Banner Portal
Contextos de formação
PDF
PDF (English)

Palavras-chave

Mariza Corrêa
Violência de gênero
Famílias brasileiras.

Como Citar

GREGORI, Maria Filomena. Contextos de formação: a importância de Mariza Corrêa para uma geração. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 54, p. e185404, 2018. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8656208. Acesso em: 21 maio. 2024.

Resumo

Este artigo em homenagem a Mariza Corrêa traz um depoimento pessoal sobre o ambiente político e de discussão na Unicamp do final dos anos 70. Examina também as contribuições dessa grande antropóloga em seus primeiros estudos, seja para o desenvolvimento das pesquisas qualitativas sobre violência de gênero no Brasil, seja para uma abordagem crítica às investigações sobre família.

PDF
PDF (English)

Referências

ARDAILLON, Danielle. O salário da liberdade – profissão, maternidade, negociações para uma igualdade na diferença. São Paulo: Annablume, 1997.

CORRÊA, Mariza. Para uma história social da família brasileira (mimeo).

CORRÊA, Mariza. Os atos e os autos: representações jurídicas de papéis sexuais. Dissertação (Mestrado em Antropologia), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 1975.

CORRÊA, Mariza. Morte em família – representações jurídicas de papéis sexuais. Rio de Janeiro, Graal, 1983.

CORRÊA, Mariza. Repensando a família patriarcal brasileira. In: CORRÊA, Mariza. Colcha de Retalhos (ed). Campinas, Editora da Unicamp, 1994.

CORRÊA, Mariza. As ilusões da liberdade. São Paulo, IFAN/CDAPH/Universidade São Francisco e Fapesp, 1998.

CORRÊA, Mariza. Do feminismo aos estudos de gênero no Brasil: um exemplo pessoal. cadernos pagu (16), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero-Pagu/Unicamp, 2001, pp.13-31.

DURHAM, Eunice. Família e reprodução humana. In: FRANCHETTO, B. et alli (org.). Perspectivas Antropológicas da Mulher 3. Rio de Janeiro: Zahar, 1983.

FIQUEIRA, Sérvulo Augusto. Uma nova família? O moderno e o arcaico na família de classe média brasileira. Rio de Janeiro: Zahar, 1987.

FONSECA, Ana Maria Medeiros da. Família e política de renda mínima. São Paulo: Cortez, 2001.

FONSECA, Claudia. A história social no estudo da família: uma excursão interdisciplinar. Bib (27), 1989.

FOUCAULT, Michel. Moi Pierre Rivière, Ayant Égorgé ma Mére, ma Soeur et mon Frère. Paris: Ed. Gallimard/Julliard, 1973.

FOUCAULT, Michel. A verdade e as formas jurídicas. Cadernos da PUC (16), Rio de Janeiro: PUC, 1974.

FUKUI, Lia. Estudos e pesquisas sobre família no Brasil. BIB (10), São Paulo: Anpocs, 1980.

GREGORI, Maria Filomena. Cenas e queixas. Um estudo sobre mulheres, relações violentas e a prática feminista. Rio de Janeiro: Paz e Terra/Anpocs, 1993.

HEILBORN, Maria Luiza. Dois é par – gênero e identidade sexual em contexto igualitário. Rio de Janeiro: Garamont, 2004.

MOREIRA LEITE, Miriam. Retratos de família. São Paulo: Edusp, 1993.

PEIXOTO, Clarice et alli (org.). Família e individualização. Rio de Janeiro: FGV editora, 2000.

PISCITELLI, Adriana. Nas fronteiras do natural: gênero e parentesco. In: Revista Estudos Feministas (6), 1998.

PONTES, Heloísa. Do palco aos bastidores. Dissertação (Mestrado em Antropologia), Universidade Estadual de Campina, 1986.

ROCHA, Maria Lucia. Tecendo por trás dos panos: a mulher brasileira nas relações familiares. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

RODRIGUES, Arakcy Martins. Operário, operárias. São Paulo: Símbolo, 1978.

SÂMARA, Eni de Mesquita. A família brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1998.

SARTI, Cinthia. A família como espelho: um estudo sobre a moral dos pobres. São Paulo: Editora Autores Associados, 1996.

TORRES, Ana Claudia et alli (org.). Família em processos contemporâneos: inovações culturais na sociedade brasileira. São Paulo: Loyola, 1995.

WOOLF, Virginia. Orlando. São Paulo: Editora Nova Fronteira, 1978.

Downloads

Não há dados estatísticos.