O estacionamento de vários andares e a Praça Alfredo Issa

da arquitetura brutalista à brutalidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/labore.v14i0.8659469

Palavras-chave:

Garagem de vários andares, Espaço público, Arquitetura moderna, Arquitetura brutalista, Lugar, Não-lugar

Resumo

O artigo trata de uma prática recorrente de descaso do poder público com os bens sob sua responsabilidade que são objeto de modificações, transformações aleatórias, na maioria das vezes não levando em conta a permanência dos bens e dos seus valores patrimoniais, culturais e princípios estéticos. A descontinuidade das administrações e a ausência de políticas públicas contínuas, leva a ações imediatistas causando a perda da memória de lugares emblemáticos das cidades. Para ilustrar essa situação descrevemos a transformação da Praça e do edifício-garagem Alfredo Issa, construído no centro da cidade de São Paulo no início da década de 1970, por meio de uma pesquisa histórica em fontes primárias e secundárias e análise in loco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Soukef Júnior, University Center of Várzea Grande

Professor titular e pesquisador do Programa de Mestrado Acadêmico em Arquitetura e Urbanismo da Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG).

Antonio Busnardo Filho, Centro Universitário de Várzea Grande

Professor Doutor do Centro Universitário de Várzea Grande, MT

Helena Napoleon Degreas, Universidade Municipal de São Caetano do Sul

Professor Doutor da Universidade Municipal de São Caetano do Sul - Faculdade de Arquitetura e Urbansimo.

Referências

Bruand, Yves. (1981). Arquitetura Contemporânea no Brasil. São Paulo: Perspectiva.

Fuão, Fernando Freitas. (2000, dezembro). Brutalismo: a última trincheira do Movimento Moderno. São Paulo: Arquitextos, 007 (09). Disponível: http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/01.007/949. Acesso em 29 de julho de 2019.

Perelmutter, Benno. (1972, janeiro 5) Lagoa virou garagem. In: Diário da Noite.

Simões Jr, José Geraldo. (1994). Revitalização de Centros Urbanos. São Paulo: Polis.

Toledo, Benedito Lima de. (1996). Prestes Maia e a origem do urbanismo moderno em São Paulo. São Paulo: Empresa das Artes.

Xavier, A.; Lemos, Carlos; Corona, E. (1983, outubro). Moderna Arquitetura Paulistana. São Paulo: Pini Editora.

Revista Acrópole. (1955, abril). 199.

Revista Acrópole. (1970, outubro). 378.

Downloads

Publicado

2020-09-10

Como Citar

SOUKEF JÚNIOR, A.; BUSNARDO FILHO, A.; DEGREAS, H. N. O estacionamento de vários andares e a Praça Alfredo Issa: da arquitetura brutalista à brutalidade. Labor e Engenho, Campinas, SP, v. 14, p. e020006, 2020. DOI: 10.20396/labore.v14i0.8659469. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/labore/article/view/8659469. Acesso em: 20 out. 2021.