Vapor “Benjamim Guimarães”. Patrimônio dos ribeirinhos do São Francisco

  • Zanoni Neves Núcleo de Estudos do Vale do São Francisco
Palavras-chave: Vapor , Rio São Francisco, Patrimôminio, Ribeirinhos, Sistema econômico regional

Resumo

Desde o seu lançamento às águas do Rio São Francisco na década de 1920, o vapor “Benjamim Guimarães” tem prestado importantes serviços aos povos da ribeira. Até os anos 1960, pertenceu à frota de empresas de navegação que contribuíram para a dinâmica do sistema econômico regional. A partir de então, passou a fazer viagens turísticas. Desde 1985, por sua importância histórica, integra a lista de bens tombados como patrimônio do Estado de Minas Gerais. É nosso propósito demonstrar como o “Benjamim” participa do “mercado de bens inalienáveis” conforme proposição teórica do antropólogo José Reginaldo Gonçalves (2007) sem perdemos de vista o “estatuto polifônico e hermenêutico” (LIMA FILHO, 2012) que o caracteriza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zanoni Neves, Núcleo de Estudos do Vale do São Francisco

Mestre em Antropologia Social (Unicamp). Coordenador do Núcleo de Estudos do Vale do São Francisco. Belo Horizonte [MG] Brasil.

Referências

CHERQUES, Sérgio. Dicionário do mar. São Paulo: Ed. Globo, 1999.

DURHAM, Eunice Ribeiro. A reconstituição da realidade. São Paulo: Ed. Ática, 1978, Col. Ensaios, nº 54.

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. “Os limites do patrimônio”. In: LIMA FILHO, Manuel Ferreira; ECKERT, Cornélia; BELTRÃO, Jane (Org.). Antropologia e patrimônio cultural – Diálogos e desafios contemporâneos. Brasília: ABA – Associação Brasileira de Antropologia, 2007.

IEPHA/MG – Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. Guia de bens tombados. 2ª edição, Belo Horizonte: IEPHA/MG, 2014, Vol. 1.

LAPLANTINE, François. Aprender Antropologia. Trad. Marie-Agnes Chauvel. 7ª edição, São Paulo: Ed. Brasiliense, 1994.

LIMA FILHO, Manuel Ferreira. “Entre campos: cultura material, relações sociais e patrimônio cultural.” In: TAMASO, Izabela; LIMA FILHO, Manuel Ferreira (Org.). Antropologia e Patrimônio Cultural – Trajetórias e conceitos. Brasília: ABA - Associação Brasileira de Antropologia, 2012.

NEVES, Zanoni. Na carreira do Rio São Francisco – Trabalho e sociabilidade dos vapozeiros. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia, 2006, Coleção “Reconquista do Brasil”, Vol. 237.

NEVES, Zanoni. “Vapores do São Francisco e seus tripulantes”. In: Rio São Francisco – História, navegação e cultura. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2009.

NEVES, Zanoni. “Vapor Benjamim Guimarães – A relíquia faz cem anos”. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais. Belo Horizonte: Vol. XXXVIII, agosto de 2013.

PIERSON, Donald. O homem no Vale do São Francisco. Trad. Ruy Jungmann. Rio de Janeiro: Ministério do Interior/Superintendência do Vale do São Francisco (SUVALE), 1972, Tomo II.

REVISTA DA ACADEMIA MINEIRA DE LETRAS. Belo Horizonte: Ano 91º, Volume LXVII, 2013.

SANTOS, Josecé Alves dos. “No tempo dos vapores”. Corrente. Pirapora [MG]: edição de 07 de dezembro de 2001.

SILVEIRA, Vitor. Minas Gerais em 1925. Belo Horizonte: Imprensa Oficial, 1926.

SOUZA, José Antônio de. Paixões alegres. São Paulo: Editora Globo, 1996.

Pesquisa em Arquivos:

Arquivo particular do Comandante Joaquim Borges das Neves – Pirapora [MG].

Arquivo Público Mineiro / Secretaria de Estado da Cultura – Belo Horizonte [MG].

Publicado
2015-06-24
Como Citar
Neves, Z. (2015). Vapor “Benjamim Guimarães”. Patrimônio dos ribeirinhos do São Francisco. Labor E Engenho, 9(2), 39-54. https://doi.org/10.20396/lobore.v9i2.8635738
Seção
Artigos