Banner Portal
Práticas científicas e colonialismo tardio em Portugal: acerca da (in)visibilidade de género em narrativas sobre quotidianos asiáticos
PDF

Palavras-chave

Ásia. Género. Prática científica. Colonialismo. Portugal.

Como Citar

PIRES, Ema Ribeiro; NUNES, Maria de Fátima. Práticas científicas e colonialismo tardio em Portugal: acerca da (in)visibilidade de género em narrativas sobre quotidianos asiáticos. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 49, p. 58–79, 2017. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8648434. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Este artigo explora relações entre género, prática científica e representações do espaço entre académicos portugueses que trabalham na Ásia. O foco empírico é colocado na análise da prática científica de uma cientista social, Graciete Batalha, com vista a discutir o seu trabalho em comparação com outras narrativas académicas suas contemporâneas. No verão de 1974, a linguista Graciete Batalha viaja para a cidade de Malaca (Malásia) numa missão científica de aplicação de um inquérito linguístico a uma população local, a qual é caracterizada como tendo origem portuguesa. Argumentamos que o trabalho dessa linguista se posiciona numa transição entre dois diferentes modos de produção de conhecimento, o colonial e o pós-colonial.
PDF

Referências

ALATAS, Syed Farid. Alternative Discourses in Asian Social Science: Responses to Eurocentrism. New Delhi, Sage Publications, 2006.

ALVES, Carlos Miguel Botão. A Sabedoria Oriental na Obra Poética de Antero de Quental e Ensaística de Manuel da Silva Mendes. Tese (Doutorado em Literatura) – Universidade do Algarve, Macau, 2014.

ANTUNES, Luis Pequito. Maria Corinta Ferreira (1922-?) “naturalista do Museu Dr. Álvaro de Castro…”. HoST – Journal of History of Science and Technology, vol. 10, nº 1, julho 2016, pp.103–124. DOI: 10.1515/host-2016-0005

ARESTA, António. A Professora Graciette Batalha. Administração nº 51, vol. XIV, 2001-1.°, pp.277-294.

ARESTA, António. A professora Graciete Batalha. Macau, Instituto Internacional de Macau, 2010.

BARATA, Óscar Soares. Os Noventa Anos do ISCSP: Dos Estudos Coloniais ao Desafio do Sul. ISCSP: 90 anos. Lisboa, ISCSP, 1996, pp.23-37.

BATALHA, Graciete N. O Inquérito Linguístico Boléo em Malaca: O Chão de Padre e Seus Moradores Portugueses. Separata de Biblos, LVII, Coimbra, Faculdade de Letras/Universidade de Coimbra, 1981, pp.25-63. [Homenagem a M. Paiva Boléo]

BATALHA, Graciete N. Situação e perspectivas do português e dos crioulos de origem portuguesa na Ásia Oriental (Macau, Hong Kong, Malaca, Singapura, Indonésia). In: Congresso sobre a Situação Actual da Língua Portuguesa na Mundo. Actas..., vol. I, Lisboa, Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, 1985, pp.287-303.

BATALHA, Graciete. Malaca: o Chão de Padre e os Seus Moradores ‘Portugueses’. Separata de Biblos LVII. Macau, Imprensa Nacional, 1986 [1981].

BATALHA, Graciete. Bom dia, s'tora!: Diário duma professora em Macau. Colecção Rua Central. Macau, Instituto Português de Macau, 1991.

BAXTER, Alan. Introdução. In: RÊGO, A. da Silva. Dialecto Português de Malaca e outros escritos. Lisboa, Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1998, pp.11-44.

BERNARDES, José António Cardoso. A Filologia perene e o ideal da bata branca. In: CONDÉ, Valéria Gil; MONGELLI, Lênia Márcia; VIEIRA, Yara Frateschi (orgs). Carolina Michaelis de Vasconcelos: Uma Homenagem, São Paulo, FFCH-USP, 2015, pp.47-66.

BLICKENSTAFF, Jacob Clark. Women and science careers: leaky pipeline or gender filter? Gender and Education, vol. 17, no 4, Taylor & Francis Ltd., outubro 2005, pp. 369-386.

