Desigualdade, escolaridade e rendimentos na agricultura, ind˙stria e serviÁos, de 1992 a 2002

Palavras-chave: Desigualdade. Rendimento. DiferenÁas setoriais

Resumo

Utilizando os dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de DomicÌlios), o artigo analisa a desigualdade de rendimentos entre pessoas ocupadas na agricultura, no perÌodo de 1992 a 2002, comparando-a com a desigualdade na ind˙stria e nos serviÁos. TambÈm faz um estudo comparativo da evoluÁ„o do nÌvel de escolaridade e de renda em cada um dos trÍs setores. O setor agrÌcola se destaca dos demais pela proporÁ„o substancialmente maior de sua renda apropriada pelos 10%, 5% e 1% mais ricos na atividade. A condiÁ„o socioeconÙmica dos agricultores, por sua vez, medida pelo nÌvel de escolaridade e renda, È muito inferior ‡ condiÁ„o dos indivÌduos ocupados nas atividades secund·ria e terci·ria, sendo que essa diferenÁa n„o apresentou tendÍncia de queda. … dada atenÁ„o especial ‡ an·lise do forte crescimento da desigualdade de renda na agricultura entre 1999 e 2002, perÌodo no qual o rendimento mÈdio cresceu apenas para aqueles situados nos estratos superiores da distribuiÁ„o de renda e de terra, associando o fenÙmeno ao crescimento das receitas com produtos export·veis.

Abstract

The paper analyses the inequality of income distribution among persons occupied in Brazilian agriculture, comparing it with the income distribution among persons occupied in industry and in services, during the period 1992-2002. The evolution of the level of schooling of persons occupied in the three sectors is also compared. One outstanding characteristic of income distribution in agriculture is the high percentage of the sectoral income appropriated by the richest 10%, 5% or 1%. The socio-economic level of persons occupied in agriculture, measured by average income and years of schooling, is much lower than in the other sectors, and this difference shows no decreasing trend. The paper analyses carefully the increase in the inequality of income distribution in agriculture from 1999 to 2002, when the average income increased only for those in the higher strata of the income and land tenure distribution, and it shows the relationship between this phenomenon and the increasing returns from agricultural exports.

Key words: Inequality. Sectoral differences. Earnings in agriculture

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodolfo Hoffmann, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em Agronomia (1965), mestrado em Ciências Sociais Rurais (1967), doutorado em Economia Agrária (1969) e títulos de Livre Docente (1971) e Professor Titular (1981), sempre pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) da Universidade de São Paulo (USP).
Marlon Gomes Ney, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (1999), mestrado em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e doutorado em Economia Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (2006). 

Referências

BARROS, R. P.; HENRIQUES, R.; MENDON«A, R. Pelo fim das décadas perdidas: educaÁ„o e desenvolvimento sustentado no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 2002. (Texto para Discuss„o, n. 857).

________; MENDON«A, R.; SANTOS, D. D.; QUINTAES, G. Determinantes do desempenho educacional no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 2001. (Texto para Discuss„o, n. 834).

BELIK, W. Estado, grupos de interesse e formulaÁ„o de polÌticas para a agropecu·ria brasileira. Revista de Economia e Sociologia Rural, BrasÌlia, jan./mar. 1998.

BELIK, W.; BALSADI, D. V. MudanÁa cambial e m„o-de-obra na agricultura. Gazeta Mercantil, p. A-3, 7 nov. 2001.

CORR A, A.M.C.J. Distribuição de renda e pobreza na agricultura brasileira (1981- 1990). Piracicaba, SP: Editora Unimep, 1998. 260p.

________. Rendimento do trabalho e desigualdade: uma an·lise regional das pessoas ocupadas na agricultura brasileira (1981-1999). 2002. Trabalho cedido pela autora (ajcorrea@unimep.br).

________; CR”COMO, F. C.; MONTEBELO, M. I. L.; FIGUEIREDO, N. M. S. Bemestar, pobreza e desigualdade de rendimentos entre as pessoas ocupadas na agricultura brasileira: uma avaliaÁ„o da evoluÁ„o e das disparidades regionais no perÌodo 1995-1999.

In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 40, Passo Fundo, 2002. Anais… FERREIRA, F. H. G.; LANJOUW, P. Rural non-agricultural activities and poverty in the brazilian northeast. Rio de Janeiro: PUC-RJ, 2000. (Texto para Discuss„o, n. 428).

FOSTER, A. D.; ROSENZWEIG, M. R. Technical change and human-capital returns and investments: evidence from the Green Revolution. American Economic Review, v. 86, n. 4, p. 931-953, Sept. 1996.

HOFFMANN, R. DistribuiÁ„o da renda na agricultura. In: CAMARGO, J.; GIAMBIAGI, F. (Org.). Distribuição de renda no Brasil. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

________. Pobreza e desnutriÁ„o de crianÁas no Brasil: diferenÁas regionais e entre ·reas urbanas e rurais. Economia Aplicada, v. 2, n. 2, p. 299-315, 1998.

________. MensuraÁ„o da desigualdade e da pobreza no Brasil. In: HENRIQUES, R.

(Org.). Desigualdade e pobreza no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 2000.

________. A distribuiÁ„o da posse da terra no Brasil de acordo com as PNAD de 1992 a 1999. In: CONCEI«ÃO, J. C.; GASQUES, J. G. Transformações da agricultura e políticas públicas. BrasÌlia: IPEA, 2001a.

________. DistribuiÁ„o da renda no Brasil em 1999. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 39, Recife, 2001b. Anais… ________. Income distribution in Brazil and the regional and sectoral contrasts. In: GUILHOTO, J. J. M.; HEWINGS, G. J. D. (Org.). Structure and structural change in the Brazilian economy. Burlington, USA: Ashgate, 2001c.

IPEADATA. Exportações – setor: agropecuária – (FOB) US$. DisponÌvel em: <http://www. ipea.gov.br>. Acesso em: 5 abr. 2003.

LANGONI, C. G. Distribuição da renda e desenvolvimento econômico do Brasil. Rio de Janeiro: Editora Express„o e Cultura, 1973.

MELO, F. H. A agricultura brasileira e a forte desvalorizaÁ„o cambial. Informações FIPE, S„o Paulo, p. 18-21, mar. 1999.

MENEZES-FILHO, N. A. A evolução da educação no Brasil e seu impacto no mercado de trabalho. Instituto Futuro Brasil, mar. 2001. DisponÌvel em: .

NASSAR, A. M.; VIEGAS, C.; NAKAZONE, D. Agricultura: retrospectiva do ano de 2001 e perspectiva para 2002. Informações FIPE, S„o Paulo, p. 8-10, jan. 2002.

NEY, M. G. Equações de rendimentos: o efeito da posse da terra. DissertaÁ„o (Mestrado)- Instituto de Economia da unicamp, Campinas, 2002.

________; HOFFMANN, R. Desigualdade de renda na agricultura: o efeito da posse da terra. Economia. NiterÛi, jan./jun. 2003.

PNAD 1999. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Rio de Janeiro: IBGE, 2000.

Publicado
2016-01-26
Como Citar
Hoffmann, R., & Ney, M. G. (2016). Desigualdade, escolaridade e rendimentos na agricultura, ind˙stria e serviÁos, de 1992 a 2002. Economia E Sociedade, 13(2), 51-79. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8643053
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>