A onipresença da essência dos princípios de processo sob a perspectiva da metafísica

Palavras-chave: Ensino de ciências, Abordagem sistêmica, Filosofia do processo, Psicologia do processo, Transdisciplinaridade, Matemática.

Resumo

Por uma abordagem sistêmica, transdisciplinar e orientada a processos, este texto foi desenvolvido para apresentar a presença inerente da essência de princípios de processo nas áreas de conhecimento como Ciências Humanas e Ciências Exatas. Devido as suas diferenças na percepção de como a realidade pode ser, este trabalho apresenta a ligação de um processo físico - exemplificando a produção de um objeto - com um processo metafísico, demonstrado pelos sistemas de crenças e filosofias do budismo tibetano e do budismo zen. Estabelecendo-se a relação entre os processos físicos e metafísicos mediante alguns dos princípios utilizados durante as aulas de Abordagem Sistêmica e Pensamento orientado a processos, inspirados nos princípios que orientam os estudos da Sociedade Europeia para o Pensamento do Processo. Agregando o pensamento de Whitehead, Russell, Jung, Sidarta, Morin e Krishnamurti.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Munhoz de Argollo Ferrão, Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Arquitetura e Urbanismo pela FAU-USP, Mestre em Engenharia Agrícola pela Feagri-Unicamp, Engenheiro Civil, Arquiteto e Urbanista.

         
José Felicio Ribeiro De Cezare, Universidade Estadual de Campinas

Historiador, filósofo, escritor, poeta, professor, ilustrador e palestrante. Mestrando em Ensino e História de Ciências da Terra pelo Instituto de Geociências da Unicamp.

     

Referências

Argollo Ferrão, A. M. de (2008). El pensamiento orientado a procesos valorizando los paisajes culturales en las distintas agroindustrias. I Seminário de Património Agroindustrial Paisajes Culturales (Anales, pp. 1-13), 2008, Mendoza, Argentina.

Aristóteles (2002). Metafísica (2a ed., Giovani Reale Trad., introd., e comentários). São Paulo: Edições Loyola.

Aristóteles. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Aristóteles . Acesso 26 out. 2019.

Bertalanffy, K. L. von (2013). Teoria Geral dos Sistemas : fundamentos, desenvolvimento e aplicações (7a ed., F. M. Guimarães, Trad.). Petrópolis [RJ]: Vozes. (Obra original publicada em1968).

Bohm, D., & Krishnamurti, J. (1984). A Eliminação do Tempo Psicológico: Diálogos entre J. Krishnamurti e David Bohm. São Paulo: Cultrix.

Capra, F. (2013). O Tao da Física : uma análise dos paralelos entre física moderna e o misticismo oriental (1a reimpr. da 2a ed., de 2011, J. F. Dias, Trad.). São Paulo: Cultrix. (Obra original publicada em 1975).

Capra, F. (2012). O Ponto de Mutação (30a ed., A. Cabral, Trad.). São Paulo: Cultrix. (Obra original publicada em 1982).

Capra, F. (2006). A Teia da Vida : uma nova compreensão científica dos seres vivos (10a reimpr. da 1a ed., de 1997, N. R. Eichemberg, Trad.). São Paulo: Cultrix. (Obra original publicada em 1996).

Carl Gustav Jung. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Carl_Gustav_Jung . Acesso 26 out. 2019.

Chaskalson, M. (2017). Mindfulness em oito semanas: Um plano simples e revolucionário para iluminar sua mente e trazer serenidade para a sua vida ( C. G. Duarte & E. G. Duarte, Trad.). São Paulo: Pensamento.

Descartes, R. (1996). Discurso do Método (M. E. G. G. Pereira, Trad.). São Paulo: Martins Fontes. (Obra original publicada em 1637).

Durozoi, G. & Roussel, A. (1993). Dicionário de Filosofia (M. Appenzeller, Trad.). Campinas : Papirus.

Fritjof Capra. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Fritjof_Capra . Acesso 21 out. 2019.

