Déficit de acesso a serviços de saneamento ambiental: evidências de uma Curva Ambiental de Kuznets para o caso dos municípios brasileiros?

Autores

  • Carlos César Santejo Saiani Universidade Federal de Uberlândia
  • Rudinei Toneto Junior Universidade de São Paulo
  • Juscelino Antonio Dourado Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Saneamento ambiental. Curva Ambiental de Kuznets. Painel de dados

Resumo

O presente estudo avaliou a existência de uma Curva Ambiental de Kuznets (CAK) para o caso dos déficits municipais de acesso a serviços de saneamento ambiental, que podem ser considerados como medidas indiretas de degradação ambiental. Os resultados obtidos sinalizam, de uma maneira geral, a existência de uma relação entre os déficits de acesso e o desenvolvimento econômico no formato de um “N” e não no tradicional formato de um “U invertido” da CAK. Portanto, para o caso específico dos serviços de saneamento ambiental nos municípios brasileiros, a hipótese de que o desenvolvimento econômico seria a melhor solução para a preservação ambiental não é verdadeira, uma vez que, ao longo do tempo, o desenvolvimento econômico voltaria a gerar degradação ambiental.

 

Abstract

The present study evaluated the existence of an Environmental Kuznets’ Curve (EKC) in the case of the absence of access to environmental sanitation services, which can be considered as an indirect measure of environmental degradation in Brazilian cities. The results show that the actual relation between access deficit of sanitation services and economic development is in an “N” shape instead of the traditional “inverted-U” from the EKC. Therefore, for the specific case of the services of environmental sanitation in Brazilian cities, the hypothesis that sustains the economic development as the best solution for environmental preservation is not verifiable, as, over time, the economic development would generate again environmental degradation.

Keywords: Environmental sanitation; Environmental Kuznets Curve; Data panel.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos César Santejo Saiani, Universidade Federal de Uberlândia

Professor Adjunto do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (IE/UFU). Doutor em Economia pela Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EESP/FGV). Possui graduação e mestrado em Economia pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FEARP/USP).

Rudinei Toneto Junior, Universidade de São Paulo

Professor Titular do Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, onde atua como docente na graduação e pós-graduação. Possui graduação (1988), mestrado (1992), doutorado (1997) e Livre-Docência (2004) em Economia pela Universidade de São Paulo. 

Juscelino Antonio Dourado, Universidade de São Paulo

Juscelino Antonio Dourado é um químico, político e gestor ambiental brasileiro, e Diretor Executivo do Instituto Estre de Responsabilidade Socioambiental, que desenvolve ações de educação ambiental para alunos da educação infantil, dos ensinos fundamental e médio e capacita professores da rede pública e privada para programas de educação ambiental.

Referências

ANDREONI, J.; LEVINSON, A. The simple analytics of the environmental Kuznets curve. Journal of Public Economics, n. 80, p. 269-286, 2001.

ARRAES, R. A. et al.. Curva ambiental de Kuznets e desenvolvimento sustentável. Revista de Economia e Sociologia Rural, Rio de Janeiro, v. 44, n. 3, p. 525-547, jul./set. 2006.

ARROW, K. et al.. Economic growth, carrying capacity, and the environment. Science, n. 268, p. 520-521, 1995.

BARAT, J. O financiamento da infra-estrutura urbana: os impasses, as perspectivas institucionais, as perspectivas financeiras, In: IPEA. Infra-estrutura: perspectivas de reorganização (financiamento). Brasília, 1998.

BECKERMAN, W. Economic growth and the environment: whose growth? Whose environment?. World Development, v. 20, n. 4, p. 481-496, 1992.

BICHIR, R. Determinantes do acesso à infra-estrutura urbana no município de São Paulo. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 2009.

BNDES. Saneamento: o objetivo é a eficiência. Informes Infra-Estrutura do BNDES, n. 23, jun. 1998.

DEUTSCH, J.; SILBER, J. The Kuznets curve and the impact of various income sources on the link between inequality and development. Working Paper Bar-Ilan University, 2000.

DINDA, S. Environmental Kuznets curve hypothesis: a survey. Ecological Economics, n. 49, p. 431-455, 2004.

FIELDS, G. S.; JAKUBSON, G. H. New evidence on the Kuznets Curve. Working Paper Cornell University, 1994.

