O que é superexploração?

  • Rodrigo Straessli Pinto Franklin Universidade Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Superexploração, Teoria da dependência, Teoria do valor.

Resumo

O que é a superexploração da força de trabalho? Como a superexploração funciona? Quais são seus impactos para a classe trabalhadora? O presente artigo busca responder a essas questões, demonstrando como a categoria introduzida por Ruy Mauro Marini pode ser compreendida em acordo com a teoria marxista do valor, e como ela se articula com a determinação do valor da força de trabalho. O texto foi elaborado tendo em vista tanto contribuir para uma compreensão mais ampla dessa categoria quanto para apresentá-la àqueles que não são conhecedores do debate sobre a dependência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Straessli Pinto Franklin, Universidade Federal do Espírito Santo

Professor do Departamento de Economia da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória, ES, Brasil.

Referências

ALBA, Víctor. Los subamericanos. México: Costa-Amic, 1964.

ANTUNES, Ricardo. A desertificação neoliberal no Brasil: Collor, FHC e Lula. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2005 [2004].

ANTUNES, Ricardo. Adeus ao trabalho?: ensaios sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2008 [1995].

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo Editorial, 2015.

BAMBIRRA, Vânia. O capitalismo dependente latino-americano. 2. ed. Florianópolis: Insular, 2013 [1974].

BAMBIRRA, Vânia. Teoria de la dependencia: una anticrítica. México: Era, 1978.

CARCANHOLO, Marcelo Dias. (Im)precisões sobre a categoria superexploração da força de trabalho. In: ALMEIDA FILHO, Niemeyer (Org.). Desenvolvimento e dependência: cátedra Ruy Mauro Marini. Brasília: IPEA, 2013. p. 71-97.

CARDOSO, Fernando Henrique; SERRA, José. Las desventuras de la dialéctica de la dependencia. Revista Mexicana de Sociología, v. 40, p. 9-55, 1978.

COMMUNIST LEAGUE OF FRANCE. A program of action for France. In: TROTSKY, Leon; BREITMAN, George. Writings of Leon Trotsky [1934-35]. New York: Pathfinder Press, 1971 [1934].

CUEVA, Agustín. Teoría social y procesos políticos en América Latina. México: EDICOL, 1979.

KATZ, Frederico Jayme. Clamando no deserto: a tese do bloqueio. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL DA SOCIEDADE DE ECONOMIA POLÍTICA LATINO-AMERICANA, 4., 2008, Buenos Aires. Anais... Buenos Aires: SEPLA, 2008.

KATZ, Frederico Jayme. Questionando as teorias da dependência e da financeirização: o Brasil na encruzilhada do desenvolvimento do capitalismo. São Paulo: Plêiade, 2011.

MARINI, Ruy Mauro. Dialéctica de la dependencia. 5. ed. México: Era, 1981 [1972].

MARINI, Ruy Mauro. Subdesarrollo y revolución. 8. ed. México: Siglo XXI, 1977 [1969].

MARINI, Ruy Mauro. Subdesarrollo y revolución en América Latina. Investigación Económica, México, v. 29, n. 113, p. 87-104, jan. 1969 [1967].

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política; livro primeiro - o processo de produção do capital. Tradução Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo Editorial, 2013 [1867].

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política; livro terceiro - o processo global da produção capitalista. Tradução Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo Editorial, 2017 [1894].

MARX, Karl. Salário, preço e lucro. In: MARX, Karl. Para a crítica da economia política; Salário, preço e lucro; O rendimento e suas fontes: a economia vulgar. São Paulo: Abril Cultural, 1982 [1865].

OSORIO, Jaime. Explotación redoblada y actualidad de la revolución. México: Itaca ; Universidad Autónoma Metropolitana, Unidad Xochimilco, 2009.

OSORIO, Jaime. Fundamentos de la superexplotación. Razón y Revolución, Buenos Aires, v. 25, p. 9-34, 1 nov. 2013.

PERLO, Victor. American imperialism. New York: International Publishers, 1951.

ROZZOTTO, Jaime Díaz. El carácter de la revolución guatemalteca: ocaso de la revolución democrático-burguesa corriente. México: Ediciones Revista Horizonte, 1958.

SANTOS, Theotonio Dos. Imperialismo y dependencia. Caracas: Fundación Biblioteca Ayacucho, 2011 [1978].

SMITH, Tony. Globalisation: a systematic Marxian account. Boston: Brill, 2006. (Historical Materialism Book Series, v. 10).

SMITH, Tony. Tec hnology and capital in the age of Lean production: a Marxian critique of the “new economy”. Albany: SUNY Press, 2000.
Publicado
2019-12-15
Como Citar
Franklin, R. S. P. (2019). O que é superexploração?. Economia E Sociedade, 28(3), 689-715. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8658153
Seção
Artigos