paulista de Oceanografia, vol. 2, nº 1, São Paulo, janeiro de 1951.

VANNUCCI, M. Distribuição dos Hydrozoa até agora conhecidos na costa do Brasil. Boletim do Instituto Paulista de Oceanografia, vol. 2, nº 1, São Paulo, janeiro de 1951.

VANNUCCI, M. Resultados científicos do Cruzeiro do “Baependi” e do “veja” à Ilha da Trindade. Boletim do Instituto Paulista de Oceanografia, vol. 2, nº 1, São Paulo, dezembro de 1951.

VANNUCCI, M. HOSOE, K. Resultados Científicos do Cruzeiro do “Baependi” e do “Vega” à Ilha da Trindade. Chaetognatha. Boletim do Instituto Oceanográfico, vol.3, nos1-2, São Paulo, 1952.

VANNUCCI, M. Sobre Embletonia mediterrânea (costa), nudibrânquio da região lagunar de Cananéia. Boletim do Instituto Paulista de Oceanografia, vol. 4, nos 1-2, São Paulo, 1953, pp.103-126.

VANNUCCI, M. Hydrozoa e Scyphozoa existentes no Instituto Oceanográfico. Boletim do Instituto Oceanográfico, vol.5, nos1-2, São Paulo, 1954.

VANNUCCI, M. HOSOE, K. Pterosagittabesnardi Van.&Hosoe 1952 synonym of P. Draco (Krohn 1853).Boletim do InstitutoOceanográfico, vol.7,nos1-2, São Paulo, 1956.

VANNUCCI, M. On Brazilian Hydromedusae and their distribution in relation to different water masses.Boletim do Instituto Oceanográfico, vol. 8, nos 1-2, São Paulo, 1957, pp.23-109.

VANNUCCI, M. A Nova Sistemática e a Planctonologia. Boletim do Instituto Oceanográfico, vol. 8, nos 1-2, São Paulo, 1957, pp.217-223.

VANNUCCI, M. Considerações em torno das hydromedusae da região de Fernando de Noronha. Boletim do Instituto Oceanográfico, vol. 9, nos 1-2, São Paulo, 1958, pp.03-12.

VARELA, Alex Gonçalves. A institucionalização das ciências oceanográficas no Brasil: o caso do Instituto Paulista de Oceanografia (1946-1950). In: Scientiarum Historia. Congresso de História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia, 5, 2012, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2012.

VARELA, Alex Gonçalves. Gênero e Trajetória Científica: as Atividades da Cientista Marta Vannucci no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (1946-1969). Revista Gênero,vol. 13, Niterói, 2012, pp.123-142.

VARELA, Alex Gonçalves; DOMÌNGUES, Heloísa Maria Bertol; COIMBRA, Carlos Augusto. A Circulação Internacional dos Cientistas Brasileiros nos Primeiros Anos do CNPq (1951-1955). Revista Brasileira de História da Ciência, vol. 6, 2013, pp.301-319.

VARELA, Alex Gonçalves.O Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo: um capítulo do processo de emergência e consolidação das ciências oceanográficas no Brasil, 1946-1969. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, vol.21, no3, Rio de Janeiro, 2014, pp.951-970.

VARELA, Alex Gonçalves. Gênero e Trajetória Científica: as Atividades da Cientista Marta Vannuccino Instituto Oceanográfico da Universidade De São Paulo (1946-1969). Revista Brasileira de História da Ciência,vol. 8, Rio de Janeiro, 2015, pp.65-78.

XAVIER, Gilberto F.; BICUDO, José E.; BIANCONCINI, Marilene C. Erasmo Garcia Mendes, um verdadeiro acadêmico.Estudos Avançados.São Paulo,vol.15,no41,2001, pp.231-233 [http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103- 0142001000100017&lng=en&nrm=iso – acessado em: 24 out. 2015].

Publicado

2016-11-18

Como Citar

VARELA, A. G. Os textos da cientista Marta Vannucci sobre o plâncton no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (1946-1969. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 48, p. 159–182, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8648413. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê