Banner Portal
Segurança pública e lógica neoliberal: a realidade brasileira
PDF

Palavras-chave

Segurança pública. Neoliberalismo. Violência. Brasil.

Como Citar

MENDES, Kíssila Teixeira. Segurança pública e lógica neoliberal: a realidade brasileira. Ideias, Campinas, SP, v. 7, n. 1, p. 203–226, 2016. DOI: 10.20396/ideias.v7i1.8649517. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ideias/article/view/8649517. Acesso em: 20 jun. 2024.

Resumo

A pesquisa se baseia na revisão bibliográfica sobre segurança pública e Neoliberalismo e no uso de dados quantitativos, posteriores aos anos 2000, que permitam analisar, em um primeiro momento, a lógica neoliberal e sua inserção no Brasil e, posteriormente, a presença desta orientação nas políticas criminais e penais. O trabalho tem o objetivo de compreender, a partir de uma análise pautada na criminologia crítica, os mecanismos estatais que definem o objeto e que reagem ao crime, e parte da hipótese de que a responsabilização pelos níveis alarmantes de criminalidade na sociedade é direcionada para a população pobre (criminalização da pobreza).

https://doi.org/10.20396/ideias.v7i1.8649517
PDF

Referências

ANDRIOLO, L. J. A Reforma do Estado de 1995 e o Contexto Brasileiro. XXX ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRAGUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO (ANPAD), 2006, Salvador. Anais... Salvador, 2006.

ANISTIA INTERNACIONAL. Relatório anual dos direitos humanos de 2011. [S.l.], 2012. Disponível em: . Acesso em: 25 julho 2013.

BATISTA, N. Mídia e sistema penal no capitalismo tardio. Revista Brasileira de Ciências Criminais, “Revista Especial”, 8º Seminário Internacional, n. 42, 2003.

BATISTA, V. M. Adesão subjetiva à barbárie. In. BATISTA, V. M. Loïc Wacquant e a questão penal no capitalismo neoliberal. Rio de Janeiro: Revan, 2012.

BATISTA, V. M. Uma guerra particular. Carta Capital, São Paulo, 8 de julho de 2013. Disponível em . Acesso em: 8 jul. 2013.

BOBBIO, N. Liberalismo e Democracia. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1994.

BRASIL. Ministério da Justiça. Sistema Penitenciário no Brasil - Dados Consolidados. Brasília, DF, 2011. Disponível em . Acesso em: 24 abr. 2011.

BRASIL. Secretaria Geral da Presidência da República. Mapa do Encarceramento: os jovens do Brasil. Brasília, DF, 2014. Disponível em . Acesso em: 23 abr. 2015.

CENTRAL INTELLIGENCE AGENCY (CIA). The World Factbook. USA, 2013. Disponível em: https://goo.gl/jdReX4. Acesso em: 26 jul. 2013.

COSTA, E. V. Da Monarquia à República. 7a. ed. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1999.

DIREITO DIRETO. O Brasil atrás das grades. São Paulo, 2012. Disponível em . Acesso em: 26 jun. 2013.

DORNELLES. J. R. W. Conflito e Segurança: entre pombos e falcões. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris, 2003.

FAORO, R. Os donos do poder: formação do patronato político brasileiro. 10ª ed. São Paulo: Globo, 1995.

FENAVIST. Movimentação das Empresas do Segmento. São Paulo, 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2013.

FIORI, J. L. O Brasil e seu “entorno estratégico” na primeira década do século XXI. In. SADER, E. (Org.). 10 anos de governos pósneoliberais no Brasil: Lula e Dilma. São Paulo: Ed. Boitempo, 2013.

GARCIA, M. A. Dez anos de política externa. In. SADER, E. (Org.). 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma. São Paulo: Ed. Boitempo, 2013.

HOLLANDA, S. B. Raízes do Brasil. 7ª ed. Rio de Janeiro: José Olympo, 1973.

JOVCHELOVITCH, S. Representações Sociais e Esfera Pública – A construção simbólica dos espaços públicos no Brasil. Petrópolis: Ed. Vozes: 2000.

KARAM, M. L. A Esquerda Punitiva. Discursos Sediciosos: crime, direito e sociedade, n. 1, ano 1. Rio de Janeiro: Ed. RelumeDumará, 1996.

MACEDO, U. B. Liberalismo e Justiça Social. São Paulo: Ed. IBRASA, 1995.

MANCEBO, D. Modernidade e produção de subjetividades: breve percurso histórico. Revista Psicologia: Ciência e profissão. v. 22, n. 1, 2002.

MARTINI, M. A seletividade punitiva como instrumento de controle das classes perigosas. MPMG Jurídico. Belo Horizonte, 2007.

MAURIEL, A. P. O. Combate à pobreza e (des) proteção Social: dilemas teóricos das novas políticas sociais. Estudos de Política e Teoria Social. n. 14 e 15, 2006.

MIRANDA, A. B.; MIRANDA, G. J.; VERÍSSIMO, M. P. Ajuste neoliberal e a crise do Estado: necessidade de se retomar a autonomia dos Estados nacionais. IV Simpósio Internacional: o Estado e as Políticas Educacionais no Tempo Presente. Anais... Uberlândia/MG, 2008.

NEDER, G. Absolutismo e punição. Discursos sediciosos: crime, direito e sociedade, n. 1, ano 1, 1996.

NEGRÃO, J. J. O. O Neoliberalismo na Redemocratização Brasileira. Lutas Sociais, n 1, 1996.

PASTANA, D. Justiça Penal Autoritária e Consolidação do Estado Punitivo na Brasil. Revista Sociologia Política, v. 17, n. 32, 2009.

SADER, E. A construção da hegemonia pós-neoliberal. In. SADER, E. (Org.). 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma. São Paulo: Ed. Boitempo, 2013.

SANTOS, R. D. Criminologia crítica e violência: o sistema penal como ultima ratio. CEDES – Centro de Estudos Direito e SOCIEDADE – boletim/março de 2007. Disponível em: . Acesso em 11 maio 2015.

SESVESP. Primeiro Estudo sobre o segmento prestador de serviços de segurança privada. São Paulo, 2012. Disponível em: . Acesso em: 13 fev. 2013.

SILVA, L. A. M. Sociabilidade Violenta: por uma interpretação da criminalidade contemporânea no Brasil urbano. Sociedade e Estado, v.19, n. 1, 2004.

SOARES, L. T. R. Ajuste neoliberal e desajuste social na América Latina. Rio de Janeiro: Ed.UFRJ, 1999.

SOUSA, D. T. A Comissão da Verdade e a Democracia no Brasil. Revista Sociologia, n. 40, 2012.

SOUZA, H. R. C. et al. Todo crime é político (entrevista com Nilo Batista). Caros Amigos, ano 7, n. 77, 2003.

TAVARES, V. “Cada país tem o número de presos que decide politicamente ter” (entrevista com Raúl Eugenio Zaffaroni). Brasil de Fato, São Paulo, 29 de julho de 2013. Disponível em: http://goo.gl/Iy9GMa. Acesso em: 30 jul. 2013.

WACQUANT, L. As Prisões da Miséria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

WACQUANT, L. O lugar da prisão na nova administração da pobreza. Revista Novos Estudos, n. 80, 2008.

WACQUANT, L. Punir os Pobres: a nova gestão da miséria nos Estados Unidos. Rio de Janeiro: Revan, 2003.

WERMUTH, M. A. Direito Penal versus Sociedade de consumo: como eliminar o “perigo” representado pelos “consumidores falhos”. Cadernos da Escola de Direito e Relações Internacionais, v. 2, n. 13, 2010.

ZAFFARONI, E. R. Em busca das penas perdidas. Rio de Janeiro: Revan, 1991.

A Idéias utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.