Investimento Direto Estrangeiro e a retomada do crescimento sustentado nos anos 90

Autores

  • Mariano F. Laplane Universidade Estadual de Campinas
  • Fernando Sarti Universidade Estadual de Campinas

Palavras-chave:

Investimentos estrangeiros – Brasil. Brasil – Indústria. Política industrial. Desenvolvimento econômico

Resumo

Este artigo analisa a contribuição do Investimento Direto Estrangeiro na indústria brasileira para a eventual retomada do crescimento sustentado da economia brasileira. Na primeira seção é analisada a evolução desses investimentos nos anos 90. A segunda seção trata do papel das empresas estrangeiras no processo de reestruturação da indústria brasileira. Na terceira seção, discutem-se os fatores atuais de atração do investimento e as estratégias das empresas estrangeiras, com base em informações obtidas junto a um grupo de empresas estrangeiras que atualmente investem na indústria brasileira. Na seção final analisam-se as características dos novos investimentos estrangeiros e sua eventual contribuição para a retomada do crescimento sustentado.

Abstract

This paper studies foreign direct investment in Brazilian manufacturing and its potential contribution to growth. Foreign direct investment in the nineties is analyzed in the first section. The second section focuses the role of transnational corporations in the process of restructuring of manufacturing. The third section identifies the main factors attracting foreign investment to Brazil and influencing the investment strategies, based on data from a sample of foreign firms that currently invest in Brazilian manufacturing. The last section deals with the potential contribution of foreign direct investment to growth.

Key-words: Foreign investment – Brazil; Brazil – Industry; Industrial policy; Economic development

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariano F. Laplane, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Hebraica de Jerusalem (1980), mestrado em Master of City Planning - University of California at Berkeley (1982) e doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (1992). 

Fernando Sarti, Universidade Estadual de Campinas

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) em 1987, mestrado em Economia pela UNICAMP (1994) com a dissertação: ?Evolução das Estruturas de Produção e de Exportação da Indústria Brasileira nos Anos 1980? e doutorado em Economia pela UNICAMP (2001) com a tese "Internacionalização Comercial e Produtiva no Mercosul nos anos 90". Participante da terceira edição do Cambridge Advanced Programme on Rethinking Development Economics (CAPORDE) na Universidade de Cambridge-Inglaterra em 2004.

Referências

BARROS, O. Oportunidades abertas para o Brasil face aos fluxos globais de investimento de risco e de capitais financeiros nos anos 90. Campinas: UNICAMP.

IE. NEIT, 1994. mimeo. (Nota Técnica do ECIB).

BIELSCHOWSKY, R. Transnational corporations and the manufacturing sector in Brazil. Technological backwardness in the eighties and signs of an important restructuring in the nineties. Santiago, Chile, out. 1992. mimeo. (Presented at High Level Symposium on the Contribution of Transnational Corporations to Growth and Development in Latin America and the Caribbean).

________; STUMPO, G. A internacionalização da indústria brasileira: números e reflexões depois de alguns anos de abertura. In: BAUMANN, R., org. O Brasil e a economia global. Rio de Janeiro: Ed. Campus/SOBEET, 1996.

CHESNAIS, F. A mundialização do capital. São Paulo: Xamã, 1996.

COUTINHO. L. A fragilidade do Brasil em face da globalização. In: BAUMANN, R. org. O Brasil e a economia global. Rio de Janeiro: Ed. Campus-SOBEET, 1996.

COUTINHO. L.; BELLUZZO, L.G. Desenvolvimento e estabilização sob finanças globalizadas. Economia e Sociedade, Campinas, v.7, p.129-54, dez. 1996.

________; FERRAZ, J.C., coord. Estudo da Competitividade da Indústria Brasileira – ECIB. Campinas: Papirus/Ed. UNICAMP, 1994 CNI/CEPAL. Investimentos na indústria brasileira 1995/1999. Características e determinantes. Rio de Janeiro, 1997.

DUNNING, J. Explaining international production. London: Unwin Hyman, 1988.

________. Re-evaluating the benefits of foreign direct investment. Transnational Corporations, v. 3, n. 1, Feb. 1994.

ERBER, F. S.; CASSIOLATO, J. E. Política industrial; teoria e prática no Brasil e na OCDE. Revista de Economia Política, v. 17, n. 2 (66), p.32-60, mar. 1997.

KUME, H. O Plano Real e as mudanças na estrutura da tarifa aduaneira. Revista Brasileira de Comércio Exterior, n. 48, jul./ago./set. 1996.

LAPLANE, M. F.; SARTI, F. . The restructuring of the brazilian automobile industries in the nineties. Actes du GERPISA, n.20, p.31-48, May 1997a.

________; ________. O Investimento Direto Estrangeiro no Brasil nos anos 90: determinantes e estratégias. Campinas: UNICAMP. IE. NEIT, 1997b. mimeo. (Relatório de Pesquisa do Projeto Internacionalização Produtiva no MERCOSUL).

MENDONÇA DE BARROS, J.; GOLDENSTEIN L. Avaliação do processo de reestruturação industrial brasileiro. Revista de Economia Política, v. 17, n. 2(66), p.11-31, mar. 1997.

MESQUITA MOREIRA, M.; CORREA, P. G. Abertura comercial e indústria: o que se pode esperar e o que se vem obtendo. Rio de Janeiro: BNDES. Departamento Econômico, 1996. (Texto para Discussão, n. 49).

PORTA, F. La Inversión Extranjera Directa en la Argentina en los años 90: factores de atracción y estrategias empresariales. Buenos Aires: CENIT, 1997. mimeo.

(Relatório do Projeto Internacionalização Produtiva no MERCOSUL).

TAVARES, M. C. Problemas de industrialización avanzada en capitalismos tardios y periféricos. Revista do CIDE, México, 1981.

UNITED NATIONS CONFERENCE ON TRADE AND DEVELOPMENT – UNCTAD. The determinants of Foreign Direct Investment. A survey of the evidence. Genebra, 1992.

________. World investment report. Transnational corporations and competitiveness. Genebra, 1995.

Downloads

Publicado

2016-02-11

Como Citar

LAPLANE, M. F.; SARTI, F. Investimento Direto Estrangeiro e a retomada do crescimento sustentado nos anos 90. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 6, n. 1, p. 143–181, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8643173. Acesso em: 25 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos