Banner Portal
BNDES e o financiamento do desenvolvimento
PDF

Palavras-chave

Banco de Desenvolvimento. Financiamento. Inovação financeira

Como Citar

TORRES FILHO, Ernani Teixeira; COSTA, Fernando Nogueira. BNDES e o financiamento do desenvolvimento. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 21, n. 4, p. 975–1009, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8642269. Acesso em: 23 jun. 2024.

Resumo

Este artigo tem dois objetivos. Inicialmente, procura recuperar as principais teses contidas na bibliografia referente ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e seu papel histórico no financiamento do desenvolvimento socioeconômico brasileiro. O segundo objetivo é analisar a perspectiva do financiamento em longo prazo no País e qual será o papel futuro do BNDES nesse cenário. Inovações financeiras recentes transferiram o financiamento de longo prazo para fora dos balanços dos bancos em direção às carteiras de ativos dos fundos gestores de riqueza. A hipótese-chave é que o atual padrão de financiamento em longo prazo brasileiro deverá, nos próximos anos, sofrer alterações, aproximando-se, embora de forma própria, ao que já se vem praticando em outros países. Isso obrigará a uma mudança no comportamento dos principais atores desse mercado, destacadamente, na atuação do BNDES. Tal perspectiva deveria mudar o rumo do debate acadêmico, hoje, muito polarizado ideologicamente.

Abstract

This paper has two objectives. First, it seeks to summarize the main theses contained in the literature on the Brazilian Development Bank (BNDES) and its historical role in the financing of Brazil’s economic development. Secondly, the paper seeks to analyze Brazil’s perspectives for long-term financing and what the future role of BNDES will be in this scenario. Recent financial innovations took long-term financing off the balance sheets of banks and moved it to the asset portfolios of the wealth manager funds. The key assumption is that the current pattern of long-term financing in Brazil will change in the coming years, and it will become more similar to that which is already being practiced in other countries, albiet in its own way. This result will require a change in the behavior of the main players in this market, and particularly in the way in which BNDES performs. Such a perspective is likely to change the course of related academic debate, which today is far too ideologically polarized.

Keywords: Brazilian Development Bank. Finance. Financial innovation.

PDF

Referências

ARAUJO, V. L. Revisitando o desenvolvimentismo brasileiro: o BNDE e o financiamento de longo prazo, 1952-1964. 2007. Tese (Doutorado)-UFF/Faculdade de Economia, Niterói,2007 ________; MELO, H. P. de. BNDE e Banco do Brasil/Creai: a evolução do sistema de financiamento de longo prazo no Brasil (1952-1964). In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA POLÍTICA, 10, João Pessoa, PB, 2008. Anais...

ARONOVICH, S.; RIGOLON, F. Cenários comparados da disponibilidade de recursos e alternativas de políticas para o futuro. In: GIAMBIAGI, F.; ALEM, A. C. (Org.). O BNDES em um Brasil em transição. Rio de Janeiro: BNDES, 2010.

BID. Libertar o crédito. Como aprofundar e estabilizar o sistema bancário. Relatório do BID. São Paulo: Editora Elsevier, 2005.

Bielschowsky, R. Pensamento econômico brasileiro: o ciclo ideológico do desenvolvimentismo. Rio de Janeiro: Ipea-Inpes, 1988.

BONELLI, R.; PINHEIRO, A. C. O papel da poupança compulsória no financiamento do desenvolvimento: desafios para o BNDES. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, jun. 1994.

CARVALHO, C. B. R. P. A atuação do BNDES na integração da América do Sul. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Política)-Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.

CINTRA, M. A. Crédito público e desenvolvimento econômico: a experiência brasileira. In: FERREIRA, Francisco Marcelo Rocha; MEIRELLES, Beatriz Barbosa (Org.). Ensaios sobre economia financeira. Rio de Janeiro: BNDES, 2009. p. 57-108.

CORREA, V. P. A estrutura de financiamento brasileira e a oferta de financiamento de longo prazo ao investimento. 1995. Tese (Doutorado)-Unicamp, Campinas, 1995.

COSTA, F. N.; DEOS, S. S. Reflexões sobre o financiamento da economia brasileira. Análise Econômica, FACE-UFRGS, Ano 20, n. 38, p. 23-44, set. 2002.

COSTA, F. N. Bancos e crédito no Brasil: 1945-2007. História e Economia, São Paulo; BBS; v. 4, p. 249-276, 2008.

COSTA, F. N. Agenda neoliberal: privatizar bancos públicos. Revista de Economia Mackenzie. São Paulo, v. 7, p. 4-30, 2009.

COSTA, F. N. Brasil dos bancos. São Paulo: Edusp, 2012.

CRUZ, P. R. D. C. Notas sobre o financiamento de longo prazo na economia brasileira do após-guerra. Economia e Sociedade, Campinas, n. 3, p. 65-80, dez. 1994.

CURRALERO, C. R. B. A atuação do sistema BNDES como instituição financeira de fomento no período 1952-1996. 1998. Dissertação (Mestrado)-Unicamp, Campinas, 1998.

DINIZ, A. N. BNDES: de agente desenvolvimentista a gestor da privatização – 1952-2002. 2004. Dissertação (Mestrado)-Unicamp, Campinas, 2004.

FERREIRA, C. K. L. O financiamento da indústria e infra-estrutura no Brasil: crédito de longo prazo e mercado de capitais. 1995. Tese (Doutorado)-Unicamp, Campinas, 1995.

GARCIA, M. G. P. O financiamento à infra-estrutura e retomada do crescimento sustentado. Revista de Economia Política, v. 16, n. 3 (63), jul./set. 1996.

COSTA, F. N. Reservas cambiais, BNDES e dívida pública. 2010. Disponível em: . Acesso em: 18 maio 2012.

GERSCHENKRON, Alexander (1962). El atraso econômico em su perspectiva histórica. Atraso economico e industrializacion. Barcelona: Editorial Ariel, 1973.

GIAMBIAGI, F. et. al (2009). O financiamento de longo prazo e o futuro do BNDES. In: GIAMBIAGI, F.; BARROS, O. Brasil pós-crise: agenda para a próxima década. Rio de Janeiro: Elsevier.

GIAMBIAGI, F.; RIECHE, F.; AMORIM, M. As finanças do BNDES: evolução recente e tendências. Revista do BNDES, v. 16, n. 31, p. 3-40, 2009.

HICKS, John. Ensayos críticos sobre teoria monetária. Barcelona: Ariel, 1975.

HOBSON, John A. (1894). A evolução do capitalismo moderno: um estudo da produção mecanizada. São Paulo: Abril Cultural, 1983.

MATOS, F. Fundos públicos do governo federal: estado da arte e capacidade de intervenção. In: CARDOSO JR., J. C. (Coord.). Estado, instituições e democracia: desenvolvimento.

Projeto Perspectivas do Desenvolvimento Brasileiro. Livro 9, v. 3. Brasília: Ipea, 2010.

MARTINS, L. Estado capitalista e burocracia no Brasil pós 64. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

MCKINNON, Ronald I. Money and capital in economic development. Washington, DC: Brookings Institution, 1973.

METTENHEIM, Kurt von. Commanding heights: para uma sociologia política dos bancos federais brasileiros. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 20, n. 58, p. 47-67, jun. 2005.

MONTEIRO, D. C. A aplicação de fundos compulsórios pelo BNDES na formação da estrutura setorial da indústria: 1952 a 1989. 1995. Tese (Doutorado)-UFRJ, Rio de Janeiro, 1995.

MOURÃO, J. O. F. A integração competitiva e o planejamento estratégico no Sistema BNDES. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, p. 3-26, dez. 1994.

NAJBERG, S. Privatização de recursos públicos: os empréstimos do Sistema BNDES ao setor privado nacional com correção parcial. 1989. Tese (Doutorado)- PUC, Rio de Janeiro, 1989.

PELLEGRINI, J. Sistema BNDES – Atuação recente, diagnóstico da situação atual e perspectivas. Revista Estudos Econômicos, São Paulo, v. 23, n. 3, set./dez. 1993.

PEREIRA, T. R.; SIMÕES, A. N. O Papel do BNDES na alocação de recursos: avaliação do custo fiscal do empréstimo de R$ 100 bilhões concedido pela União em 2009. Rio de Janeiro: Ipea, 2010. (Texto para Discussão, n. 1665).

PINHEIRO, A. C. Privatização no Brasil: passado, planos e perspectivas. Brasília: Ipea, 1991. (Texto para Discussão, n. 230).

PINHEIRO, A. C; OLIVEIRA FILHO, L. C. Mercado de capitais e bancos públicos: análise e experiências comparadas. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria/Anbid, 2007.

PINHEIRO, A. C. Proposta para a ampliação e o alongamento de prazos no mercado de renda fixa privada no Brasil. Rio de Janeiro: Anbima, mar. 2011.

PRADO, S. R. R. Intervenção estatal, privatização e fiscalidade. Intervenção estatal e economia mista no Brasil: origens, evolução e crise da empresa estatal. 1994. Tese (Doutorado)- Instituto de Economia, Unicamp, Campinas, 1994.

PRADO, S. R. R. Duas décadas de privatização: um balanço crítico. Economia & Sociedade, Campinas, n. 10, p. 39-79, jun. 1998.

PROCHNIK, M. Fontes de recursos do BNDES. Revista do BNDES. v. 2, n. 4, p. 143-180, 1995.

PROCHNIK, M.; MACHADO, V. Fontes de recursos do BNDES: 1995-2007. Revista do BNDES, v. 14, n. 29, p. 3-34, 2008.

RATTNER, H. Instituições financeiras e desenvolvimento tecnológico autônomo: o BNDES. São Paulo: IPE/USP-Fapesp, 1991.

Rodrigues, A.; Negreiros, G. BNDS: 60 anos de protagonismo. Revista Rumos. Rio de Janeiro, Rumos – Publicação Bimestral da ABDE – Associação Brasileira de Instituições Financeiras de Desenvolvimento, Ano 36 – n. 262 – março-abril, 2012, p.30-39. 2012 SANTOS, L. O.; MACHADO, L. & PEREIRA, R. O. () BNDES e emprego. GIAMBIAGI, F. & ALEM, A. C. (Orgs). O BNDES em um Brasil em transição. Rio de Janeiro: BNDES.

SANTOS, V. M. Por dentro do FAT. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v. 13, n. 26, 2006.

STIGLITZ, J.; WEISS, A. Credit rationing in markets with imperfect information. American Economic Review, v. 3, n. 71, p. 393-410, 1981.

STUDART, R. Estado, o mercado e o financiamento do desenvolvimento nos anos 90. In: ENCONTRO DE ECONOMIA POLÍTICA, 2, São Paulo, 1997. Anais...

TAVARES, M. C. et. al. O papel do BNDE na industrialização do Brasil: os anos dourados do desenvolvimentismo, 1952-1980. Memórias do Desenvolvimento, Rio de Janeiro, Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento, v. 4, n. 4, 2010.

TONETO, R. O financiamento de longo prazo no Brasil. Da reforma financeira de 1964 aos anos 90: expansão, crise e novas tendências. 1997. Tese (Doutorado)-FEA-USP, 1997.

TORRES, E. T. Proposta Arida para o BNDES. Rio de Janeiro: BNDES, ago. 2005.

TORRES, E. T. Direcionamento do crédito: o papel dos bancos de desenvolvimento e a experiência recente do BNDES. In: PINHEIRO; OLIVEIRA FILHO (Org.). Mercado de capitais e bancos públicos: análise e experiências comparadas. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria/Anbid, 2007.

TORRES, E. T. Mecanismos de direcionamento do crédito, bancos de desenvolvimento e a experiência recente do BNDES. In: FERREIRA, F. M. R.; MEIRELLES, B. B. (Org.). Ensaios sobre economia financeira. Rio de Janeiro: BNDES, 2009. p. 11-56.

TORRES, E. T; PUGA, F. Horizontes de investimentos 2007-2010: uma síntese. In: TORRES, E.

T.; PUGA, F. (Ed.). Perspectivas do investimento no Brasil. Rio de Janeiro: BNDES, 2007.

TORRES, E. T; PUGA, F. P.; FERREIRA, F. Visão do desenvolvimento. Rio de Janeiro, BNDES, 2006 a 2009, 4v.

TORRES, E. T.; MACAHYBA, L. O elo perdido: o mercado de títulos de dívida corporativa no Brasil: avaliação e propostas. São Paulo: IEDI-Instituto Talento, jun. 2012. Disponível em: <http://retaguarda.iedi.org.br/midias/artigos/4ff6e4934e2d3070.pdf>. Acesso em: 30 jul. 2012.

TOURINHO, O. A. F.; VIANNA, R. L. L. Avaliação e agenda do Programa de Desestatização. Rio de Janeiro: Ipea, 1993. (Texto para Discussão, n. 324).

WERNECK, R. L. F. Aspectos macroeconômicos da privatização no Brasil. Rio de Janeiro: PUC, 1989. (Texto para Discussão, n. 223).

VIANA, A. O BNDE e a industrialização brasileira: 1952-1961. 1981. Dissertação (Mestrado)-Unicamp, Campinas, 1981.

VILELA, A. Taxa de investimento e desempenho do BNDES: 1985-1994. Revista do BNDES, Rio de Janeiro, v. 2, n. 4, p. 129-142, dez. 1995.

VIDOTTO, C. A. O sistema financeiro brasileiro nos anos 90: um balanço das mudanças estruturais. 2002. Tese (Doutorado)-Unicamp, Campinas, 2002.

A Economia e Sociedade utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.