Arte de viver de narradoras de outro Javé chamado Guriú

Autores

  • Glória Freitas Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v17i1.8638315

Palavras-chave:

Narradoras. Arte. Vida. Dramistas de Guriú

Resumo

Tal conjunto intenso de histórias de vida das aprendizes-dramistas e das mestras de drama, mostra que suas produções foram imortalizadas por marcante inventividade a cada produção e também por incursões muito admiradas pelas comunidades vizinhas que apreciavam demasiadamente a presença destas produções estéticas juvenis. São narradas as intensas transformações metodológicas por que a pesquisa e a pesquisadora passaram no contato com estas intensidades vivas ditas pelas memorialistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glória Freitas, Universidade Federal do Maranhão

Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão (UFMA/ Imperatriz). Pesquisou durante dez anos o universo de Produção Teatral das Dramistas de Guriú no Litoral Oeste do Ceará, com metodologia de pesquisa focada nas narrativas individuais ou coletivas de diversos grupos de Dramistas (dos anos 1940 até 2001). É membro do Grupo de Pesquisa LUDICE (Ludicidade, Identidades e Discurso nas Práticas Educativas). (DGP/CNPQ).

Referências

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. (2004). Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Trad. Aurélio Guerra Neto e Célia Pinto Costa. São Paulo: Ed. 34. (Coleção Trans.,v. 1).

DERRIDA, Jacques. (2003). Anne Dufourmantelle convida Jacques Derrida a falar de hospitalidade. Trad. Antonio Romane. São Paulo: Escuta.

LINS, Daniel. (1999). Antonin Artaud: o artesão do corpo sem órgãos. Rio de Janeiro: Relumé Dumará.

LINS, Daniel. (2000). Memória, esquecimento e perdão (Per-Dom). In: Memória e Construções de identidades. Rio de Janeiro: 7 letras, pp. 09-15.

LINS, Daniel. (2005). Mangues School ou por uma pedagogia rizomática. Educação & Sociedade. Revista de Ciência da educação, São Paulo: Cortez, v. 26, n. 93, 2005.

Downloads

Publicado

2015-07-17

Como Citar

FREITAS, G. Arte de viver de narradoras de outro Javé chamado Guriú. RUA, Campinas, SP, v. 17, n. 1, p. 67–81, 2015. DOI: 10.20396/rua.v17i1.8638315. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638315. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Estudos