Banner Portal
A placa na entrada da cidade: a (re)nomeação dos seus sujeitos
PDF

Palavras-chave

Cidade. Sujeito. Renomeação. Espaço

Como Citar

SIMÕES, Stella Maris Rodrigues. A placa na entrada da cidade: a (re)nomeação dos seus sujeitos. RUA, Campinas, SP, v. 19, n. 2, p. 60–69, 2015. DOI: 10.20396/rua.v19i2.8638117. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638117. Acesso em: 13 jul. 2024.

Resumo

Refletiremos, no interior do quadro teórico e metodológico da Análise de Discurso de linha francesa, sobre a renomeação do espaço de uma cidade (e de seus sujeitos), por meio da fixação de uma placa em sua entrada. Esperamos que a análise dos recortes produza um deslocamento no modo de pensar o “espaço-cidade”, lugar de circulação e deslocamentos de sentidos, e de individuação de sujeitos que se significam por esses sentidos.

https://doi.org/10.20396/rua.v19i2.8638117
PDF

Referências

COSTA, Greiciely Cristina da. Denominação: um percurso de sentidos entre espaços e sujeitos. RUA (online). 2012, no 18. Volume 1 – ISSN 1413-2109

ORLANDI, Eni P. 2004. Cidade dos sentidos. Campinas, SP: Pontes.

ORLANDI, Eni P. 2005. Discurso e texto - formulação e circulação dos sentidos. 2. ed. Campinas, SP: Pontes.

ORLANDI, Eni P. 2011. (org.) Discurso, espaço e memória. Campinas, SP: Editora RG.

PÊCHEUX, Michel. 2011. Análise de Discurso - textos escolhidos por: Eni P. Orlandi. Campinas, SP: Pontes.

PÊCHEUX, Michel. 1981. Matérialités Discursives. (Ainda em tradução).

PÊCHEUX, Michel. 1993. “Análise automática do discurso”. In: GADET, Françoise. (org.) Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. 2a edição. Campinas: Editora da Unicamp.

PÊCHEUX, Michel. 1993. O discurso: estrutura ou acontecimento. Trad. de Eni P. Orlandi. Campinas, SP: Pontes.

PÊCHEUX, Michel. 2010. O papel da Memória. In: Papel da memória. 3a ed. Campinas, SP: Pontes.

PÊCHEUX, Michel. 1975. Semântica e discurso - uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. de Eni P. Orlandi (et al.). 3. ed. Campinas: Editora da Unicamp.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.