DEFLATIONISM: RESPONSE TO PAUL HORWICH

Autores

  • Oswaldo Chateaubriand Department of Philosophy/Pontifical Catholic University of Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Deflationism. Language. Intentionality. Meaning. Truth

Resumo

My disagreement with the deflationist treatment of truth affects my attitude to Paul Horwich’s approach to meaning and intentionality. In my response I summarize objections to the deflationist account of truth developed in some detail in chapters 2, 7, and 12, and argue that the notion of intentionality should be treated naturalistically in a broader context than the context of the referential import of the locution “means that”.

Resumo:

Minha discordância com a visão deflacionista da verdade afeta minha atitude em relação às propostas deflacionistas de Paul Horwich para a intencionalidade. Em minha réplica faço um resumo das objeções ao deflacionismo em relação à verdade, detalhadas nos capítulos 2, 7 e 12, e argumento que a noção de intencionalidade deveria ser tratada naturalisticamente em um contexto mais amplo que o contexto do alcance referencial da locução “significa que”.

Palavras chave: Deflacionismo. Linguagem. Intencionalidade. Significado. Verdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oswaldo Chateaubriand, Department of Philosophy/Pontifical Catholic University of Rio de Janeiro

Doutor em Filosofia pela Universidade da California em Berkeley (1971). Atualmente é professor titular emérito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, onde leciona desde 1978. Foi professor no Departamento de Filosofia da Universidade de Washington em Seattle (1967-72), no Departamento de Filosofia da Universidade Cornell (1972-77) e no Programa de Pós-graduação de Psicologia da Fundação Getúlio Vargas (1977-91).

Referências

CHATEAUBRIAND, O. “Truth, Falsity, and Neither”. Forthcoming in Janos Boros (ed.) Semantic Deflationism. Oxford: Oxford University Press, 2010.

HORWICH, P. Truth. Second Edition. Oxford: Oxford University Press, 1998.

KRIPKE, S. Naming and Necessity. Cambridge, Mass.: Harvard University Press, 1980.

RUSSELL, B. “Mr. Strawson on Referring”. Mind, 66, pp. 385-389, 1957.

SEARLE, J. “Minds, Brains, and Programs”. The Behavioral and Brain Sciences, 3, pp. 417-457, 1980.

SEARLE, J. Minds, Brains, and Science. London: British Broadcasting Corporation, 1984.

TOMASELLO, M. Origins of Human Communication. Cambridge, Mass.: The MIT Press, 2008.

Downloads

Publicado

2015-12-11

Como Citar

CHATEAUBRIAND, O. DEFLATIONISM: RESPONSE TO PAUL HORWICH. Manuscrito: Revista Internacional de Filosofia, Campinas, SP, v. 31, n. 1, p. 483–488, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/manuscrito/article/view/8642247. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>