Banner Portal
A dinâmica inflacionária no Brasil de 2000 a 2009
PDF

Palavras-chave

Inflação de custo
Decomposição estrutural
Modelo de preços da matriz insumo-produto

Como Citar

GOMES, L.; FREITAS, F. . A dinâmica inflacionária no Brasil de 2000 a 2009: uma abordagem multissetorial . Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 29, n. 1, p. 327–357, 2020. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8661955. Acesso em: 21 fev. 2024.

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar, de uma perspectiva multissetorial, o processo inflacionário brasileiro no período 2000-2009. Para tanto, desenvolvemos uma metodologia de decomposição estrutural a ser aplicada ao modelo de preços associado à Matriz Insumo-Produto. Os resultados são analisados com base na hipótese de que em condições normais de funcionamento de uma economia de mercado, a inflação é predominantemente causada pela majoração dos custos de produção. A análise do período 2001-2009 é dividida em três subperíodos. No primeiro, 2001-2003, a variável central para explicar a inflação brasileira é a taxa nominal de câmbio. No segundo, 2004-2005, aumenta a importância do preço das commodities e a influência da dinâmica salarial. No terceiro, 2006-2009, a principal causa do processo inflacionário passa a ser o custo unitário do trabalho. Associada à mudança na trajetória das variáveis distributivas, a importância do setor de serviços na explicação da inflação brasileira aumenta.

PDF

Referências

ALLAIN, O. Tackling the instability of growth: a Kaleckian-Harrodian model with an autonomous expenditure component. Cambridge Journal of Economics, v. 39, n. 5, p. 1351- 1371, 2015.

AUKRUST, O. Inflation in the open economy: a Norwegian model. Oslo: Artikler, 1977.

BASTOS, C. P.; BRAGA, J. Conflito distributivo e inflação no Brasil: uma aplicação ao período recente. In: MACROECONOMIA para o desenvolvimento: crescimento, estabilidade e emprego. Rio de Janeiro: Editora IPEA, 2010. p. 119-156.

BARBOSA-FILHO, N. A structuralist inflation curve. Metroeconomica, p. 1-28, Mar. 2014.

BRAGA, J. Inflação no Brasil nos anos 2000: conflitos, limites e políticas não-monetárias. In: CARNEIRO, R.; MATIJASCIC, M. (Org.). Desafios do desenvolvimento brasileiro. Rio de Janeiro: Editora IPEA, 2011. p. 108-123.

BRAGA, J. A inflação brasileira na década de 2000 e a importância de políticas não monetárias de controle. Economia e Sociedade, v. 22, n. 3, p. 607-727, dez. 2013.

EDGREN, G. et al. Growth and the distribution of income. The Swedish Journal of Economics, v. 71, n. 3, p. 133-160, 1969.

FRISCH, H. The Scandinavian model of inflation: a generalization and empirical evidence. Atlantic Economic Journal, v. 5, n. 3, p. 1-14, dez. 1977.

FREITAS, F.; SERRANO, S. Growth rate and level effects, the stability of the adjustment of capacity to demand and the Sraffian supermultiplier. Review of Political Economy, v. 27, n. 3, p. 258-281, 2015.

FREITAS, F.; SERRANO, F. O supermultiplicador Sraffiano e o papel da demanda efetiva nos modelos de crescimento. Circus, Grupo Luján, Buenos Aires, v. 1, n. 1, 2007.

GOMES, L. S. A dinâmica inflacionária no Brasil de 2000 a 2009: uma abordagem multissetorial, Tese – IE, UFRJ, Rio de Janeiro, 2016. Disponível em: http://wits.worldbank.com/. Acesso em: 10 jan. 2015.

LAVOIE, M. Convergence towards the normal rate of capacity utilization in neo-kaleckian models: the role of non-capacity creating autonomous expenditures. Metroeconomica, v. 67, n. 1, p. 172-201, 2016.

LEWIS, A. O desenvolvimento econômico com oferta ilimitada de mão-de-obra. The Manchester School, 1954. MARTINEZ, T. S.; CERQUEIRA, V. S. Estrutura da inflação brasileira, determinantes e desagregação do IPCA. Economia e Sociedade, v. 22, n. 2, p. 409-456, ago. 2013.

MEDEIROS, C. A.; SERRANO, F. Padrões monetários internacionais e crescimento. In: FIORI, L. (Org.). Estados e moedas no desenvolvimento das nações. Petrópolis: Editora Vozes, 1999. p. 119-151.

MEDEIROS, C. A. Inserção externa, exportações e crescimento no Brasil. In: FIORI, L.; MEDEIROS, C. A. (Org.). Polarização mundial e crescimento. Petrópolis: Editora Vozes, 2001. p. 105-134.

MILLER, R. E.; BLAIR, P. D. Input-output analysis: foundations and extensions. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

PIMENTEL, D. M.; LUPORINI; MODENESI, A. Assimetrias no repasse cambial para a inflação: uma análise empírica para o Brasil (1999 a 2013). Estudos Econômicos, v. 46, p. 343-372, 2016. MODENESI, A. M. Política monetária e combate à inflação. In: EARP, F. S.; BASTIAAN, E. F.; MODENESI, A. N. (Org.). Como vai o Brasil? A economia brasileira no terceiro milênio. Rio de Janeiro: Imã Editorial, 2014, p. 1-279.

MODENESI, A.; ARAÚJO, E. C. Determinantes macroeconômicos da inflação: implicações para a política monetária. In: FERRARI-FILHO, F.; PAULA, L. F. (Org.). A crise financeira internacional: origens, desdobramentos e perspectivas. São Paulo: Unesp, 2012, p. 15-18.

NEVES, J. P. Mudança estrutural na economia brasileira entre os anos 2000-2008: uma análise de decomposição estrutural. Dissertação–IE. UFRJ, Rio de Janeiro, 2013.

PAULA, L. F. R.; SARAIVA, P. J. O regime de metas de inflação no Brasil: o que deve ser mudado? In: BELLUZZO, L. G.; BASTOS, P. P. Z. (Org.). Austeridade para quem? Balanço e perspectivas do Governo Dilma Rousseff. São Paulo: Carta Maior/Friedrich Ebert Stiftung, 2015, p. 155-163.

PREBISCH, R. O desenvolvimento econômico da América Latina e alguns de seus problemas principais. In: BIELSCHOWSKY, R (Org.). Cinqüenta anos de pensamento na Cepal. Rio de Janeiro: Record, 2000. v. 1, p. 69-136.

SERRANO, F. Long period effective demand and the Sraffian supermultiplier. Contributions to Political Economy, v. 14, p. 67-90, 1995a.

SERRANO, F. The Sraffian supermultiplier. Unpublished PhD Thesis, University of Cambridge, UK, 1995b.

SERRANO, F.; FREITAS, F. The Sraffian supermultiplier as an alternative closure to heterodox growth theory. European Journal of Economics and Economic Policies: Intervention, Edward Elgar Publishing, v. 14, n. 1, p. 70-91, Apr. 2017.

SERRANO, F.; SUMMA. R. Política econômica, crescimento e distribuição de renda na economia brasileira nos anos 2000. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DA ASSOCIAÇÃO KEYNESIANA BRASILEIRA, 4, Rio de Janeiro, 2011. Anais...

SUMMA, R. Mercado de trabalho e evolução dos salários no Brasil. Rio de Janeiro: UFRJ. IE, 2014. (Texto para Discussão, n, 13).

SUMMA, R.; BRAGA, J. Taxa de juros, taxa de câmbio e inflação no período do sistema de metas de inflação no Brasil. In: CORREA, Vanessa Petrelli (Org.). Padrão de acumulação e desenvolvimento brasileiro. 1. ed. Perseu Abramo, 2013, p. 1-248.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Economia e Sociedade

Downloads

Não há dados estatísticos.