Banner Portal
A Copa do Mundo de Futebol de 2014 e o (novo) Mineirão
PDF

Palavras-chave

Futebol. Copa do Mundo. Estádio. Belo Horizonte. Cidade. Lazer

Como Citar

CAMPOS, Priscila Augusta Ferreira; AMARAL, Silvia Cristina Franco. A Copa do Mundo de Futebol de 2014 e o (novo) Mineirão. RUA, Campinas, SP, v. 19, n. 1, p. 41–55, 2015. DOI: 10.20396/rua.v19i1.8638233. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638233. Acesso em: 14 abr. 2024.

Resumo

Esse artigo objetiva analisar o conceito ‘novo’ que adjetiva o Estádio Governador Magalhães Pinto, Belo Horizonte/MG. Far-se-á uma análise entre os discursos e documentos de sua construção, em 1965, e de sua reforma para a Copa em 2014. Há permanências (necessidade de ser moderno, passar uma autoimagem positiva do País) e mudanças (diferenciação do conhecimento técnico-científico-informacional, transformação dos estádios, apropriação do espaço público pelo setor privado) nesse processo.

https://doi.org/10.20396/rua.v19i1.8638233
PDF

Referências

ASSUMPÇÃO, Luís Otávio Teles. 2004. O Temp(l)o das Geraes: a nova ordem do futebol brasileiro. Montes Claros: Editora UNIMONTES.

BELL, Daniel. 1973. O advento da sociedade pós-industrial: uma tentativa de previsão social. São Paulo: Cultrix.

DAMO, Arlei S. 2012. O desejo, o direito e o dever - A trama que trouxe a Copa ao Brasil. Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 02, p., abr/jun de 2012. Disponível em http://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/29910/18832. Acesso em jul. de 2012

DUARTE, Regina Horta. 2009. O lugar da cidade universitária. In: STARLING, Heloisa M. M; DUARTE, Regina H. (orgs.). Cidade Universitária da UFMG: história e natureza. Belo Horizonte: Editora da UFMG, p. 19-67.

FIFA. 2011. Estádios de futebol: recomendações e requisitos técnicos. 5ed. 2011. Disponível em http://pt.fifa.com/mm/document/tournament/competition/01/37/17/76/p_sb2010_stadiumbook_ganz.pdf. Acesso em jul. 2012.

GORZ, André. 2005. O Imaterial. Conhecimento, Valor e Capital. São Paulo: Annablume.

IANNI, Octavio. 1998. Globalização e neoliberalismo. São Paulo em Perspectiva, n.12, v.2, p. 27-32. Disponível em http://www.seade.gov.br/produtos/spp/v12n02/v12n02_03.pdf. Acesso em set. de 2012.

LE GOFF, Jacques. 1990. História e Memória. Campinas: Editora da UNICAMP.

MASCARENHAS, Fernando. 2012. Megaeventos esportivos e Educação Física: alerta de tsunami. Movimento, Porto Alegre, v. 18, no 01, p. 39-67, jan/mar de 2012

MASCARENHAS, Gilmar. 2008. Megaeventos esportivos e urbanismo: contextos históricos e legado social. Legados de Megaeventos Esportivos. Brasília: Ministério do Esporte, p.195-199.

MINAS GERAIS. s.d. Novo Mineirão. Disponível em http://www.copa.mg.gov.br/novomineirao/. Acesso em jun de 2012.

MINAS GERAIS, BELO HORIZONTE. s.d. Planejamento Estratégico Integrado: Projeto Copa 2014 – Governo de Minas Gerais e Prefeitura de Belo Horizonte. s.d. Disponível em http://pt.scribd.com/doc/54704547/Planejamento-Estrategico-Integrado-Projeto-Copa-2014-MG. Acesso em jul. de 2012.

OLIVEIRA, Francisco. 1999. Privatização do público, destituição da fala e anulação da política. Os sentidos da democracia: políticas do dissenso e a hegemonia global. Petrópolis: Vozes, p. 55-81.

RAEDER, Sávio. 2010. Jogos & Cidades: ordenamento territorial urbano em sedes de megaeventos esportivos. Brasília: Ministério do Esporte.

SANTOS, André Carazza dos. 2005a. A Copa do Mundo no Brasil (1950): Belo Horizonte e o ideal de cidade almejado para encantar os estrangeiros. Efdeportes Revista Digital, Buenos Aires, año 10, n.86. Disponível em http://www.efdeportes.com/efd86/copa.htm. Acesso: 25 mai. 2012

SANTOS, André Carazza dos. 2005b. Estádio Mineirão: orgulho e redenção do futebol mineiro. Efdeportes Revista Digital, Buenos Aires, año 10, n.87. Disponível em http://www.efdeportes.com/efd87/mineirao.htm. Acesso: 25 mai. 2012.

SANTOS, Milton. 1977. A totalidade do diabo: como as formas geográficas difundem o capital e mudam estruturas sociais. Contexto, Hucitec. Disponível em http://miltonsantos.com.br/site/wp-content/uploads/2011/08/A-TOTALIDADE-DO-DIABO-como-as-formas-geograficas-difundem_MiltonSantos1977.pdf. Acesso em jun. 2012.

SANTOS, Milton. 1988. O meio técnico-científico e a urbanização no Brasil. Espaço & Debate, no 25, p. 58-63.

SANTOS, Milton. 1999. O território e o saber local: algumas categorias de análise. Cadernos IPPUR, Rio de Janeiro, ano XIII, no 2, p. 5-26.

SANTOS, Milton. 2005. A urbanização brasileira. 5ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

VAINER, Carlos. 2007. Fragmentação e Projeto Nacional: desafios para o planejamento territorial. Anais XII Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional, Belém.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.