Banner Portal
Cidades de vidro: das galerias de vidro parisienses às galerias das câmeras de vigilância
PDF

Palavras-chave

Espaços público e privado. Câmeras de vigilância. Imagens. Televisão

Como Citar

MONTEIRO, Eliana de. Cidades de vidro: das galerias de vidro parisienses às galerias das câmeras de vigilância. RUA, Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 99–110, 2015. DOI: 10.20396/rua.v16i2.8638821. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638821. Acesso em: 24 jun. 2024.

Resumo

Esse artigo compara as galerias de vidro parisienses, analisadas por W. Benjamim, com as novas galerias constituídas, atualmente, pelas câmeras de vigilância nos espaços públicos das cidades contemporâneas. Tem como questão central as imagens captadas pelas câmeras nos espaços público e privado e suas inserções nos programas jornalísticos da TV.
https://doi.org/10.20396/rua.v16i2.8638821
PDF

Referências

BARTHES, Roland. A Mensagem Fotográfica In: LIMA, Luiz Costa (Org). Teoria da Cultura de Massa. Rio de Janeiro: Saga. 1969.

BENJAMIN, Walter. Passagens. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. 2006.

DI TELLA, Andrés. O documentário e eu. In: MOURÃO, Maria Doria; LABAKI, Amir. (Org.). O Cinema do Real. São Paulo: Cosac Naify. 2005.

GUNNING, Tom. O retrato do corpo humano: a fotografia, os detetives e os primórdios do cinema. In: CHARNEY, Leo; SCHWARTZ, Vanessa R. (Org.). O Cinema e a Invenção da Vida Moderna. São Paulo: Cosac Naify. 2004.

ASSALTANTE exibicionista é preso: criminoso sorria para circuito interno de TV. O Globo. 27 de agosto de 2007, p.17.

MARTINS, Marília. Nova York Vigiada. O Globo. Caderno Mundo, p.27, 10 de julho de 2007.

PELBART, Peter Pal. Vida Capital: ensaios de biopolítica. São Paulo: Iluminuras. 2003.

SODRÉ, Muniz. A Máquina de Narciso. Rio de Janeiro: Achiamé. 1984.

VIRILIO, Paul. O Espaço Crítico. Rio de Janeiro: Ed. 34. 1993.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.