Banner Portal
Performance, performatividade, perfechatividade
PDF

Palavras-chave

Performatividade
Performance
Teoria queer
Homossexualidade
Teoria dos afetos

Como Citar

KVELLER, Daniel Boianovsky; NARDI, Henrique Caetano. Performance, performatividade, perfechatividade: repensando nós conceituais nos estudos queer. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 66, p. e226617, 2023. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8672105. Acesso em: 15 jun. 2024.

Resumo

Neste artigo, revisitamos o clássico debate sobre performance e performatividade nos estudos queer , recentemente atualizado pela proposição de um terceiro conceito, a “perfechatividade de gênero”. Sinalizamos alguns nós nessa trama de conceitos, discutimos suas implicações teóricas e propomos uma maneira de desatá-los – ou, ao menos, amarrá-los de outras maneiras – a partir da contribuição de autores cujas obras são ainda pouco exploradas no contexto brasileiro, especialmente Eve Sedgwick.

PDF

Referências

AUSTIN, John Langshaw. How to Do Things with Words. Oxford, Oxford University Press, 1975.

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2017.

BUTLER, Judith. Excitable Speech: A Politics of the Performative. Nova Iorque, Routledge, 1997.

BUTLER, Judith. Bodies that Matter: on the discursive limits of “sex”. Nova Iorque, Routledge, 1993.

COLLING, Leandro; ARRUDA, Murilo Souza; NONATO, Murillo Nascimento. Perfechatividades de gênero: a contribuição das fechativas e afeminadas à teoria da performatividade de gênero. cadernos pagu (57), Campinas-SP, Núcleo de Estudos de Gênero-Pagu/Unicamp, 2019, pp.1-34.

COLLING, Leandro. A emergência dos artivismos das dissidências sexuais e de gêneros no Brasil da atualidade. Sala Preta 18(1), São Paulo-SP, 2018, pp.152-167.

CRIMP, Douglas. Mario Montez, for Shame. In: HALPERIN, David.; TRAUB, Valerie (org.) Gay Shame. Chicago, University of Chicago Press, 2009, pp.63-75.

DERRIDA, Jacques. Margens da filosofia. Campinas, Papirus, 1991.

DUGGAN, Lisa. The new homonormativity: The sexual politics of neoliberalism. In: NELSON, Dana; CASTRONOVO, Russ. Materializing Democracy: Toward a revitalized cultural politics. Durham e Londres, Duke University Press, 2002, pp.175-194.

FELMAN, Shoshana. The Scandal of the Speaking Body: Don Juan with JL Austin, or seduction in two languages. Stanford, Stanford University Press, 2003.

FOUCAULT, Michel. L'Histoire de la Sexualité, V.1, La volonté de savoir. Paris: Gallimard, 1976.

HALPERIN, David. How to Be Gay. Cambridge e Londres, The Belknap Press of Harvard University Press, 2012.

LOPES, Denilson. Afetos. Estudos Queer e Artifício na América Latina. E-Compós 19(2), 2016, pp.1-16.

LOVE, Heather. Fracaso Camp. In: MACÓN, Cecília; SOLANA, Mariela (org.). Pretérido indefinido: afectos y emociones el las aproximaciones al pasado. Ciudad Autónoma de Buenos Aires, Título, 2015, pp.187-203.

LOVE, Heather. Feeling Backward: Loss and the Politics of Queer History. Cambridge, Harvard University Press, 2007.

MUÑOZ, José Esteban. Disidentifications: Queers of color and the performance of politics. Minneapolis e Londres, University of Minnesota Press, 1999.

OLIVEIRA, João Manuel de. Cidadania sexual sob suspeita: uma meditação sobre as fundações homonormativas e neoliberais de uma cidadania de “consolação”. Psicologia & Sociedade 25(1), Belo Horizonte, 2013, pp.68-78.

PELLEGRINI, Ann. After-sontag: Future notes on camp. In: HAGGERTY, George E.; MCGARRY, Molly. (org.). A Companion to Lesbian, Gay, Bisexual, Transgender, and Queer Studies. Malden e Oxford, Blackwell Publishing Ltd, 2007, pp.168-193.

RIBEIRO, Djamila. O que é lugar de fala? Belo Horizonte, Letramento, Justificando, 2017.

SEDGWICK, Eve Kosofsky. Touching Feeling: Affect, Pedagogy, Performativity. Durham e Londres, Duke University Press, 2003.

SEDGWICK, Eve Kosofsky. Epistemology of the Closet. Berkeley e Los Angeles, University of California Press, 1990.

SEDGWICK, Eve Kosofsky. Between Men: English Literature and the Male Homossocial Desire. Nova Iorque, Columbia University Press, 1985.

SEDGWICK, Eve Kosofsky; FRANK, Adam (ed.). Shame and Its Sisters: A Silvan Tomkins Reader. Durham e Londres, Duke University Press, 1995.

SOLANA, Mariela; VACAREZZA, Nayla Luz. Relecturas feministas del giro afectivo. Revista Estudos Feministas 28(2), Florianópolis, 2020, pp.1-6.

SONTAG, Susan. Contra a interpretação e outros ensaios. Companhia das Letras, 2020.

WILDE, Oscar. A importância de ser prudente e outras peças. São Paulo, Penguin/Companhia das Letras, 2011.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Cadernos Pagu

Downloads

Não há dados estatísticos.