Banner Portal
A natureza da inflação de serviços no Brasil: 1999-2014
PDF

Palavras-chave

Inflação de serviços. Doença de Baumol. Preços relativos. Inflação brasileira. Crescimento liderado por salários.

Como Citar

SANTOS, Cláudio Hamilton Matos dos; SILVA, Antonio Carlos Macedo e; AMITRANO, Cláudio Roberto; CARVALHO, Sandro Sachet de; BASTOS JUNIOR, Ennio Ferreira; ESTEVES, Fernando Henrique de Araújo; YANNICK, Kolai Zagbai Joel; LIMA, Lucikelly dos Santos. A natureza da inflação de serviços no Brasil: 1999-2014. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 27, n. 1, p. 199–231, 2018. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8652546. Acesso em: 22 jun. 2024.

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar a dinâmica da inflação de serviços no Brasil. Para isso, procurou-se identificar os elementos constitutivos do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo passíveis de serem classificados como serviços desde 1999 e propôs-se um tradutor entre esses elementos e os conceitos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas. Com base nesse tradutor, foi possível extrair dados da Pesquisa Anual de Serviços, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios e da Relação Anual das Informações Sociais sobre a composição do valor da produção, das ocupações e dos rendimentos do trabalho dos vários setores de serviços que compõem o IPCA. Os dados analisados corroboram visões preexistentes sobre o tema e as estendem, propondo que atenção seja dada a alguns poucos setores de serviços com taxas excepcionais de crescimento da produção e/ou do número de ocupados e rendimentos desses trabalhadores.
PDF

Referências

ALVES, P. et al. Preços administrados: projeção e repasse cambial. Brasília: BCB, 2013. (Trabalhos para Discussão, n. 305).

ANAC – AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL. Tarifas aéreas domésticas. 29. ed. Brasília: Anac, 2014.

BAUMOL, W. J. et al. The cost disease: why computers get cheaper and health care doesn’t. New Haven: Yale University Press, 2012.

BAUMOL, W. J.; BOWDEN, W. G. On the performing arts: the anatomy of their economic problems. American economic review, v. 55, n. 2, p. 495-502, 1965.

BAUMOL, William J. Macroeconomics of unbalanced growth: the anatomy of urban crisis. American Economic Review, Jun., 1967.

BAUMOL, William J., BLACKMAN, S., WOLFF, E. Unbalanced growth revisited: asymptotic stagnancy and new evidence. American Economic Review, v. 75, n. 4, 1986.

BCB – BANCO CENTRAL DO BRASIL. Preços administrados por contrato e monitorados na composição do IPCA: atualização da pesquisa de orçamentos familiares. Relatório de Inflação, v. 8, n. 1, mar. 2006.

BCB – BANCO CENTRAL DO BRASIL. Pressões de demanda e de custos sobre os preços de serviços no IPCA. Relatório de Inflação, v. 13, n. 2, jun. 2011.

BCB – BANCO CENTRAL DO BRASIL. Segmentação da inflação de serviços. Relatório de Inflação, v. 15, n. 4, dez. 2013a.

BCB – BANCO CENTRAL DO BRASIL. Revisão dos modelos de projeção de pequeno porte – 2013. Relatório de Inflação, v. 15, n. 2, jun. 2013b.

CLARK, C. The conditions of economic progress. London: Macmillian Co. Ltda, 1940.

DANIELS, P.W. Service industries in the world economy. Oxford, England: Backwell Pub., 1993.

DIEESE – DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SOCIOECONÔMICOS. Análise dos atuais componentes da inflação no Brasil. São Paulo: Dieese, 2011. (Nota técnica, n. 98).

FRISCHTAK, C. A. Social-democracia brasileira: seu momento de definição. In: VELLOSO, J. P. R. (Coord.). Rumo ao Brasil desenvolvido (em duas ou três décadas). Rio de Janeiro: Campus/Elsevier, 2013.

GERSHUNY, Jonathan. The new service economy: the transformation of employment in industrial societies. Westview Press, 1990.

GIOVANNETTI, L. Inflação de serviços no Brasil: pressão de demanda ou de custos? 2013. Dissertação (Mestrado)–Escola de Economia de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2013.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Passagens aéreas – subitem avião. Rio de Janeiro: SNIPC-IBGE, 2010. (Nota Técnica, n. 02/2010).

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Sistema nacional de índices de preços ao consumidor: métodos de cálculo. 7. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2013a.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Passagem aérea. Rio de Janeiro: SNIPC-IBGE, 2013b. (Nota Técnica, n. 02/2013).

KALECKI, M. Class struggle and distribution of national income. In: KALECKI, M. Selected essays on the dynamics of the capitalist economy. Cambridge: Cambridge University Press, 1971.

KON, Anita. Sobre as atividades de serviços: revendo conceitos e tipologias. Revista de Economia Política, v. 19, n. 2 (74), abr./jun. 1999.

SANTOS, C. Notas sobre as dinâmicas relacionadas do consumo das famílias, da formação bruta de capital fixo e das finanças públicas brasileiras no período 2004-2012. In: CORREA, V. (Coord.). Padrão de acumulação e desenvolvimento brasileiro. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2013.

A Economia e Sociedade utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.