Espaço, cidades e escalas territoriais: novas implicações de políticas de desenvolvimento regional

Autores

  • Ana Carolina da Cruz Lima Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro http://orcid.org/0000-0001-8735-1054
  • Rodrigo Simões Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais
  • Roberto Luís de Melo Monte-Mór Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

Espaço. Cidades. Escalas territoriais. Desenvolvimento regional. Sociologia urbana

Resumo

O papel do espaço no processo de desenvolvimento socioeconômico constitui um objeto de estudo bastante complexo. Os teóricos da Escola Francesa de Sociologia Urbana elaboraram uma série de estudos nesta área com o intuito de esclarecer as relações entre a forma espacial e os processos sociais. O objetivo do artigo é destacar os principais argumentos desta Escola de Pensamento, o papel desempenhado pelas cidades neste processo e as principais recomendações de políticas de desenvolvimento que surgem a partir de então. A análise sugere que as escalas territoriais tornam-se fundamentais para a dinâmica das economias nacionais, o que lhes concede papel de destaque como objeto de política: medidas intervencionistas devem ser combinadas nas diversas escalas territoriais, considerando a localidade como parte do todo. É preciso repensar a espacialidade, o que contribuirá para o desenvolvimento socioeconômico integrado.

 

Abstract

The role of space in the socioeconomic development process is a complex area of study. Theorists of the French School of Urban Sociology developed a number of studies in this area in order to clarify the interactions between the spatial forms and the social processes. The aim of this paper is to highlight the main arguments of these theories, the importance of cities in this process, and recommend development policies which arise thereafter. The analysis suggests that territorial scales become central to the dynamics of national economies. Because of this, they are important as policy objects: interventionist measures should be combined in different territorial scales. This will contribute to an integrated socioeconomic process.

Keywords: Space; Cities; Territorial scales; Regional development; Urban sociology

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina da Cruz Lima, Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

outora em Economia pelo Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR) da Universidade Federal de Minas Gerais (2013). Possui Graduação (2005) e Mestrado (2008) em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Pernambuco. É Professora Adjunta da Faculdade de Ciências Econômicas da UERJ e integrante do corpo docente de seu Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas. É bolsista do PROCIÊNCIA, programa de excelência acadêmica da UERJ. Principais áreas de atuação: economia regional, desenvolvimento e crescimento econômico, aglomerações produtivas, migração

Rodrigo Simões, Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais

Rodrigo Ferreira Simões é doutor em Economia pela Universidade Estadual de Campinas. É Professor Associado da Universidade Federal de Minas Gerais e pesquisador do CNPq. Foi Visiting Scholar no Land Economy Department da University of Cambridge - UK nos períodos entre 1999-2000 e 2007-2008.

Roberto Luís de Melo Monte-Mór, Universidade Federal de Minas Gerais

Graduação em Arquitetura (1970) e Urbanismo (1971) pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, mestrado em Planejamento Urbano e Regional (1980) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, e Ph.D. em Planejamento Urbano (2004) pela Universidade da California, Los Angeles - UCLA.

Referências

AMIN, A. Política regional em uma economia regional. In: DINIZ, C. C (Org.). Políticas de desenvolvimento regional: desafios e perspectivas à Luz das experiências da União Européia e do Brasil. Brasília: Ministério da Integração Nacional, 2007.

AMIN, A; THRIFT, N. Globalization, institutions and regional development in Europe. Oxford, 1994.

ARAÚJO, T. B. de. Brasil: desafios de uma política nacional de desenvolvimento regional contemporânea. In: DINIZ, C. C (Org.). Políticas de desenvolvimento regional: desafios e perspectivas à luz das experiências da União Européia e do Brasil. Brasília: Ministério da Integração Nacional, 2007.

BRENNER, N. Between fixity and motion: accumulation, territorial organization and the historical geography of spatial scales. Environment and Planning D: Society and Space, v. 16, n. 5, 1998.

CASTELLS, M. A questão urbana. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GOTTDIENER, M. A produção social do espaço urbano. São Paulo: Ed. USP, 1993.

GRANOVETTER, M. Economic action and social structure: the problem of embeddedness. American Journal of Sociology, University of Chicago Press, 91, p. 481-510, 1985.

HARVEY, D. A justiça social e a cidade. São Paulo: Hucitec, 1980.

LEFEBVRE, H. O direito à cidade. São Paulo: Ed. Documentos, 1969.

LEFEBVRE, H. The production of space. Oxford/Cambridge, Mass.: Blackwell, 1991.

LEFEBVRE, H. A cidade do capital. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

SANTOS, M. Espaço e sociedade. Petrópolis: Vozes, 1979.

SANTOS, M. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.

STORPER, M. The regional world: territorial development in a global economy. New York: Guilford Press, 1997.

SWYNGENDOUW, E. The heart of the place: the resurrection of locality in an age of hyperspace. Geografiska Annaler, 71, p. 31-42, 1989.

Publicado

2015-12-09

Como Citar

LIMA, A. C. da C.; SIMÕES, R.; MONTE-MÓR, R. L. de M. Espaço, cidades e escalas territoriais: novas implicações de políticas de desenvolvimento regional. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 23, n. 1, p. 223–242, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8642167. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos