Redução da desigualdade da distribuição de renda entre 2001 e 2006 nas macrorregiões brasileiras: tendência ou fenômeno transitório?

Autores

  • Maria Cristina Cacciamali Universidade de São Paulo
  • Vladimir Sipriano Camillo Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Palavras-chave:

Renda – Distribuição – Brasil. Renda – Distribuição regional. Mercado de trabalho. Brasil – Renda – Transferência

Resumo

O objetivo deste estudo é contribuir para o debate sobre a queda da desigualdade na distribuição domiciliar de renda no Brasil no início do século XXI. Assim, nessa diminuição, analisamos a participação relativa de três fontes de renda (trabalho, aposentadorias e pensões e transferências públicas) nas cinco macrorregiões brasileiras – Norte (urbana), Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, entre os anos de 2001 e 2006. Para atingir os propósitos, estruturamos o texto em três seções. A primeira seção apresenta aspectos selecionados da literatura especializada brasileira sobre as causas da variação da desigualdade de renda. A segunda apresenta a técnica matemática de decomposição utilizada. Finalmente, na terceira seção, analisam-se os resultados empíricos para Brasil e cinco macrorregiões selecionadas. À guisa de conclusão, destacamos, dentre os resultados, a importância das transferências públicas de renda e, principalmente, as mudanças nos mercados de trabalho regionais para a diminuição do grau de desigualdade.

Abstract

The aim of this paper is to contribute to the debate on the decrease of the concentration degree of the family’s income distribution in Brazil in the first five years of the XXI Century. On this purpose, we approach the phenomenon analyzing the importance of five types of income ( labor, property rents, donation, retirement and public cash transference) in the five macro regions in Brazil – North, Northeast, Middle-West, Southeast, South, during the period 2001-2006.To reach the purposes, the text was structured in three parts. The first one highlights stylized facts on this decreasing from the Brazilian specialized literature. The second section presents the mathematical technique used to build the decomposition. Finally, in the third section we analyze the results obtained for the five macro regions. We detached, specially, the magnitude of the employment’s creation and, secondarily, the public cash transference to poor families as the main causes to explain the decline on the concentration degree of the income distribution.

Key-words: Income distribution – Brazil. Regional income distribution. Labour market. Public cash transference

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Cacciamali, Universidade de São Paulo

Maria Cristina Cacciamali is PhD in Economics from the Faculty of Economics, Management and Accounting (FEA) of the University of São Paulo (USP), postgraduate at the Massachusetts Institute of Technology (MIT/USA), University of New Mexico (UNM/USA), Universidade do Porto (UP/Pr), Instituto Politécnico Nacional (IPN/Me) e Institute des Hautes Ètude de l'Àmerique Latine (IHEAL/Fr) and first level researcher of CNPq (Brazilian National Council for Scientific and Technological Development). Currently she teaches and does research at the University of São Paulo (Graduate and Undergraduate Programs); leads the Group of International Studies and Comparative Policies (Nespi-USP/CNPq); and is visiting professor at the Universidad de la República (UDELAR - Graduate Program on International Relations) in Uruguay. 

Vladimir Sipriano Camillo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Possui graduação em Ciências Econômicas pelas Faculdades Sao Judas Tadeu (1986), mestrado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996) e doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). Atualmente é professor doutor do Centro Universitário Fundação Santo André e Universidade São Judas Tadeu. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: distribuição de renda e emprego nos serviços

Referências

BACHA, Edmar Lisboa. Hierarquia e remuneração gerencial. In: TOLIPAN, Ricardo; TINELLI, Arthur Carlos (Org.). A controvérsia sobre a distribuição de renda e o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

BARROS, Ricardo Paes de; MENDONÇA, Rosane. Os determinantes da desigualdade no Brasil. Rio de Janeiro: Ipea, 1995. (Texto para Discussão, n. 377).

BARROS, Ricardo Paes de. Pelo fim das décadas perdidas: educação e desenvolvimento sustentado no Brasil. In: HENRIQUES, Ricardo (Org.). Desigualdade e pobreza no Brasil. Rio de Janeiro: Ipea, 2000.

BARROS, Ricardo Paes de; HENRIQUES, Ricardo; MENDONÇA, Rosane. Pelo fim das décadas perdidas: educação e desenvolvimento sustentado no Brasil. In: HENRIQUES, Ricardo (Org.). Desigualdade e pobreza no Brasil. Rio de Janeiro: Ipea, 2000.

CACCIAMALI, Maria Cristina. Pode o salário mínimo balizar a estrutura salarial das firmas? Argumentos a favor da política ativa do salário mínimo. In: BALTAR, Paulo; DEDECCA, Cláudio; KREIN, José Dari (Org.). Salário mínimo e desenvolvimento. Campinas: Unicamp. Instituto de Economia, 2005, v. 1 , p. 147-162.

CACCIAMALI, Maria Cristina. Distribuição de renda no Brasil: persistência do elevado grau de desigualdade. In: PINHO, Diva Benevides; VASCONCELLOS, Marco Antonio Sandoval de (Org.). Manual de economia. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 2002, v. 1, p. 406-422.

CACCIAMALI, Maria Cristina. A crescente desigualdade de renda no Brasil. In: WILLUMSEN, Maria José; FONSECA, Eduardo Gianetti da (Org.). A economia brasileira: estrutura e desempenho. 1. ed. Miami: North South Center University of Miami, 1995, v. 1, p. 225-247.

CACCIAMALI, Maria Cristina; TATEI, Fábio. Uma análise regional do atendimento aos mais pobres: os programas de transferência de renda. [s.n.t], 2007. Mimeografado.

FERREIRA, Francisco H. G. Os determinantes da desigualdade de renda no Brasil: luta de classe ou heterogeneidade educacional? In: HENRIQUES, Ricardo (Org.). Desigualdade e pobreza no Brasil. Rio de Janeiro: Ipea, 2000.

FERREIRA, Francisco H. G; LEITE, Phillippe G.; LITCHFIELD, Julie A.; ULYSSEA, Gabriel. Ascensão e queda da desigualdade de renda no Brasil. Econômica. Rio de Janeiro: v. 8, n. 1, p. 165, jun. 2006.

FISHLOW, Albert. A distribuição de renda no Brasil. In: TOLIPAN, Ricardo; TINELLI, Arthur Carlos (Org.). A controvérsia sobre a distribuição de renda e o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

GANDRA, Rodrigo Mendes. O debate sobre a desigualdade de renda no Brasil: da controvérsia dos anos 70 ao pensamento hegemônico nos anos 90. Rio de Janeiro: UFRJ, 2004. (Texto para Discussão, n. 1).

HOFFMANN, Rodolfo. Transferências de renda e a redução da desigualdade no Brasil em cinco regiões entre 1997 e 2004. Econômica, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 55-81, jun. 2006.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). CD/ROM dos Microdados das PNADs de 2001 e 2004.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA (IPEA). Sobre a recente queda da desigualdade de renda no Brasil. Nota Técnica, Brasília: Ipea, ago. 2006.

KUZNETS, Simon. Economic growth and income inequality. American Economic Review, v. 45, n. 1, 1955.

LANGONI, Carlos Geraldo. Distribuição da renda e desenvolvimento econômico no Brasil: uma reafirmação. Ensaios Econômicos EPGE, Rio de Janeiro: FGV-EPGE, n. 7, 1973.

LOUREIRO, Paulo R. A. Uma resenha teórica e empírica sobre economia da discriminação. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, v. 57 , n. 1, p. 125-157, jan./mar. 2003.

MACEDO, Roberto; GARCIA, Manuel Enriquez. Salário mínimo e a taxa de salários no Brasil: comentário. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro: v. 10, n. 3, 1979.

ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO. 15ª Conferência de Estatísticos do Trabalho. OIT, jan. 1993.

SOARES, Sergei Suarez Dillon. Distribuição de renda no Brasil de 1976 a 2004 com ênfase no período entre 2001 e 2004. Brasília: Ipea, fev. 2006. (Texto para Discussão, n. 1166).

SOARES, Sergei Suarez Dillon; VERAS, Fabio; MEDEIROS, Marcelo; OSÓRIO, Rafael. Programas de transferência de renda no Brasil: impactos sobre a desigualdade. Brasília: Ipea, out. 2006. (Texto para Discussão, n. 1228).

SOUZA, Paulo Renato; BALTAR, Paulo. Salário mínimo e a taxa de salário no Brasil. Pesquisa e Planejamento Econômico, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, 1979.

Downloads

Publicado

2016-01-08

Como Citar

CACCIAMALI, M. C.; CAMILLO, V. S. Redução da desigualdade da distribuição de renda entre 2001 e 2006 nas macrorregiões brasileiras: tendência ou fenômeno transitório?. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 18, n. 2, p. 287–315, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8642757. Acesso em: 26 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos