O heterossexismo é meramente cultural? Judith Butler e Nancy Fraser em diálogo

  • Aléxia Cruz Bretas Universidade Federal do ABC
Palavras-chave: Heterossexismo. Identidade. Reconhecimento. Queer. Desconstrução.

Resumo

O diálogo entre Judith Butler e Nancy Fraser aborda questões centrais para se pensar as múltiplas interfaces entre a teoria crítica e a justiça social nos dias atuais. Longe de circunscrever apenas mais uma acirrada diatribe acadêmica, o campo de forças tensionado pela abordagem desconstrutiva de Butler e a historicização materialista de Fraser nos dá muito a refletir sobre a cultura e seu papel de reforço e/ou desestabilização das estratégias de normalização incorporadas pelo modo de produção capitalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aléxia Cruz Bretas, Universidade Federal do ABC
Professora Adjunta na Universidade Federal do ABC. Com doutorado em Filosofia pela USP e pós-doutorado em Teoria Literária pela UNICAMP, é autora dos livros A constelação do sonho em Walter Benjamin (Humanitas / Fapesp, 2008), Do romance de artista à permanência da arte (Annablume / Fapesp, 2013) e Fantasmagorias da modernidade (Ed. Unifesp, no prelo).

Referências

BEAUVOIR, S. O segundo sexo. Trad. Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

BUTLER, J. Problemas de gênero: Feminismo e subversão da identidade. Trad. Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Ed. Civilização Brasileira, 4ª Edição, 2012.

BUTLER, J. Relatar a si mesmo: crítica da violência ética. Trad. Rogério Bettoni. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

BUTLER, J. Meramente cultural. Trad. Aléxia Bretas. Idéias, v. 7, n. 2, p. 229-248, 2016a.

BUTLER, J. Quadros de guerra: quando a vida é passível de luto? Trad. Sérgio Tadeu de Niemeyer Lamarão e Arnaldo Marques da Cunha. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2016b.

CYFER, I. Afinal, o que é uma mulher? Simone de Beauvoir e a “questão do sujeito” na teoria crítica feminista. Lua Nova, 94, p. 41-77, 2015.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: a vontade de saber (vol. 1). Trad. M. T. da C. Albuquerque e J. A. G. Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

FRASER, N. Da redistribuição ao reconhecimento? Dilemas da justiça numa era “pós-socialista”. Trad. Julio Assis Simões. Cadernos de Campo, n. 14/15, p. 231-239, 2006.

FRASER, N. O feminismo, o capitalismo e a astúcia da história. Trad. Anselmo da Costa e Sávio Cavalcante. Mediações, v. 14, n. 2, p. 11-33, 2009.

FRASER, N. Fortunes of Feminism: From State-Managed Capitalism to Neoliberal Crisis. London, New York: Verso, 2013.

FRASER, N. Heterossexismo, falso reconhecimento e capitalismo. Trad. Aléxia Bretas. Idéias, v. 8, n. 1, 2017.

FRASER, N. e HONNETH, A. Redistribution or Recognition? A Political-philosophical Exchange. London: Verso, 2003.

Publicado
2017-08-03
Como Citar
Bretas, A. C. (2017). O heterossexismo é meramente cultural? Judith Butler e Nancy Fraser em diálogo. Idéias, 8(1), 227-246. https://doi.org/10.20396/ideias.v8i1.8649782