Precariedade, precarização e precariado no sistema capital do século XXI – “Você não estava aqui”

Autores

  • Iael Souza Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.20396/ideias.v12i00.8659878

Palavras-chave:

Precariedade, Precarização, Precariado

Resumo

Este artigo discute a precariedade e precarização das condições existenciais e de trabalho da classe trabalhadora, o surgimento do precariado como “nova camada” dessa classe e a intensificação da precariedade e precarização da classe trabalhadora com a reestruturação produtiva do capital e sua atual fase de acumulação. O filme “Você não estava aqui” é utilizado para enfatizar alguns dos aspectos da precarização e precariedade da condição existencial e de trabalho dos trabalhadores assalariados de todo o mundo. Também são tecidas algumas breves considerações sobre como a SARS-COV-2 escancara a situação de precariedade e precarização da classe trabalhadora, intensificada com a política-econômica de austeridade na área social e a flexibilização trabalhista do capital neoliberal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iael Souza, Universidade Federal do Piauí

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Professora da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Referências

“Como o COVID-19 afetará o mundo do trabalho?” OIT (Organização Internacional do Trabalho), 2020. Disponível em: www.ilo.org/brasilia/noticias/WCMS_740753/lang--pt/index/htm.

“Em novo filme, Ken Loach ataca a economia dos apps como o Uber, que considera intolerável”. Folha Uol, 27 de fevereiro de 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2020/02/em-novo-filme-ken-loach-ataca-a-economia-dos-apps-como-o-uber-que-considera-intoleravel.shtml.

“Nosso filme olha para o caos da vida dominada pela tecnologia. É sobre essa falsa ilusão de liberdade”. Brasil El País, 28 de fevereiro de 2020. Disponível em: https://brasil.elpais.com/cultura/2020-02-28/nosso-filme-olha-para-o-caos-da-vida-dominada-pela-tecnologia-e-sobre-essa-falsa-ilusao-de-liberdade.html.

“Precário”. Dicio – Dicionário Online de Português. Disponível: www.dicio.com.br/precario/.

“Você não Estava Aqui”. Instituto Humanitas Unisinos (IHU), 2 de março de 2020. Disponível em: http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/596659-voce-nao-estava-aqui.

ALVES, Giovanni. Dimensões da precarização do trabalho: ensaios de sociologia do trabalho. Bauru: Canal 6, 2013.

ALVES, Giovanni. “A educação do precariado”. Blog da Boitempo, 17 de dezembro de 2012. Disponível em: www.blogdaboitempo.com.br/2012/12/17/a-educacao-do-precariado/.

ALVES, Giovanni. “O que é o precariado?” Blog da Boitempo, 22 de setembro de 2013a. Disponível em: www.blogdaboitempo.com.br/2013/07/22/o-que-e-o-precariado/.

ALVES, Giovanni. Dimensões da reestruturação produtiva: ensaios de sociologia do trabalho. 2ª ed. Londrina: Praxis; Bauru: Canal 6, 2007.

ALVES, Giovanni. O novo (e precário) mundo do trabalho: reestruturação produtiva e crise do sindicalismo. São Paulo: Boitempo, 2005.

ALVES, Giovanni. Trabalho e nova precariedade salarial no Brasil: a morfologia social do trabalho na década de 2000. Oficina do Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra, março de 2012a.

ALVES, Giovanni. Trabalho, subjetividade e capitalismo manipulatório – o novo metabolismo social do trabalho e a precarização do homem que trabalha. Estudos do Trabalho, ano V, p. 1-31, 2011.

ANTUNES, Ricardo. O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviços na era digital. São Paulo: Boitempo, 2018.

ANTUNES, Ricardo. Os Sentidos do Trabalho. Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. 2 ed. São Paulo: Boitempo, 2009.

BARBIER, Jean-Claude. A Survey of the Use of the Term précarité in French Economics and Sociology. Document de Travail. CEE, n. 19, novembro 2002.

BRAGA, Ruy. A política do precariado e a mercantilização do trabalho. Entrevista especial com Ruy Braga. Portal Unisinos, 09 de dezembro de 2012a.

BRAGA, Ruy. A política do precariado: do populismo à hegemonia lulista. São Paulo: Boitempo, 2012.

BRAVERMAN, Harry. Trabalho e Capital Monopolista – a degradação do trabalho no século XX. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar, 1977.

CHESNAIS, François (Org.). A Mundialização Financeira: gênese, custos e riscos. São Paulo: Xamã, 1998.

CHESNAIS, François (Org.). A finança mundializada: raízes sociais e políticas, configurações, consequências. São Paulo: Boitempo, 2005.

CHESNAIS, François (Org.). A Mundialização do Capital. São Paulo: Xamã, 1996.

COGGIOLA, Osvaldo. A Crise Global – uma abordagem do período de 2007 à 2012. Porto alegre: Pradense, 2012.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Cristian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. 1ª ed. São Paulo: Boitempo, 2016.

DRUCK, Graça. Trabalho, Prezarização e Resistências: novos e velhos desafios? CADERNO CRH, Salvador, v. 24, n. spe 1, p. 37-57, 2011.

GEORGE, Susan. O Relatório Lugano – Sobre a manutenção do capitalismo no século XXI. Apresentação Laymarte Garcia dos Santos. São Paulo: Boitempo, 2003.

HARVEY, David. A Condição Pós-Moderna – uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Edições Loyola, 1992.

HARVEY, David. O Enigma do Capital. São Paulo: Boitempo, 2012.

LINHART, Danièle. Modernização e precarização da vida no trabalho. In: ANTUNES, Ricardo (Org.). Riqueza e Miséria do Trabalho no Brasil III. São Paulo: Boitempo, p. 45-54, 2014.

MÉSZÁROS, István. A crise estrutural do capital. Trad. Francisco Raul Cornejo.. (et.al.). 2 ed. rev. e ampliada. São Paulo: Boitempo, 2011. (Mundo do Trabalho).

MÉSZÁROS, István. Desemprego e Precarização – um grande desafio para a esquerda. In: ANTUNES, Ricardo (Org.). Riqueza e Miséria no Brasil I. 16ª ed. São Paulo: Boitempo, 2015.

MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. São Paulo: Boitempo, 2002.

MÉSZÁROS, István. Produção Destrutiva e Estado Capitalista. Trad. Georg Toscheff e Marcelo Cipolla. São Paulo: Ensaio, 1989. (Cadernos Ensaio, Pequeno formato; v.5). 2. ed, 1996.

SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: as consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 1999.

SOUTO MAIOR, Jorge Luiz. Da Pandemia ao Pandemônio. In: Boletim Classista, n. 20, abril de 2020.

STANDING, Guy. O precariado: a nova classe perigosa. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

TEIXEIRA, Marilane Oliveira; GALVÃO, Andréia; KREIN, José Dari, et. al. (Orgs.). Contribuição crítica à reforma trabalhista. São Paulo: Instituto de Economia – CESIT (Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho), UNICAMP, 2017.

Você não estava aqui (Sorry we missed you). Longa. Duração: 100min. Gênero: Drama. Diretor: Ken Loach. Inglaterra, 2019.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Souza, I. (2021). Precariedade, precarização e precariado no sistema capital do século XXI – “Você não estava aqui”. Ideias, 12(00), e021010. https://doi.org/10.20396/ideias.v12i00.8659878