Exorcizando um fantasma: os interesses por trás do combate à “ideologia de gênero”

  • Richard Miskolci Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Ideologia de Gênero. Grupos de Interesse. Empreendedores Morais. Cruzada Moral. Direitos Humanos.

Resumo

A perseguição à filósofa Judith Butler em sua visita ao Brasil no final de 2017 revelou o poder do fantasma da chamada “ideologia de gênero”, um espectro que serve de eixo articulador de diferentes grupos de interesse que lutam contra o avanço dos direitos sexuais e reprodutivos. Este artigo busca identificar esses grupos e seus interesses, analisar sua aliança e a gramática política de sua atuação. O texto traz elementos históricos para retraçar a emergência da campanha contra os direitos sexuais em nosso país, assim como analisar sociologicamente as condições que permitiram sua disseminação como cruzada moral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Richard Miskolci, Universidade Estadual de Campinas
Pesquisador colaborador no Núcleo de Estudos de Gênero Pagu - UNICAMP, Campinas, SP, Brasil.

Referências

ALMEIDA, Ronaldo. A onda quebrada – evangélicos e conservadorismo. cadernos pagu (50), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero Pagu-Unicamp, 2017 [https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/ 8650718 – acesso em: 01 dez. 2017].

ALVAREZ, Sonia. Para além da sociedade civil: reflexões sobre o campo feminista. cadernos pagu (43), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero Pagu-Unicamp, 2014, pp.13-56.

BALIEIRO, Fernando F. “Não se meta com meus filhos”: da invenção à disseminação do fantasma da “ideologia de gênero”. cadernos pagu (53), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero Pagu-Unicamp, 2018.

BENTO, Berenice. Afeto, Butler e os Neo TFPistas. Cult, 30 out. 2017 [https://revistacult.uol.com.br/home/afeto-judith-butler-neotfpistas/ – acesso em: 02 dez. 2017].

BUTLER, Judith. Contagious Word: paranoia and “homosexuality” in the Military. In: BUTLER, Judith. Excitable Speech – a politics of performative. New York/London, Routledge, 1997, pp.103-126.

BUTLER, Judith. O Fantasma do Gênero. Folha de S. Paulo, 19 nov. 2017 [http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2017/11/1936103-judithbutler-escreve-sobre-o-fantasma-do-genero-e-o-ataque-sofrido-nobrasil.shtml – acesso em: 19 nov. 2017].

CORRÊA, Sônia. Algumas palavras sobre Ideologia de gênero: rastros perdidos e pontos cegos. In: Colóquio Gênero Ameaça(n)do. Análises e Resistências, 30 e 31 out. 2017, Rio de Janeiro [https://youtu.be/VWBj6GX2Umo – acesso em: 22 nov. 2017].

DIP, Andrea. Existe ideologia de gênero? Entrevistada: Jimena Furlani. Pública, Agência de Jornalismo Investigativo, 30 ago. 2016 [https://apublica.org/2016/08/existe-ideologia-de-genero/ – acesso em: 23 nov. 2017].

JUNQUEIRA, Rogério Diniz. “Ideologia de gênero”: a gênese de uma categoria política reacionária – ou a promoção dos direitos humanos se tornou uma ameaça à “família natural”? In: RIBEIRO, Paula R. C.; MAGALHÃES, Joanalira C. (ed.). Debates contemporâneas sobre a educação para a sexualidade. Rio Grande, Editora da FURG, 2017, pp.25-52.

MIGUEL, Luis Felipe. Da “doutrinação marxista” à “ideologia de gênero” – Escola sem Partido e as leis da mordaça no parlamento brasileiro. Direito & Práxis vol.7, no15, Rio de Janeiro, 2016, pp.590-621.

MISKOLCI, Richard; CAMPANA, Maximiliano. “Ideologia de gênero”: notas para a genealogia de um pânico moral contemporâneo. Sociedade e Estado vol.32, no3, Brasília, Departamento e Programa de PósGraduação em Sociologia, 2017, pp.723-745.

MISKOLCI, Richard. Sociologia digital: notas sobre pesquisa na era da conectividade. Contemporânea – Revista de Sociologia da UFSCar vol. 6, no2, São Carlos, Departamento e Programa de Pós-Graduação em Sociologia, 2016, pp.275-297.

PEREIRA, Pedro Paulo Gomes. Judith Butler e a Pomba Gira. cadernos pagu (53), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero PaguUnicamp, 2018.

PRANDI, Reginaldo; SANTOS, Renan William dos. Quem tem medo da bancada evangélica? Posições sobre moralidade e política no eleitorado brasileiro, no Congresso Nacional e na Frente Parlamentar Evangélica. Tempo Social – Revista de Sociologia da USP vol. 29, no 2, São Paulo, Departamento e Programa de Pós-Graduação em Sociologia, 2017, pp.181-214.

Publicado
2018-09-13
Como Citar
Miskolci, R. (2018). Exorcizando um fantasma: os interesses por trás do combate à “ideologia de gênero”. Cadernos Pagu, (53). Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8653409
Seção
Debate