Mudança de paradigma no planejamento dos recursos hídricos por meio da abordagem MCDA: avaliação da bacia do ribeirão Anhumas, em Campinas [São Paulo], Brasil

Autores

  • Pedro Augusto Pinheiro Fantinatti Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
  • Antonio Carlos Zuffo Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/lobore.v6i3.8634431

Palavras-chave:

Desenvolvimento sustentável, Gestão de recursos hídricos, Planejamentos urbano, Análise multicritério, Auxílio à decisão

Resumo

A água é um elemento essencial para a vida. No entanto, o desenvolvimento industrial e o crescimento urbano têm provocado a concentração da população e, consequentemente, de uma quantidade considerável de lixo, causando a degradação dos rios e suas nascentes. Este processo predatório é ainda mais concentrado na América Latina. Consolidam-se as ocupações ilegais em áreas de proteção ambiental. Ações devem ser tomadas para tornar mais eficientes os programas de uso e ocupação do solo, dentro de padrões reconhecidos de sustentabilidade. Devem ser integrados os processos de planejamento, implantação, ocupação e conservação nos projetos de parcelamento do solo, tendo em conta os conflitos e interesses entre os atores, visando à sustentabilidade das bacias hidrográficas. Este trabalho apresenta os resultados da aplicação da metodologia multicritério de auxílio à decisão na avaliação da situação atual e de cenários futuros da bacia do ribeirão Anhumas, em Campinas, São Paulo. O método proposto levou em consideração a sustentabilidade da bacia não apenas em relação às dimensões econômica e ambiental, mas, também, à dimensão social. Os resultados permitiram medir o grau de sustentabilidade da referida bacia a partir dos valores dos atores. Apresentaram-se indicadores inéditos – de sustentabilidade – no uso e ocupação do solo; e, também inédita, a consideração da indicadores de sustentabilidade social em empreendimentos de engenharia. Os atores participantes do processo corroboraram a abordagem MCDA como robusta e flexível, sugerindo sua aplicação em outras áreas da engenharia ou outros setores da sociedade em busca de soluções mais legítimas e duradouras, de fato, sustentáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Augusto Pinheiro Fantinatti, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Engenheiro Civil, Mestre e Doutor em Engenharia Civil. Pós-doutorado pelo DRH/FEC/UNICAMP. Pesquisador do LADSEA/UNICAMP. Professor do Instituto Federal de São Paulo. Caraguatatuba [SP], Brasil.

Antonio Carlos Zuffo, Universidade Estadual de Campinas

Engenheiro Civil. Mestre e Doutor em Engenharia Civil. Pós-doutorado pela University of Toronto [Ontário, Canadá]. Coordenador do LADSEA. Professor Livre Docente, FEC-Unicamp. Campinas [SP] Brasil.

Referências

ALFONSIN, B. O Estatuto da Cidade e a construção de cidades sustentáveis, justas e democráticas. In: Congresso Brasileiro do Ministério Público de Meio Ambiente, 2., 2001, Canela [Brasil]. Anais... Canela [Brasil]: Ministério Público de Meio Ambiente, 2001.

BANA e COSTA, C. A. Como utilizar a metodologia MACBETH para ajudar a avaliar opções e ajudar a alocar recursos: conceitos e casos. Palestra. Fortaleza [Brasil]: Companhia de Água e Esgoto do Ceará – CAGECE, 2006. Disponível em: http://web.ist.utl.pt/carlosbana/bin/help/papers/CAGECE 23_ 3_06CarlosBanaeCosta.pdf. Acesso em: 28 out 2010.

BANA e COSTA, C. A.; De CORTE, J. M.; VANSNICK, J. C. MACBETH. LSE OR Working Paper, p.03-56, Londres [RU]: London School of Economics, 2004.

BANA e COSTA, C. A. On the mathematical foundations of MACBETH. In: FIGUEIRA, J.; GRECCO, S.; EHRGOTT, M. (Ed.). Multiple criteria decision analysis: state of art surveys. Boston [EUA]: Springer Science, Business Media, 2005. cap. 10, p. 409–442.

BATISTA, E. R. Avaliação de cenários e de fragmentação como subsídio ao manejo e à proteção da paisagem: estudo de caso: bacia hidrográfica do rio Mambucaba. 2005. 102 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Universidade Estadual de Campinas, Campinas [Brasil], 2005.

BELTON, V.; STEWART, T. J. Multicriteria decision analysis an integrated approach. Boston [EUA]: Kluwer Academic Publishers, 2001.

BOLAÑO, C. R. S. Trabalho intelectual, comunicação e capitalismo: a re-configuração do fator subjetivo na atual reestruturação produtiva. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, Rio de Janeiro [Brasil], n. 11, p. 53-78, 2002.

BRAGA, B.; HESPANHOL, I.; CONEJO, J. G. L.; MIERZWA, J. C.; BARROS, M. T. L. de; SPENCER, M.; PORTO, M.; NUCCI, N.; JULIANO, N.; EIGER, S. Introdução à engenharia ambiental: o desafio do desenvolvimento sustentável. 2. ed. São Paulo [Brasil]: Prentice Hall, 2005.

BRAGA, R.; CARVALHO, P. F. C. Recursos hídricos e planejamento urbano e regional. Rio Claro [Brasil]: Laboratório de Planejamento Municipal-IGCE-UNESP, 2003.

DAMÁSIO, A. R. O erro de Descartes: emoção, razão e cérebro humano. São Paulo [Brasil]: Companhia das Letras, 1996. 330 p.

ENSSLIN, L.; MONTIBELLER NETO, G.; NORONHA, S. M.: Apoio à decisão: metodologia para estruturação de problemas e avaliação multicritério de alternativas. Florianópolis [Brasil]: Insular, 2001. 296 p.

FANTINATTI, P. A. P. Abordagem MCDA como ferramenta de mudança de paradigma no planejamento dos recursos hídricos. 2011. 399 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Universidade Estadual de Campinas, Campinas [Brasil], 2011.

FANTINATTI, P. A. P; ZUFFO, A. C. A importância da percepção do patrimônio natural dos recursos hídricos em processos de parcelamento do solo. Labor & Engenho, Campinas [Brasil], v.5, n.2, p. 99-109. 2011a. Disponível em: http://www.conpadre.org.

FANTINATTI, P. A. P. Mudança de paradigma: proposta de uma abordagem integrada e participativa em processos de parcelamento do solo. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOS HÍDRICOS, 19., 2011, Maceió [Brasil]. Anais... Maceió [Brasil]: Associação Brasileira de Recursos Hídricos, 2011b. CD-ROM.

FERREIRA, L. C. A questão ambiental: sustentabilidade e políticas públicas no Brasil. São Paulo [Brasil]: Boitempo, 1998.

HENNING, E. O licenciamento ambiental como instrumento da política nacional do meio ambiente. 1999, 139 f. Dissertação (Mestrado) - Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis [Brasil], 1999.

KEENEY, R. L. Value-focused thinking: a path to creative decision-making. Cambridge [EUA]: Harvard University Press, 1992.

MARICATO, E. Metrópole, legislação e desigualdade. Estudos Avançados, [s.l.], v. 17, n. 48, p. 151-167, 2003.

MAXIMIANO, A. C. A. Introdução à administração. 6. ed. São Paulo [Brasil]: Atlas, 2004.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação do conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. Rio de Janeiro [Brasil]: Campos, 1997.

PELIZZOLI, M. L. Correntes da ética ambiental. Petrópolis [Brasil]: Vozes, 2002.

PIAGET, J. Problemas de psicologia genética. São Paulo [Brasil]: Abril Cultural, 1975. (Os Pensadores.) v. 51.

RATTNER, H. (Org.). Brasil no limiar do século XXI: Alternativas para a construção de uma sociedade sustentável. São Paulo [Brasil]: Edusp, 2000. (Coleção Brasil 500 anos).

RATTNER, H. Política de ciência e tecnologia no limiar do século. In: RATTNER, H. (Org.). Brasil no limiar do século XXI: Alternativas para a construção de uma sociedade sustentável. São Paulo [Brasil]: Edusp, 2000. (Coleção Brasil 500 anos). cap. 5, p. 353-364.

