Da globalização da economia à falência da democracia

  • Carlos Estevam Martins Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Globalização. Democracia. Estado nacional. Cultura. Espaço

Resumo

O artigo examina os efeitos da globalização em vários campos – social, espacial, cultural, político – e em especial sobre a democracia. Seu argumento central é o de que a globalização destrói as condições que tornam possível a construção e o funcionamento do regime democrático. Concentra-se na análise de uma situação específica, qual seja, de um país subdesenvolvido situado na periferia do sistema mundial.

Abstract

The paper examines the effects of globalization on several fields – social, spatial, cultural, political – and particularly on democracy. Its central point is that globalization destroys the conditions which make the construction and functioning of the democratic regimen possible. It concentrates on the analysis of a specific situation, namely that of an underdeveloped country situated on the periphery of the international system.

Key words: Globalization. Democracy.  State. Culture. Space

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Estevam Martins, Universidade de São Paulo

Carlos Estevam Martins (Rio de Janeiro, janeiro de 1934 - outubro de 2009) foi um sociólogo brasileiro. Assistente de Álvaro Vieira Pinto, atuou no ISEB. Foi um dos fundadores, o primeiro diretor e autor do manifesto do Centro Popular de Cultura (CPC) da União Nacional dos Estudantes (UNE), fundado em 1961. FoiSecretário da Educação de São Paulo por duas vezes, durante os governos de Luiz Antônio Fleury e Orestes Quércia. Doutor em Ciências Sociais, é professor do Departamento de Ciência Política da USP e membro do Cebrap.

Referências

AMSDEN, A.H. Asia's next giant. New York: Oxford Press, 1989.

ANDERSON, P. Balanço do neoliberalismo. In: SADER, E., org. Pós-neoliberalismo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

AZEVEDO, C.B. A estrela partida ao meio. São Paulo: Ed. Entrelinhas, 1995.

BARNET, R.; CAVANAGH, J. Global dreams: imperial corporation and the new world order. New York: Simon and Schuster, 1994.

BELLUZZO, L.G.M. A política da globalização. Folha de São Paulo, São Paulo, set.1995.

BRAGA, J.C.S. A financeirização da riqueza. (A macroestrutura financeira e a nova dinâmica dos capitalismos centrais). São Paulo: IESP/Fundap, 1992.

BULL, H. The anarchical society. In: HELD, D. Political theory today. Stanford: Stanford Univ. Press, 1991. p. 223.

BURLAMAQUI, L. Política de organização do capitalismo na Coréia do Sul. Argumento, n. 1, 1992.

CASTELLS, M. O começo da história. O Socialismo do Futuro,v.1, n. 2, 1991.

CHESNAIS, F. La mondialisation du capital. Paris: Syros, 1994.

DAHRENDORF, R. Quadrare il cerchio. Laterza, 1995.

FRIAS FILHO, O. Adeus às massas. Folha de São Paulo, São Paulo, 23 nov. 1995.

HELD, D. Political theory today. Stanford: Stanford Univ. Press, 1991.

HOBSBAWM, E. The age of extremes. New York: Pantheon Books, 1994.

HOLLOWAY, J. Global capital and the national state. In: BONEFELD, W., ed. Global capital, national state and the politics of money. London: St.Martin's Press, 1994.

KURZ, R. O colapso da modernização. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993.

LUTTWAK, E. O capitalismo turbinado e suas conseqüências. Novos Estudos, São Paulo, n. 45, jul. 1996.

MARTINS, C.E. O circuito do poder. São Paulo: Ed. Entrelinhas, 1994.

MORAES, A.E. A globalização da ciranda financeira. Folha de São Paulo, São Paulo, 22 out. 1995.

NOGUEIRA, M.A. A globalização da política. Jornal da Tarde, São Paulo, 5 out. 1995.

OFFE, C. Razão e política. Lua Nova, São Paulo, n.19, nov. 1989.

RATTNER, H. Globalização: em direção a um mundo só? São Paulo: USP.Instituto de Estudos Avançados, 1996. (Paper) REICH, R. L'économie mondialisée. Paris: Dunod, 1993.

SOLOMON, S. The confidence game. New.York: Simon and Schuster, 1995.

TOURAINE, A. Folha de São Paulo, Caderno Mais, São Paulo, 1995.

WALZER, M. Spheres of justice. Oxford: Blackwell, 1983.

Publicado
2016-02-02
Como Citar
Martins, C. E. (2016). Da globalização da economia à falência da democracia. Economia E Sociedade, 5(1), 1-23. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8643185
Seção
Artigos