Gardner, H. (1995). A Nova Ciência da Mente (C. M. Caon, Trad.). São Paulo: Edusp.

Gardner, M. (1993). Ah, apanhei-te! Lisboa: Gradiva.

Goldstein, K. (1934). The Organism: A Holistic Approach to Biology Derived from Pathological Data in Man. New York: Zone Books.

Gregório, S. B. (s./d.). Dicionário de Filosofia. Disponível em https://sites.google.com/view/sbgdicionariodefilosofia/página-inicial?authuser=0 . Acesso 20 out. 2019.

Jung, C. G. (2017). O Homem e seus Símbolos (3a ed. esp. brasileira) (M. L. Pinho, Trad.). Rio de Janeiro: Harper Collins.

Jung, C. G. (2003). Cartas III (1956-1961)(W. Mcguirre, Org.) (E. Orth, Trad.). Petrópolis [RJ]: Vozes.

Jung, C. G. (1986). Memórias, sonhos, reflexões (A. Jaffé, Org.) (D. F. da Silva, Trad.). Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

Jung, C. G. (1962). Symbols of Transformation: An analysis of the prelude to a case of schizophrenia (Vol. 2, R. F. C. Hull, Trans.). New York: Harper & Brothers.

Karl Heinrich Marx. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Karl_Marx . Acesso 26 out. 2019.

Karl Ludwig von Bertalanffy. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Ludwig_von_Bertalanffy . Acesso 21 out. 2019.

Krishnamurti, J. (2016). O findar do tempo (H. Veloso, Trad.). São Paulo: Instituição Cultural Krishnamurti.

Krishnamurti, J. (1984). O mistério da compreensão (H. Veloso, Trad.). São Paulo: Cultrix.

Kurt Goldstein. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/Kurt_Goldstein . Acesso 21 out. 2019.

Marx, K. (2010). Crítica da filosofia do direito de Hegel (3a. ed.) (R. Enderle & L. de Deus, Trad.). São Paulo: Boitempo. (Obra original publicada em 1843).

Mindell, A. (1982). O corpo onírico: O Papel do corpo no revelar do si-mesmo (Maria Silvia Mourão Netto, Trad.). São Paulo: Summus.

MIZUNO, K. (2003). Essentials of Buddhism: Basic Terminology and Concepts of Buddhist Philosophy and Practice. (Monja Coen, Trad. e revis.). São Paulo: Kosei Publishing.

Mora, J. F. (2004). Dicionário de Filosofia. São Paulo : Loyola.

Morin, E. (2013). Educação e Complexidade: os Sete Saberes e outros ensaios (6a. ed.) (M. C. Almeida & E. A. Carvalho, Orgs.) (E. A. Carvalho, Trad.). São Paulo: Cortez.

Morin, E. (2008). Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Instituto Piaget.

René Descartes. Disponível em https://pt.wikipedia.org/wiki/René_Descartes . Acesso 21 out. 2019.

Rinchen, G. S. (2009). As seis perfeições: como atingir o bem-estar supremo. Comentários de Geshe Sonam Rinchen (R. Sonam, Org.) (C. W. Carvalho, Trad.). São Paulo: WMF Martins Fontes.

Trungpa, C. (2015). Louca sabedoria (E. Pinheiro, Trad.). Teresópolis [RJ]: Lúcida Letra.

Whitehead, A. N. (1978). Process and reality. New York: Free Press.

Whitehead, A. N., & Russell, B. A. W. (2019). Principia Mathematica (Vol. I.). Eastford [EUA]: Martino Fine.

Yun, H. (2011). Budismo: Significados Profundos (2a. ed., revis. e ampl.). São Paulo: Escrituras.

Publicado
2019-12-26
Como Citar
Ferrão, A. M. de A., & Cezare, J. F. R. D. (2019). A onipresença da essência dos princípios de processo sob a perspectiva da metafísica. Labor E Engenho, 13, e019022. https://doi.org/10.20396/labore.v13i0.8657767
Seção
Artigos