Os feminismos de Mariza Corrêa

Palavras-chave: Feminismos, Militância, Estudos de gênero.

Resumo

Mariza Côrrea, como a seleção de textos com os quais apresento algumas das dimensões de seus feminismos pretende comprovar, alargou as perspectivas de análise da antropologia e do próprio feminismo. A profundidade de sua visão e abrangência de seus temas de interesse, sua incrível perspicácia e capacidade de aprofundamento das questões fazem dela uma leitura obrigatória. Extremamente sensível às complexas estruturas dos sistemas de dominação e suas estratégias, Mariza sempre foi alerta com respeito a quaisquer formas de biologização das diferenças sociais em nome do racismo, do machismo e da homofobia. Sua compreensão de que o feminismo deveria ser uma ação militante e não a cristalização das mulheres no papel de vítima indefesa; sua enorme capacidade de leitura e sua criatividade fizeram dela uma interlocutora privilegiada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lygia Quartim de Moraes, Universidade Estadual de Campinas

Professora do Departamento de Sociologia, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Referências

ARAÚJO, Maria Paula Nascimento. A luta democrática contra o regime militar na década de 1970. In: Reis, A.R., Ridenti, M. e Motta, R.P.S. (Org.) O golpe e a ditadura militar 40 anos depois (1964-2004), Bauru-SP, EDUSC, 2004.

CORRÊA, Mariza. Repensando a família patriarcal brasileira. Cadernos de Pesquisa (37), São Paulo, Maio, 1981a.

CORRÊA, Mariza. Os crimes da paixão. São Paulo, Editora Brasiliense, 1981b.

CORRÊA, Mariza. Mulher & política: um debate sobre a literatura recente. BIB, no 18, Rio de Janeiro, 2º Semestre 1984, pp. 27/44.

CORRÊA, Mariza. A propósito de Pagu. cadernos pagu (1), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, 1993.

CORRÊA, Mariza. A natureza imaginária do gênero na história da antropologia cadernos pagu (5), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, 1995.

CORRÊA, Mariza. Uma pequena voz pessoal. cadernos pagu (11), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, 1998.

CORRÊA, Mariza. Apresentação ao dossiê Simone de Beauvoir e os feminismos do século XX. cadernos pagu (12), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, 1999.

CORRÊA, Mariza. Do feminismo aos estudos de gênero no Brasil: um exemplo pessoal cadernos pagu (16), Campinas, SP, Núcleo de Estudos de Gênero – Pagu/Unicamp, 2001.

CORRÊA, Mariza. Feminist Letters. Vibrant – Virtual Brazilian Anthropology, vol. 8, no 2. Brasília, 2011 http://www.vibrant.org.br/issues/v8n2/mariza-correa-feminist-letters/.

KOLLONTAI, Alexandra. Autobiografia de uma mulher emancipada. São Paulo: Editora Proposta, 1980. [ Links ]

PIERUCCI, Antonio Flavio. Ciladas da diferença. São Paulo: Editora 34, 1999.

ROSENBERG, Fúlvia; BRUSCHINI, Cristina (Org.). Vivencia: história, sexualidade e imagens femininas. São Paulo: Editora Brasiliense, 1980.

RICOLDI, Arlene Martinez. Trabalho, família e política: os estudos de gênero e os Grupos de Trabalho da Anpocs. 41º Encontro Anual da ANPOCS - GT 13 Gênero, Trabalho e Família, Caxambu-MG, 2017.

RUBIN, Gayle. Políticas do sexo. São Paulo: UBU Editora, 2017 [Tradução: Jamile Pinheiro Dias].

Publicado
2018-12-14
Como Citar
Moraes, M. L. Q. de. (2018). Os feminismos de Mariza Corrêa. Cadernos Pagu, (54), e185405. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8656223