FONSECA, L. N.; RIBEIRO, E. P. Preservação ambiental e crescimento econômico no Brasil. In: ENCONTRO DE ECONOMIA DA REGIÃO SUL, 8, Anais... Anpec, 2005.

GALIANI, S. et al. Water for life: the impact of the privatization of water services on child mortality. Journal of Political Economy, v. 113, n. 1, 2005.

GRADSTEIN, M.; JUSTMAN, M. The democratization of political elites and the decline in inequality in modern economic growth. In: BREZIS, E.; TEMIN, P. (Ed.). Elites, minorities, and economic growth. Amsterdam: Elsevier, 1999.

GROSSMAN, G. M.; KRUEGER, A. B. Environmental impacts of the North American free trade agreement. NBER, 1991. (Working Paper, n. 3914).

JONES, L. E.; MANUELLI, R. E. A positive model of growth and pollution controls. Working Paper of National Bureau of Economic Research, n. 5205, Cambridge, 1998 KUZNETS, S. Economic growth and income inequality. American Economic Review, v. 45, n.1, p.1-28, 1955.

MARQUES, E. Estado e redes sociais: permeabilidade e coesão nas políticas urbanas no Rio de Janeiro. Revan/Fapesp, 2000.

MEJIA, A. et al. Água, redução de pobreza e desenvolvimento sustentável. Série Água Brasil (Banco Mundial), Brasília, n. 4, jun. 2003.

MENDONÇA, M. J. C. et al. Demanda por saneamento no Brasil: uma aplicação do modelo logit multinomial. Economia Aplicada, v. 8, n. 1, p. 143-163, 2004.

MENDONÇA, M. J. C; MOTTA, R. S. Saúde e saneamento no Brasil. Ipea, 2005. (Textos para Discussão, n. 1081).

MOREIRA, T. Saneamento básico: desafios e oportunidades. Revista do BNDES, 1996.

MOTTA, R. S. Questões regulatórias do setor de saneamento no Brasil. Notas Técnicas do IPEA, 2004.

REZENDE, S. et al.. Integrando oferta e demanda de serviços de saneamento: análise hierárquica do panorama urbano brasileiro no ano 2000. Revista de Engenharia Sanitária Ambiental, 2007.

SAIANI, C. C. S. Déficit de acesso aos serviços de saneamento básico no Brasil. Prêmio Ipea-Caixa 2006. Brasília, 2006.

SANTOS, R. B. N. et al. Estimativa da Curva de Kuznets Ambiental para a Amazônia Legal. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 46, 2008. Anais… SELDEN, T. M.; SONG, D. Environmental quality and development: is there a Kuznets curve for air pollution emission? Journal of Environmental Economics and Management, v. 27, p. 147-162, 1994.

SHAFIK, N.; BANDYOPADHYAY, S. Economic growth and environmental quality: time series and cross-country evidence. World Development Report, World Bank, Washington, DC, 1992.

SOUSA, A. G. N. et al. Sustentabilidade e meio ambiente no Brasil: uma análise a partir da Curva de Kuznets. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 46, 2008. Anais… STERN, D. I. The rise and fall of environmental Kuznets curve. World Development, v. 32, n. 8, p. 1419-1439, 2004.

TEMPLETON, S. R.; SCHERR, S. J. Effects of demographic and related microeconomic change on land quality in hills and mountains of developing countries. World Development, v. 27, n. 6, p. 903-918, 1999.

TONETO JÚNIOR, R.; SAIANI, C. C. S. Restrições à expansão dos investimentos no saneamento básico brasileiro. Revista Econômica do Nordeste, 2006.

TORRAS, M.; BOYCE, J. K. Income, inequality and pollution: a reassessment of the environmental Kuznets curve. Ecological Economics, n. 25, p. 147-160, 1998.

YANDLE, B. et al.. The environmental Kuznets curve: a primer. PERC Research Study, n. 02-1, May 2002.

Downloads

Publicado

2015-12-11

Como Citar

SAIANI, C. C. S.; TONETO JUNIOR, R.; DOURADO, J. A. Déficit de acesso a serviços de saneamento ambiental: evidências de uma Curva Ambiental de Kuznets para o caso dos municípios brasileiros?. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 22, n. 3, p. 791–824, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8642184. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos