Regimes regulatórios e política internacional: A Questão do Controle Petrolífero

  • José Alexandre Altahyde Hage Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Controle petrolífero.

Resumo

O importante analista das questões petrolíferas, Daniel Yergin, diz que os assuntos do petróleo são 90% de política e apenas 10% de economia (Yergin, 1994). Não é à toa que esse pesquisador escreve isso. A razão disso é que o petróleo vem sendo problematizado nas relações internacionais desde sua “invenção” na segunda parte do século XIX, entre os Estados Unidos (Pensilvânia) e Império russo (Baku), quando o bem passou a ser industrializado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Alexandre Altahyde Hage, Universidade Estadual de Campinas
Tem estudos pós-doutorais pelo depto de História da Universidade Federal Fluminense e doutorado em Ciência Política pela Unicamp. É professor universitário em São Paulo e pesquisador da ESALQ/USP, depto de Economia e Sociologia. Gostaríamos de comunicar que este artigo não adentra nas questões jurídicas. Queremos tão-somente analisar as questões políticas da energia internacional.

Referências

ANP – Agencia Nacional do Petróleo. “Certificação dos Reservatórios do Pré-Sal”. Sitio eletrônico: http://www.anp.gov.br/?pg=4686&m=t2=&t3=&14& ar&ps&cachebust1315496285364. Consultado em 08/09/2011.

BP – BRITISH PETROLEUM. Statistical Energy Review 2011. http:/ /www.bp.com/assets/bp_internet/globalbp/globalbp_uk_english/reports_and_publications/statistical_energy_review_2011/STAGING/local_assets/pdf/ statistical_review_of_world_energy_full_report_2011.pdf. Sitio consultado em 04/09/2011.

BOBBIO, Norberto. A Teoria das Formas de Governo. Brasília, Edunb, 1988.

FAZENDA – Ministério da Fazenda do Brasil. Sitio eletrônico: http://www.fazenda.gov.br/resenhaeletronica/ MostraMateria.asp?cod=486876. Consultado em 07/09/2011.

FEROLLA, Sérgio et METTRI, Paulo. Nem todo o Petróleo é Nosso. São Paulo, Paz e Terra, 2006.

FURTADO, Celso. Brasil: A Construção Interrompida. São Paulo, Paz e Terra, 1992.

GOWAN, Peter. A Roleta Global: Uma Aposta Faustiniana de Washington para Dominar o Mundo. Rio de Janeiro, Record, 2003.

GRAMSCI, Antonio. Os Intelectuais e a Organização da Cultura. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1985.

HAGE, José Alexandre Altahyde Hage. “Poder Político e Regulação do Pré-Sal”. In: Meridiano 47. http://www.red.unb.br/index.php/MED/article/view/504/322. Sitio consultado em 04/09/2011.

HESTER, Annete et WEINTRAUB, Sidney. “Canadá”. In: WEINTRAUB, Sidney.

HESTER, Annete et PRADO, Veronica (org). Cooperação Energética nas Américas: Entraves e Benefícios. Rio de Janeiro, Campus, 2008.

JUHASZ, Antonia. A Tirania do Petróleo: A mais Poderosa Indústria do Mundo e o que pode ser feito para dete-la. Rio de Janeiro, Ediouro, 2008.

RICUPERO, Rubens. O Brasil e o Dilema da Globalização. São Paulo, SENAC, 2001. RIFKIN, Jeremy. A Economia do Hidrogênio. São Paulo, M.books, 2003.

SANTOS, Edmilson. “Petróleo – Quadro Estratégico-Global no Início do Século XXI”. In: Política Externa. Volume 12, número 01. São Paulo, Paz e Terra, 2003.

SÉBILLE-LOPEZ, Philippe. Geopolíticas do Petróleo. Lisboa, Instituto Piaget, 2006.

VERRASTRO, Frank. “Estados Unidos”. In: WEINTRAUB, Sidney. HESTER, Annete et PRADO, Verônica (org). Cooperação Energética nas Américas: Entraves e Benefícios. Rio de Janeiro, Campus, 2008.

YERGIN, Daniel. Petróleo: Uma História de Ganância, Dinheiro e Poder. São Paulo, Scritta, 1994

Publicado
2013-09-19
Como Citar
Hage, J. A. A. (2013). Regimes regulatórios e política internacional: A Questão do Controle Petrolífero. Idéias, 2(2), 133-154. https://doi.org/10.20396/ideias.v2i2.8649320