Cultura cinematográfica e identidades queer no Brasil contemporâneo

Autores

Palavras-chave:

Cultura cinematográfica, Queer, LGBTQIA , Gênero, Século XXI

Resumo

Este artigo procura analisar a interação entre a cultura cinematográfica brasileira, as comunidades LGBTQIA+ e a sociedade em geral no começo do século XXI, uma interação (e produção cinematográfica) que aumentou exponencialmente durante o período destacado, em grande parte como resultado do alcance aos meios de produção de grupos historicamente segregados, juntamente com maior acesso ao financiamento de filmes. Após contextualizar a produção de filmes queer e a exibição dos mesmos no século 21 no Brasil, o artigo analisará os seguintes filmes lançados nos últimos seis anos: Praia do Futuro (Karim Ainouz, 2014), Mãe só há uma (Anna Muylaert, 2016) e Bixa Travesty (Kiko Goifman e Claudia Priscilla, 2018)

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Stephanie Dennison, Universidade de Leeds

Professor Associado de Estudos Brasileiros da Universidade de Leeds, Leeds, Reino Unido.

 

Referências

AARÃO REIS, Lea Maria. Praia do Futuro: o imenso mar de Karim Ainouz. Carta maior, 29 mai 2014 [https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Cultura/Praia-do-Futuro-O-imenso-mar-de-Karim-Ainouz/39/31041- acesso em 10 de jun 2020].

BESSA, Karla. A teoria ‘queer’ e os desafios às molduras do olhar. Revista Cult. 2014 [ https://revistacult.uol.com.br/home/teoria-queer-e-os-desafios-as-molduras-do-olhar/ - acesso em 2 de dez 2019].

BUTLER, Judith. Bodies That Matter: On the Discursive Limits of “Sex”. London and New York, Routledge Classics, 2011.

BUTLER, Judith. Gender Trouble: Feminism and the Subversion of Identity. London and New York, Routledge Classics, 2006.

CAPARICA, Marcio. MC Linn da Quebrada: ‘o ódio disfarçado de opinião é tão culpado quanto quem mata’. Lado BI. 2016 [http://www.ladobi.com.br/2016/05/mc-linn-quebrada-enviadecer/ - acesso em 15 de dez 2018].

CARNEIRO, Julia Dias. ‘Queermuseu’, a exposição mais debatida e menos vista dos últimos tempos, reabre no Rio. BBC News Brasil, 16 ago 2018 [https://www.bbc.com/portuguese/brasil-45191250 - acesso em 16 de ago 2018].

CORREA, Sonia. Gender Ideology: Tracking its Origins and meanings in Current Gender Politics. LSE Engenderings, 2017 https://blogs.lse.ac.uk/gender/2017/12/11/gender-ideology-tracking-its-origins-and-meanings-in-current-gender-politics/ - acesso em 10 de jan 2019].

DENNISON, Stephanie. Nelson Rodrigues into film: two adaptations of O Beijo no Asfalto. In; SHAW, Lisa; DENNISON, Stephanie (org.) Latin American Cinema: Essays on Gender, Modernity and National Identity. Jefferson NC, MacFarland, 2005, pp.125-134.

FERNANDES, Marcella. Os 13 projetos de lei que estão parados no congresso. Huffington Post Brasil, 2018 [https://www.huffpostbrasil.com/2018/06/06/os-13-projetos-de-lei-prioritarios-sobre-direitos-LGBTQQ-que-estao-parados-no-congresso_a_23450721/?ncid=other_huffpostre_pqylmel2bk8&utm_campaign=related_article - acesso em 5 de jan 2019].

FIGUEIRA, João Vítor. Internautas ironizam alerta sobre sexo gay em Praia do Futuro e produção lança campanha anti-homofobia. Adoro Cinema, 2014 [http://www.adorocinema.com/slideshows/filmes/slideshow-107613/ - acesso em 16 de dez 2018].

FORUMDOC. Catálogo 20 anos [https://www.forumdoc.org.br/ja-esta-disponivel-o-catalogo-do-forumdoc-bh-2016-20-anos/ - acesso em 3 dez 2019].

FOSTER, David William. Gender and Society in Contemporary Brazilian cinema. Austin, University of Texas Press, 1999, pp.129-138.

GARCIA, Wilton. Arte Homoerótica no Brasil: Estudos Contemporâneos. Gênero 12:2, Niterói: 2012, pp. 131-163.

HERZER, Anderson. A queda para o alto. São Paulo, Vozes, 1983]

LIPKA. Same-sex marriage makes some legal gains in Latin America. Pew Research Centre, 2015 [http://www.pewresearch.org/fact-tank/ - acesso em 14 de out 2018].

LOPES, Denilson. O retorno do artifício no cinema brasileiro. In: SOBRINHO, Gilberto Alexandre (org). Cinema em redes: tecnologia, estética e política na era digital. Campinas, UNICAMP, 2016, pp.147-159.

MIX BRASIL Website 2017 [https://mixbrasil.org.br/25/category/cinema/competitiva-brasil-longas/ - acesso em 30 de nov 2018].

MORAES, Fernando. Anna Muylaert fala sobre Mãe Só Há Uma e inspiração no caso Pedrinho. Metropoles, 2016 [https://www.metropoles.com/entretenimento/cinema/anna-muylaert-fala-sobre-mae-so-ha-uma-e-inspiracao-no-caso-pedrinho - acesso em 23 de nov 2018].

MORENO, Antonio. A personagem homosexual no cinema brasileiro. Rio de Janeiro, Funarte, 2001.

MURARI, Lucas.; NAGIME, Mateus (org.) New Queer Cinema: cinema, sexualidade e política. São Paulo, Caixa Econômica Federal, 2015.

MURAT, Rodrigo. Antônio Carlos da Fontoura: Espelho da alma. São Paulo, Imprensa Nacional, 2008.

RICH, B Ruby. New Queer Cinema: The Director’s Cut. Durham and London, Duke University Press, 2013.

SARDENBERG, Cecilia M B. Liberal vs. Liberating Empowerment: A Latin American Feminist Perspective on Concepturalising Women’s Empowerment’ IDS Bulletin 39 (6), 2008, pp.18-27. [http://www.wocan.org/sites/default/files/Connecting%20Perspective%20on%20Women%27s%20Empowerment_IDSB2016.pdf – acesso em 23 de out 2019].

SCHOONOVER, Karl; GALT, Rosalind. Provincialising heterosexuality: queer style, world cinema. In: STONE, Rob; COOKE, Paul; DENNISON, Stephanie; MARLOW-MANN, Alex (org.) Routledge Companion to World Cinema. London e New York, Routledge, 2017, pp.347-358.

STEFFEN, Luffe. O cinema que ousa dizer seu nome. São Paulo, Giostri, 2016.

TOLLER, Ana Flávia. Vivendo a retrospectiva: panorama histórico do cinema LGTB brasileiro. Cinematorio. 2018 [http://www.cinematorio.com.br/2018/09/vivendo-a-retrospectiva-panorama-historico-do-cinema-LGBTQ-brasileiro/ - acesso em 26 de nov 2018].

TV UOL. Sargento dos bombeiros faz vídeo indignado com filme 'Praia do Futuro'. 2014 [http://tvuol.uol.com.br/video/sargento-dos-bombeiros-faz-video-indignado-com-filme-praia-do-futuro-04024E993260C4995326 - acesso em 3 de jan 2019].

Downloads

Publicado

2021-02-19

Como Citar

DENNISON, S. . Cultura cinematográfica e identidades queer no Brasil contemporâneo. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 60, p. e206005, 2021. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8664562. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê