Editorial L&E, v.8, n.1, 2014

  • Rede Conpadre Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Editorial.

Resumo

A Revista Labor & Engenho chega ao seu oitavo ano (quinto com periodicidade trimestral) apresentando aos leitores uma atualização do seu layout — que permanece o mesmo, porém com o design levemente modificado a fim de otimizar o corpo do texto e ressaltar no cabeçalho o nome por extenso e a sigla [L&E] da Revista. Também o design das bandeiras correspondentes às diferentes nacionalidades representadas por cada autor da Revista receberam um toque especial a fim de promover um certo destaque. As modificações, embora sutis, contribuem para a consolidação do caráter internacional da Revista Labor & Engenho [ISSN: 2176-8846]. O número 1 do volume 8 (2014) traz 7 artigos: 4 de autores brasileiros (dentre os quais, 3 em português, 1 em inglês); 2 de autores argentinos (em espanhol); e 1 de autor mexicano (em espanhol). Dentre os artigos brasileiros encontram-se representantes de instituições dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, e Rio Grande do Sul. Os artigos argentinos, assim como o artigo mexicano, apresentam aspectos regionais distintos que contribuem para a consolidação da Revista L&E como uma publicação relevante para quem quer que se interesse pelos temas de Trabalho [Labor] & Genialidade [Engenho], Patrimônio & Desenvolvimento Regional, ou Paisagem & Engenharia, ou ainda, Ordenamento Territorial & Sustentabilidade. O primeiro artigo deste número trata das relações existentes entre os meios urbano e rural, a partir de uma análise sobre os padrões de consumo, comportamento e tipo de ocupação no interior de Minas Gerais. O estudo realizado permitiu inferir sobre a necessidade de se incrementar pesquisas sobre o meio rural e as pequenas cidades no Brasil, a fim de conhecer melhor esses espaços e o sistema urbano brasileiro (SOARES; SIOLARI; DIAS, 2014). E já que estamos focados na paisagem rural de Minas Gerais, então a leitura do próximo artigo mostra-se pertinente e instigante. Apresenta-se uma revisão metodológica para a seleção de áreas e restauração ecológica de matas ciliares em sitios agrícolas, uma questão ambiental de fundamental importância para quem quer que se ocupe do planejamento da paisagem e da gestão integrada de bacias hidrográficas visando o desenvolvimento regional a partir de processos ecologicamente equilibrados. O município de Bueno Brandão [Minas Gerais] constitui cenário para o estudo de caso apresentado (BOULOMYTIS; CHRISTOFIDIS, 2014). Do Brasil seguiremos para o México a fim de conhecer a antiga estação de tratamento de água da empresa Hidros em Tampico [Tamaulipas], um belo exemplo de patrimônio industrial situado numa área Natural protegida: “la laguna de la Vega Escondida” (CHECA-ARTASU, 2014). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rede Conpadre, Universidade Estadual de Campinas
Rede Conpadre : Connectando Patrimônio com Desenvolvimento Regional.
Publicado
2014-02-02
Como Citar
Conpadre, R. (2014). Editorial L&E, v.8, n.1, 2014. Labor E Engenho, 8(1), 1-4. https://doi.org/10.20396/lobore.v8i1.219
Seção
Editorial