Banner Portal
EXPLAINING INTENTIONALITY
PDF

Palavras-chave

Intentionality. Deflationism. Reference. Meaning. Truth. Kripke

Como Citar

HORWICH, Paul. EXPLAINING INTENTIONALITY. Manuscrito: Revista Internacional de Filosofia, Campinas, SP, v. 31, n. 1, p. 467–482, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/manuscrito/article/view/8642246. Acesso em: 23 maio. 2024.

Resumo

The goal here is to demystify the relation of aboutness that associates thoughts and their linguistic expression with particular features of the world. It is argued that the main obstacle to providing a naturalistic account of this relation is a misguided (‘inflationary’) view of truth. A deflationary perspective, on the other hand, enables us to see how the basic use of a mental or physical term establishes its referent, thereby determining what the sentences containing it are about.

Resumo:

O propósito aqui é desmistificar a relação que associa pensamentos e suas expressões lingüísticas com aquelas características do mundo sobre as quais eles são. Argumenta-se que o maior obstáculo à formulação de um tratamento naturalista desta relação é uma visão equivocada (‘inflacionária’) de verdade. Por outro lado, uma perspectiva deflacionária permite-nos ver como o uso básico de um termo mental ou físico estabelece seu referente, determinando desta maneira sobre o que são as sentenças que o contém.

Palavras chave: Intencionalidade. Deflacionismo. Referência. Significado. Verdade. Kripke.

PDF

Referências

CHATEAUBRIAND, O. Logical Forms. Part II: Logic, Language, and Knowledge. Campinas: Unicamp, Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência, 2005. (Coleção CLE, v. 42)

BOGHOSSIAN, P. “The Rule Following Considerations’. Mind, 93, pp. 507-549, 1989.

HORWICH, P. “The Value of Truth”. Nous, 40(2), pp. 347-360, 2006.

HORWICH, P. Meaning. Oxford University Press, 1998.

HORWICH, P. Reflections on Meaning. Oxford University Press, 2005.

KRIPKE, S. Wittgenstein on Rules and Private Language. Oxford: Basil Blackwell, 1982.

Downloads

Não há dados estatísticos.