Avaliação de Impactos Ambientais (AIA), Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) e Sustentabilidade em Minas Gerais

  • Evandro Sanguinetto Universidade Federal de Itajubá
Palavras-chave: Sustentabilidade, Desenvolvimento sustentável, Zoneamento ecológico-econômico

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo realizar pesquisa bibliográfica sobre Avaliação de Impactos Ambientais (AIA), Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) e sua relação com o Zoneamento Ecológico Econômico (ZEE) em Minas Gerais. Considera-se que a AIA apresente grandes lacunas ao não abordar impactos mais extensos no espaço-tempo, cumulativos e sinérgicos, oferecendo uma visão pontual de empreendimento e não ampla, sistêmica, holista. Para cobrir essa lacuna surge a AAE, própria para avaliar impactos de políticas, planos e programas (PPPs) que, por sua vez, orientam a implantação de projetos de maneira integrada. Como exemplo duas AAEs, uma sobre programa de eletrificação rural em Minas Gerais e outra abordando o planejamento integrado em região de mananciais da região metropolitana de São Paulo. Ao preparar o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) do Estado, Minas Gerais dá um passo seguro no sentido de diminuir os conflitos associados aos múltiplos interesses do desenvolvimento econômico, ordenando e lançando as bases para o necessário equilíbrio entre lucro, preservação e conservação ambiental, justiça social, respeito e diversidade cultural, amadurecimento político-institucional, ética e pluralidade que pincelam as coresda sustentabilidade na tela do futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro Sanguinetto, Universidade Federal de Itajubá
Diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação de Gaia Terranova Empreendimentos Sustentáveis Ltda, Mestre em Ciências em Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI. Itajubá [MG], Brasil.

Referências

CORDEIRO NETO, Oscar de Moraes et al. Retrospectiva e prospectiva da análise tecnológica das alternativas para pós-tratamento de efluentes de reatores anaeróbios. In Pós-tratamento de efluentes de reatores anaeróbios. Coletânea de Trabalhos Técnicos Vol 2, Art 26. Coordenação do Professor Carlos Augusto Lemos Chernicharo. Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

PROSAB. Programa de Saneamento Básico, 2001. Disponível em www.finep.gov.br/Prosab/livros/coletanea2/coletanea2_indice.pdf. Acesso em 30 out 2008.

COUTO, Renan Evangelista. Turismo como mecanismo de desenvolvimento local e empreendedorismo sustentável: análise da demanda e do espaço rural do Alto Aiuruoca, Itamone, MG. Renan Evangelista Couto. Niterói, RJ: [s.n.], 2006. 101 f. Orientador: Fernando Toledo Ferraz. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal Fluminense, 2006. Disponível em http://www.paas.uff.br/textos/turismo1.pdf. Acesso em 30 out 2008.

D.O.U., Diário Oficial da União. Resolução CONAMA 01/1986. Disponível em www.mma.gov.br/port/conama/res/res86/res0186.html. Acesso em 23 nov 2008.

EGLER, Paulo César Gonçalves. Perspectivas de uso no Brasil da Avaliação Ambiental Estratégica. [?]: 2001. Disponível em http://ftp.unb.br/pub/UNB/ipr/rel/parcerias/2001/3271.pdf. Acesso em 21 ago 2008.

GONÇALVES, Yumi Kawamura. Perspectivas do desenvolvimento turístico em áreas rurais: o caso das Terras Altas da Mantiqueira (MG). Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto de Economia da UNICAMP. Universidade Estadual de Campinas. Campinas:2003. Disponível em

http://biblioteca.universia.net/ficha.do?id=6213341. Acesso em 16 out 2008.

IAIA, International Association for Impact Assessment. Principles of environemental impact assessment best practice. Fargo: IAIA, Special Publication v.1, 1999. Disponível em www.iaia.org/modx/assets/files/Principles%20of%20IA_web.pdf. Acesso em 23 out 2008.

IAIA, International Association for Impact Assessment. Strategic Environmental Assessment Performance Criteria. Fargo: IAIA, Special Publication Series No. 1. Janeiro de 2002. Disponível em www.iaia.org/modx/assets/files/sp1.pdf. Acesso em 02 out 2008.

