Afonso Arinos e o Sertão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/labore.v15i00.8667307

Palavras-chave:

Regionalismo, Cerrado, Bacia do São Francisco, Tipos regionais

Resumo

As origens rurais de Afonso Arinos explicam a essência de sua obra literária. Em linhas gerais, Arinos inclui-se no movimento literário denominado regionalismo, que deita raízes no romantismo de Franklin Távora e de outros autores de mesma orientação. Em seu livro Pelo sertão, obra seminal da literatura brasileira, Arinos bebe na fonte das classes populares: a linguagem, os temas, a mitologia, os personagens (tipos regionais), são inspirados em suas vivências no Município de Paracatu [MG], onde nasceu e onde sempre viveram parentes próximos. Outro traço marcante de sua literatura é, sem dúvida, o cerrado com sua fauna e flora, bioma onde se localiza sua cidade natal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Zanoni Neves, Museu Antropológico do Vale do São Francisco

Mestre em Antropologia pela Universidade Estadual de Campinas. Coordenador do Museu Antropológico do Vale do São Francisco (MASVF). 

Referências

Arinos, A. (1985). Os jagunços (3. ed.). Rio de Janeiro: Philobiblion; Brasília: INL / Fundação Pró-Memória. Coleção Prosa Brasileira, 8.

Arinos, A. (s./d.). Pelo sertão. Rio de Janeiro: Editora Tecnoprint / Ediouro. Coleção Prestígio. (Biografia, introdução e notas de Ivan Cavalcanti Proença).

Bosi, A. (1977). “As letras na Primeira República”. In: B. Fausto (Org.). História Geral da Civilização Brasileira. O Brasil republicano. Rio de Janeiro/São Paulo: DIFEL – Difusão Editorial S.A., Tomo III, 2º Vol. (Sociedade e instituições – 1889-1930).

Bueno, F. da S. (1984). Vocabulário Tupi-Guarani Português (3. ed.). São Paulo: Brasilivros Editora.

Cândido, A. (2007). Formação da literatura brasileira – Movimentos decisivos 1750-1880 (11. ed.). Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul.

Melo Franco, Afonso Arinos de (1985). “O sertanejo Afonso Arinos”. In: A. Arinos. Os jagunços (3. ed.). Rio de Janeiro: Philobiblion; Brasília: INL / Fundação Pró-Memória. Coleção Prosa Brasileira, 8.

Iglésias, F. (1993). Trajetória política do Brasil (1500-1964). São Paulo: Companhia das Letras.

Neves, Z. (2011). Navegantes da integração: os remeiros do Rio São Francisco (2a. ed.) Belo Horizonte: Ed. UFMG. Coleção Humanitas.

Neves, Z. (2009). Rio São Francisco – História, navegação e cultura. Belo Horizonte: Ed. UFJF.

Neves, Z. (2006). Na carreira do Rio São Francisco – Trabalho e sociabilidade dos vapozeiros. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia. Coleção Reconquista do Brasil, Vol. 237.

Neves, Z. (2009). Discurso de posse. Belo Horizonte: Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, 14 de março de 2009.

Neves, Z. (2009). “Afonso Arinos”. Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais. Belo Horizonte: IHG-MG, Vol. XXXIII, dezembro de 2009, Perfil.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Como Citar

Neves, Z. (2021). Afonso Arinos e o Sertão. Labor E Engenho, 15(00), e021024. https://doi.org/10.20396/labore.v15i00.8667307