RIBEIRO, H.; VARGAS, H.C. (Org.). Novos instrumentos de gestão ambiental urbana. São Paulo [Brasil]: EDUSP, 2001.

RATTNER, H. Sempre uma questão de ética. In: RATTNER, H. (Org.). Novos instrumentos de gestão ambiental urbana. São Paulo [Brasil]: EDUSP, 2001. cap. 9, p. 151-152.

ROSSI, P. Architettura vs ambiente: le domande emergenti sulla tecnologia e sul progetto. 1. ed. Roma [Itália]: Franco Angeli, 2008. 320 p.

ROY, B. Decision science or decision aid science? European Journal of Operational Research, [s.l.] v. 66, p. 184-203, 1993.

SCHÖN, D. The reflective practitioner. New York: Basic Books, 1982. apud ENSSLIN, L.; MONTIBELLER NETO, G.; NORONHA, S. M. Apoio à decisão: metodologia para estruturação de problemas e avaliação multicritério de alternativas. Florianópolis [Brasil]: Insular, 2001. 296 p.

SILVA, V. G. Indicadores de sustentabilidade de edifícios: estado da arte e desafios para desenvolvimento no Brasil. Ambiente Construído, Porto Alegre [Brasil], v. 7, n. 1, p. 47-66, 2007.

SILVEIRA, R. L. L. Redes e território: uma breve contribuição geográfica ao debate sobre a relação sociedade e tecnologia. Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales [On line], Barcelona [Espanha], v. 8, n. 451, 2003. Disponível em: http://www.raco.cat/index.php/Biblio3w/ article/view/66765/77000. Acesso em: 3 mar. 2011.

SIMÃO, J. M.: Project Evaluation for the accommodation industry in a sustainable development context. In: BUSINESS STRATEGY AND THE ENVIRONMENT CONFERENCE, 2005, Leeds [RU]. Proceedings... University of Leeds, Leeds [RU], 2005.

SMUTS, J.C. Holism and evolution. Nova Iorque [EUA]: Mac Millan, 1926 apud WEIL, P. Holística: uma nova visão e abordagem do real. São Paulo [Brasil]: Palas Athena, 1990.

THOMAZ, S.R.T. Using Multi-Criteria Decision Analysis to develop a prototype model to assess integrated proposals for the Rodrigo de Freitas lagoon. 2002. 58 f. Dissertação (MSc in Decision Sciences) – London School of Economics & Political Science, Londres [RU].

TORRES, R. B.; COSTA, M. C.; NOGUEIRA, F. P.; PEREZ FILHO, A. (Coord.). Recuperação ambiental, participação e poder público: uma experiência em Campinas. Relatório de Pesquisa. Campinas [Brasil]: IAC – Instituto Agronômico de Campinas, 2006. Disponível em: http://www.iac.sp.gov.br/projetoanhumas. Acesso em: 26 out. 2008.

VICTORINO, V. I. P. Monopólio, conflito e participação na gestão de recursos hídricos. Ambiente & Sociedade, Campinas [Brasil], v. 6, n. 2, p. 47-62, jul./dez. 2003.

WEIL, P. Holística: uma nova visão e abordagem do real. São Paulo [Brasil]: Palas Athena, 1990.

ZUFFO, A. C. Seleção e aplicação de métodos multicriteriais ao planejamento ambiental de recursos hídricos. 1998. 302 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade Estadual de São Paulo, São Carlos [Brasil], 1998.

ZUFFO, A. C.; REIS, L. F. R.; SANTOS, R. F.; CHAUDHRY, F. H. Aplicação de métodos multicriteriais ao planejamento de recursos hídricos. Revista Brasileira de Recursos Hídricos. São Paulo [Brasil], v. 7, n. 1, p. 81-102, 2002.

Downloads

Publicado

2012-09-21

Como Citar

FANTINATTI, P. A. P.; ZUFFO, A. C. Mudança de paradigma no planejamento dos recursos hídricos por meio da abordagem MCDA: avaliação da bacia do ribeirão Anhumas, em Campinas [São Paulo], Brasil. Labor e Engenho, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 1–19, 2012. DOI: 10.20396/lobore.v6i3.8634431. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/labore/article/view/8634431. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos