Estado, organizações internacionais e agência na migração internacional

contribuições a partir da migração de alemães suábios para o Paraná no pós-Guerra

Palavras-chave: Migração internacional, Alemães, Brasil, Pessoas deslocadas

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar a migração de alemães suábios para o estado do Paraná no contexto posterior à Segunda Guerra Mundial, a partir de uma abordagem teórico-metodológica que enfatiza a atuação simultânea e articulada das diferentes escalas e seus respectivos atores, recursos e interesses, como importantes definidores do processo migratório. Para tanto, fazemos uso de dados secundários provenientes de bibliografia especializada e de fontes censitárias. Como resultados, a análise possibilitou a configuração de um olhar renovado sobre o processo migratório do passado, como também proporcionou elementos para maior entendimento e compreensão de fenômenos migratórios contemporâneas, estimulando, assim, a formulação de agendas de pesquisas futuras.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Siqueira Baltar, Universidade Estadual de Londrina

Professora e pesquisadora da Universidade Estadual de Londrina, Doutora em Demografia pela UNICAMP, Coordenadora do Observat´ório das Migrações de Londrina.

Ronaldo Baltar, Universidade Estadual de Londrina

Docente e pesquisador da Universidade Estadual de Londrina, Doutor em Sociologia pela USP e Pesquisador do Observat´ório das Migrações de Londrina

Karla Rosário Brumes, Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná

Professora e pesquisadora da Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná - Campus UNICENTRO-Irati, Doutora em Geografia pela UNESP-Presidente Prudente e Pós-doutora em Geografia pela Universidade de Lisboa.

Referências

ANDRADE, José H. Fischel. O Brasil e a organização internacional para refugiados (1946-1952). Revista Brasileira de Política Internacional, 48 (1), p. 60-96, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbpi/v48n1/v48n1a03.pdf. Acesso em: 16 set. 2019.

BAENINGER, Rosana. Notas acerca das migrações internacionais no século 21. In: BAENINGER, R. (Org.). Migração internacional. Campinas: Núcleo de Estudos de População – NEPO/UNICAMP, 2013. 256 p. ISBN 978-85-88258-36-5. (Por Dentro do Estado de São Paulo, volume 9).

BAENINGER, Rosana. Fases e faces da migração em São Paulo. Campinas: Núcleo de Estudos de População – NEPO/UNICAMP, 2012. 146 p. ISBN 978-85-88258-32-7.

BASSANEZZI, Maria S.C.B. Imigrações internacionais no Brasil: um panorama histórico. In: PATARRA, N. (coord.). Emigração e imigração internacionais no Brasil contemporâneo. São Paulo: FNUAP, 1995. 207 p. ISBN 85-86272-01-9.

BURKE, Peter. Perdas e ganhos: exilados e expatriados na história do conhecimento na Europa e nas Américas, 1500-2000. São Paulo: Editora Unesp, 2017. 299 p. ISBN 978-85-393-0706-7.

DE HASS, H. Migration and development: a theoretical perspective. International Migration Institute. University of Oxford, 2008. (Working Papers, 9). Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/pdf/10.1111/j.1747-7379.2009.00804.x. Acesso em: 16 set. 2019.

ELFES, Albert. Suábios no Paraná. Curitiba: [s.n.], 1971. 115 p. ISBN --.

FERNANDES, Evandro. SOS Europa Faminta. Comitê de socorro à Europa faminta – SEF – (1946-1949).

Iberoamericana, XIII, 52, p. 27-46, 2013. Disponível em: https://journals.iai.spk-berlin.de/index.php/iberoamericana/article/view/324. Acesso: 20 ago. 2019.

GARTNER, Monique; PIRES, Ariel José. História, memória e identidade: considerações acerca da ocupação da região de Entre Rios feita pelos suábios do Danúbio no Paraná (1951-1971). Revista Tempo, Espaço e Linguagem, v.2, no.1, p. 54-66, 2011. Disponível em: https://www.revistas2.uepg.br/index.php/tel/article/view/2648. Acesso em: 18 ago. 2019.

MOREIRA, Júlia Bertino. Política em relação aos refugiados no Brasil (1947-2010). 1996. Tese (Doutorado em Ciência Política) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, IFCH /UNICAMP, Campinas, 2012.

NICHOLLS, William H. A fronteira agrícola na história recente do Brasil: o estado do Paraná, 1920-65. Revista Brasileira de Economia, Rio de Janeiro, 24(4), p. 33-64, 1971. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rbe/article/viewFile/31/6109. Acesso em: 17 ago. 2019.

PAIVA, Odair Cruz. Histórias da imigração: imigrantes e migrantes em São Paulo entre o final do século XIX e o início do século XXI. São Paulo: Arquivo Público do Estado, 2013. (Coleção Ensino e Memória, 2). 253 p. ISBN 978-85-63443-07-6.

PORTES, Alejandro. Convergências teóricas e dados empíricos no estudo do transnacionalismo migrante. Revista Crítica de Ciências Sociais, 69, p. 73-93 outubro 2004. Disponível em: https://www.ces.uc.pt/publicacoes/rccs/artigos/69/RCCS69-073-093-Alejandro%20Portes.pdf. Acesso em: 16 set. 2019.

PRIORI, Angelo. Legislação e política fundiária no Estado do Paraná (1889-1945). Seculum – Revista de História, 26, João Pessoa, p. 133-147, 2012. Disponível em: http://www.direito.mppr.mp.br/arquivos/File/Politica_Agraria/7PRIORILegislacaopoliticafundiaria.pdf. Acesso em: 20 ago. 2019.

SALLES, Maria Rosário Rolfsen. Território e experiência migratória: os refugiados em São Paulo no pós-Segunda Guerra Mundial. Cadernos Metrópole, 20, p. 179-196, 2008. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/metropole/article/download/8692/6452. Acesso em: 20 ago. 2019.

SALLES, Maria Rosário Rolfsen. A política imigratória brasileira no pós-Segunda Guerra Mundial e os refugiados: uma leitura da Revista de Imigração e Colonização. Cena Internacional, vol.9, no. 2, 2007. Disponível em: https://biblat.unam.mx/es/revista/cena-internacional/articulo/a-politica-imigratoria-brasileira-no-pos-segunda-guerra-mundial-e-os-refugiados-uma-leitura-da-revista-de-imigracao-e-colonizacao. Acesso em: 19 nov. 2019.

SALLES, Maria Rosário Rolfsen; PAIVA, Odair; BASTOS, Sênia. Imigração e política imigratória no Pós-Segunda Guerra Mundial: perfil das entradas e trajetórias. In: SALLES, M.R.R.; BASTOS, S.; PAIVA, O.C.; PERES, R.G.; BAENINGER, R. (Orgs.). Imigrantes internacionais no Pós-Segunda Guerra Mundial. Campinas: Núcleo de Estudos de População – Nepo/UNICAMP, Faculdade Anhembi Morumbi, Universidade Federal de São Paulo, 2013. 48 p. ISBN 978-85-88258-40-2. (Por Dentro do Estado de São Paulo, volume 11).

SASSEN, S. A criação de migrações internacionais. In: _____. Sociologia da globalização. Porto Alegre: Editora Artmed, 2010. 240 p. ISBN 8536323531.

SEYFERTH, Giralda. Imigração e colonização alemã no Brasil: uma revisão da bibliografia. BIB, Rio de Janeiro: Vértice/ANPOCS, no.25, p. 3-55, 1988. Disponível em: http://www.anpocs.com/index.php/edicoes-anteriores/bib-25/395-imigracao-e-colonizacao-alema-no-brasil-uma-revisao-da-bibliografia/file. Acesso em: 20 ago. 2019.

SILVA, Márcia; BOSCHIERO, Gilson A. Poder, território e discurso: os suábios do Danúbio em Guarapuava-PR. Ação Midiática, Curitiba, no. 14, p. 311-329, jul/dez. 2017. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/acaomidiatica/article/view/50365/34232. Acesso em: 18 ago. 2019.

STEIN, Marcos Nestor. Memórias de uma diáspora: relatos de refugiados da Segunda Guerra Mundial. Espaço Plural, ano 9, no.19, p. 49-57, 2008. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/espacoplural/article/view/1927. Acesso: 18 ago. 2019.

TEIXEIRA, Paulo Eduardo; BRAGA, Antônio Mendes Costa; BAENINGER, Rosana (Orgs.). Migrações: implicações passadas, presentes e futuras. Marília: Oficina Universitária; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012. 368 p. ISBN 978-85-7983-267-3.

TRUZZI, Oswaldo. O lugar certo na época certa: sírios e libaneses no Brasil e nos Estados Unidos – um enfoque comparativo. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, no.27, p. 110-140, 2001. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2133. Acesso em: 10 dez. 2019.

Publicado
2020-04-22
Como Citar
Baltar, C. S., Baltar, R., & Brumes, K. R. (2020). Estado, organizações internacionais e agência na migração internacional . Ideias, 11, e020004. https://doi.org/10.20396/ideias.v11i0.8658632