Banner Portal
Ventura, o fatalista e a classe inadequada
PDF

Palavras-chave

Classe inadequada
Veblen

Como Citar

XIMENES, Olavo. Ventura, o fatalista e a classe inadequada. Ideias, Campinas, SP, v. 15, n. 00, p. e024001, 2024. DOI: 10.20396/ideias.v15i00.8674793. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ideias/article/view/8674793. Acesso em: 14 abr. 2024.

Resumo

Resenha do livro: VENTURA, R. A. Teoria da classe inadequada. Tradução: Vinícius Alberto Honesko. Belo Horizonte, MG: Editora Âyiné, 2022.

https://doi.org/10.20396/ideias.v15i00.8674793
PDF

Referências

LINS, L. M. et al. Escassez de engenheiros no Brasil? uma proposta de sistematização do debate. Novos Estudos - CEBRAP, [s. l.], n. 98, p. 43–67, 2014.

POSTONE, M. Time, labor, and social domination: a reinterpretation of Marx’s critical theory. Reprinted with corrections. Cambridge New York Melbourne Madrid Cape Town: Cambridge University Press, 2003.

SCHEUERMAN, William E. “A teoria crítica frankfurtiana recente: Aversão ao direito?”. Trad. Bianca Tavolari. Dissonância: Revista de Teoria Crítica, v.3 n. 1, Dossiê Desobediência Civil, Campinas, 1º Semestre de 2019, p. 384-436.

VAN PARIJS, P. Por que os surfistas devem ser alimentados: o argumento liberal em defesa de uma renda básica incondicional. Revista Brasileira de Ciência Política, [s. l.], n. 15, p. 229–269, 2014.

VENTURA, R. A. Teoria da classe inadequada. Belo Horizonte, MG: Editora Âyiné, 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Ideias

Downloads

Não há dados estatísticos.