JIRICKA, Alexandra, PRÖBSTL, Ulrike. SEA in local land use planning—first experience in the Alpine States. Environmental Impact Assessment Review 28 (2008) 328–337. Disponível em www.sciencedirect.com. Acesso em 07 ago 2008.

KOORNNEEF, Joris, FAAIJ, André, TURKENBURG, Wim. The screening and scoping of Environmental Impact Assessment and Strategic Environmental Assessment of Carbon Capture and Storage in the Netherlands. Environmental Impact Assessment Review 28 (2008)

–414. Disponível em www.sciencedirect.com. Acesso em 07 ago 2008.

LIBERAL, Claudemir Gonçalves; JUCHEM, Peno Ari; DILGER, Robert. Integração do planejamento, ordenamento territorial e avaliação de impactos ambientais. In Manual de Avaliação de Impactos Ambientais – MAIA. Curitiba: SUREHMA/GTZ, 2ª edição, 1993.

MINAS GERAIS. Relatório de AAE do Programa de Eletrificação Rural do Noroeste de Minas Gerais. Governo do Estado de Minas Gerais. Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD, 2005. Disponível em www.cemig.com.br ou www.geraes.mg.gov.br. Acesso em 10 set 2008.

MOLES, Richard, et al. Practical appraisal of sustainable development - Methodologies for sustainability measurement at settlement level. Environmental Impact Assessment Review 28 (2008) 144–165. Disponível em: www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleURL&_udi=B6V9G-

PBG18X1&_user=684771&_rdoc=1&_fmt=&_orig=search&_sort=d&view=c&_version=1&_urlVersion=0&_userid=684771&md5=46fce54951487b24d9f5454634be3c75. Acesso em 02 out 2008.

MOREIRA, Iara Verocai Dias. Origem e síntese dos principais métodos de Avaliação de Impacto Ambiental (AIA). In Manual de Avaliação de Impactos Ambientais – MAIA. Curitiba: SUREHMA/GTZ, 1992.

PEREIRA, Carlos Alberto do Amaral de Oliveira et al.. A AAE como Instrumento de Ordenamento e Gestão Urbana e Territorial em Áreas de Mananciais: O Caso da RMSP, Brasil. Cobrape - Cia Brasileira de Projetos e Empreendimentos. III Encontro da ANPPAS, 23 a 26 de maio de 2006, Brasília-DF. Disponível em www.anppas.org.br/encontro_anual/encontro3/arquivos/TA622-

-134134.DOC. Acesso em 09 set 2008.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Lei No 6938/1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Disponível em www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L6938.htm. Acesso em 23 out 2008.

SÁNCHEZ, Luiz Enrique. Avaliação de impacto ambiental: conceitos e métodos. São Paulo: Oficina de Textos, 2008.

SCOLFORO, José Roberto Soares. SISEMA – Sistema Estadual de Meio Ambiente. Palestra proferida em 27 de maio de 2008. Disponível em www.zee.mg.gov.br/zee_externo/pdf/zee.pdf. Acesso em 30 out 2008.

SEMAD. Núcleos de Gestão Ambiental (NGA). Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD. Diretoria de Normas e Padrões – DINOP. Superintendência de Licenciamento e Atos Autorizativos. Belo Horizonte, 2003. Disponível em www.semad.mg.gov.br/images/stories/coisas/aae_apostila.pdf. Acesso em 13 ago 2008.

SEMAD. Zoneamento Ecológico Econômico – ZEE. Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD. Disponível em: www.zee.mg.gov.br/zee_externo/index.html. Acesso em 30 out 2008.

THERIVEL, Riki. Strategic Environmental Assessment Course Module. Open Educational Resource. UNU – United Nations University, OBU - Oxford Brookes University e GVU – Global Virtual University. UNU-OBU-GVU, 2006. Disponível em http://sea.unu.edu/course/?page_id=92. Acesso em em 02 out 2008.

Publicado
2011-07-01
Como Citar
Sanguinetto, E. (2011). Avaliação de Impactos Ambientais (AIA), Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) e Sustentabilidade em Minas Gerais. Labor E Engenho, 5(3), 100-120. https://doi.org/10.20396/lobore.v5i3.130
Seção
Artigos