CHENG, Christina Miu Bing. Macau: A Cultural Janus. Hong Kong University Press, 1999.

CONDÉ, Valéria Gil; MONGELLI, Lênia Márcia; VIEIRA, Yara Frateschi (org.). Carolina Michaëlis de Vasconcelos: uma homenagem. São Paulo, NEHiLP/FFLCH/USP, 2015 [http://www.usp.br/nehilp/livros/Carolina_Michaelis.pdf].

CZOPEK, Natalia. Os portugueses em Macau no século XVIII. Considerações sobre um encontro de culturas. Romanica Cracoviensia, 14, 2014, pp.153–167. [consultável em www.ejournals.eu/Romanica-Cracoviensia].

DELILE, Maria Manuela Gouveia. Carolina Michaellis de Vasconcelos: um perfil. In: CONDÉ, Valéria Gil; MONGELLI, Lênia Márcia; VIEIRA, Yara Frateschi (org.). Carolina Michaëlis de Vasconcelos: uma homenagem. São Paulo, NEHiLP/FFLCH/USP, 2015, pp.121-144.

GRACIETE Byatalha. Catálogo da Exposição Fotobibliográfica e Documental: 23 de Novembro a 9 de Dezembro. Coord. Jorge de Abreu Arrimar. Trad. Chu Pan, Tang Yuk Ling. Macau, Ed. Biblioteca Central de Macau, 1995.

GORNICK, Vivian. Women in Science. Nova Iorque, The Feminist Press, 2009.

GRANDA, Gérman de. La tipologia “criolla” de dos hablas del área linguística hispanica. Thesaurus. Boletim Del Institutto Caro Y Cuervo, Tomo XXIII, nº 2, 1968, pp.194-205.

HISTÓRIA da língua portuguesa. Manuel De Pavia Boleo. – Biografia. [http://cvc.instituto-camoes.pt/hlp/biografias/pboleo.html]

HOLM, John. In Memoriam Graciette Nogueira Batalha. PAPIA: Revista Brasileira de Estudos Crioulos e Similares, vol. 3, 1994, pp.106-197. [http://www.revistas.fflch.usp.br/papia/article/view/1767/1578]

HOMENAGEM ao Doutor Manuel de Paiva Boléo. Biblos, 58, 1982, pp. 512–16; Biblos, 68, 1992, pp.646–49.

LAMPHERE, Louise; RAGONÉ, Helena; ZAVELLA, Patricia. Introduction. In:______.(eds.) Situated Lives: gender and culture in everyday life. Londres, Routledge, 1997, pp.1-19.

LOPES, Maria Margaret. Gender, Collecting practices, Museums. HoST – Journal of History of Science and Technology, vol. 10, n° 1, julho 2016, pp.1-9. ISSN 1646-7752, DOI:10.1515/host-2016-0001

NUNES, Maria de Fátima. Carolina Michaelis de Vasconcelos – a construção científica nas Ciências Humanas na esfera do Positivismo. In: HENRIQUES, Fernanda (ed.) Género, Diversidade e Cidadania. Colibri, Chideus, 2007, pp.89-100.

RÊGO, A. da Silva. O dialecto português de Malaca e outros escritos. Lisboa, Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1998 [1942].

SARMENTO, Clara (ed). Women in the Portuguese Colonial Empire: the theatre of Shadows. Cambridge Scholar Publishing, 2008.

SELBACH, Rachel; CARDOSO, Hugo C.; BERG, Margot van den (ed.). Gradual Creolization: Studies Celebrating Jacques Arends. Amsterdam; Philadelphia, Ed. John Benjamin B.V., 2009.

SILVA, Cristina Pinto da. Battle Against Silence: the diary fo Graciette Nogueira Batalha, a teacher in Macao. In: SARMENTO, Clara (ed). Women in the Portuguese Colonial Empire: the theatre of Shadows. Cambridge Scholar Publishing, 2008, pp.145-152.

STRATHERN, Marilyn. O gênero da dádiva: problemas com mulheres e problemas com a sociedade na Melanésia. Campinas-SP, Editora da Unicamp, 2006 [1988].

Downloads

Não há dados estatísticos.